[AO VIVO] O mundo de Emmy Curl em concerto emocionante

Catarina Miranda, que assina a sua carreira como Emmy Curl, ofereceu ao público de Oliveira do Bairro um concerto surpreendente. O ESCPORTUGAL esteve na noite passada no Quartel das Artes e ouviu uma versão só voz e guitarra de "Para sorrir eu não preciso de nada". O público não conseguiu soltar uma palavra! 

Emmy Curl chega ao palco em penumbra. Mas mesmo na sombra, o público reconhece o vulto ao entrar em cena e depressa reage com uma enorme salva de palmas. É assim que iniciamos a viagem por um conjunto de canções que fazem parte do mundo de Emmy Curl. Uma viagem guiada por uma voz inconfundível. 


“Undressed” fez as honras de abertura. E já no primeiro tema, quem não conhecia o reportório da artista, depressa percebeu que estamos perante alguém muito especial. Ao longo de mais de hora e meia, a viagem fez-se sobretudo por temas do seu álbum “Navia”, editado em 2015, como “Dreams mad this boat”, “Like the rain”, “Amory”, “Sand storm” ou “The Arrival”, com letras que alguns dos presentes no público sabiam de cor e salteado. A menina que está diante de nós canta-nos a alma, a paixão e a maldição e também nos fala de um sol que anda na sua rua… Foi o caso de “Dança da lua e do sol”, tema editado recentemente em conjunto com Vicente Palma, mas aqui cantado pela primeira vez a solo.

Emmy Curl demonstrou ser A Artista em palco. As capacidades vocais continuam irrepreensíveis, o seu contacto com o público está melhor e mais sedutor que nunca. Perante isto, o público rendeu-se por completo à voz sobrenatural e à presença magnetizante de Emmy Curl. 


Em Oliveira do Bairro a artista brindou o público com um conjunto de experiências vocais e sonoras surpreendentes. Emmy domina bem a voz, as teclas, a guitarra e a capacidade de, sob a forma intimista de atuar, estimular um público eclético. Emmy canta memórias, o amor, a natureza nas letras musicais. A cantora já viveu em locais como Aveiro e a sua música toca as notas musicais do mar, da areia e das salinas. Canta a primavera e o sol. Canta a vida e o que esta tem de belo. Ecoa alguns sons e poemas em ode a Zeca Afonso e deixa o público sensibilizado. A homenagem a Zeca Afonso com uma versão muito própria de “Maio Maduro Maio” mereceu uma das maiores salvas de palmas da noite.

Fora do álbum “Navia” ouvimos também “Seafire”, “Pieces”, “Song of origin” e “Turn off the light”.  Alguns destes temas irão fazer parte do seu próximo álbum, prometido ainda para este ano.

O público estava conquistado quando o espetáculo terminou. O público pediu mais e já no desejado encore, Emmy canta uma versão muito própria da canção que defendeu no mais recente Festival da Canção. Para sorrir só precisamos de a ouvir. Não precisamos de mais nada.

Gravámos esse momento especialmente para os nossos leitores. Vídeo sem qualquer edição de imagem ou som:


Pode ver mais fotos no Instagram do ESCPORTUGAL AQUI. 

O concerto de Emmy Curl esteve integrado na programação regular do Quartel das Artes, um centro cultural do Município de Oliveira do Bairro que oferece ao público uma programação variada e de qualidade a preços muito convidativos. Luísa Sobral esteve no espaço a 2 de março, Rita Redshoes estará a 6 de abril. Os concertos mais relevantes estão patentes na AGENDA do ESCPORTUGAL, em permanente atualização na coluna à direita do site.

Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: ESCPORTUGAL /Imagem: ESCPORTUGAL/ Vídeo: ESCPORTUGAL 

5 comentários:

  1. Anónimo17:24

    Obrigado e o vídeo da versão "Maio Maduro Maio." Podem postar aqui?

    ResponderEliminar
  2. Rui Ramos21:52

    Adorei. Muito lindo.

    ResponderEliminar
  3. Anónimo22:19

    Uma joia :)

    ResponderEliminar
  4. Anónimo14:23

    É magnífica... interpreta a canção sempre de maneira diferente.

    ResponderEliminar
  5. Anónimo00:42

    Estive no concerto dela em Sintra. Foi maravilhosa!

    ResponderEliminar