[VÍDEO] Portugal: Salvador Sobral lança cover de "Anda Estragar-me os Planos"


Salvador Sobral, vencedor do Festival Eurovisão 2017, partilhou um vídeo nas redes sociais onde interpreta "Anda Estragar-me Os Planos", tema finalista do Festival da Canção 2018, acompanhado ao piano por Júlio Resende.



Com o Festival da Canção na "ordem do dia", Salvador Sobral, vencedor do Festival Eurovisão 2017, partilhou um vídeo nas redes sociais onde "estragou os planos de ensaio ao Júlio Resende" e interpreta o tema de Francisca Cortesão e Afonso Cabral, "Anda Estragar-me os Planos". No vídeo, com centenas de partilhas e comentários, não faltam comentários à versão de Salvador Sobral, acompanhado ao piano por Júlio Resende, ao tema defendido por Joana Barra Vaz na semifinal do certame.




Composta por Francisca Cortesão e Afonso Cabral, a canção "Anda Estragar-me Os Planos", defendida por Joana Barra Vaz, conquistou o apuramento para a Grande Final do Festival da Canção 2018 ao terminar a competição em 5.º lugar com 8 pontos, pontuação oriunda do 4.º lugar do júri (7 pontos) e do 10.º do público (1 ponto).


Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte/Vídeo: SalvadorSobral / Imagem: RTP

16 comentários:

  1. Anónimo23:49

    A música cantada por ele ganha logo outra vida! Já cantada pela Joana, não sei se me agrada, acho a música calma de mais, mas uma letra mt boa

    ResponderEliminar
  2. Ricardo00:22

    Obrigado, Salvador e Júlio. Já era altura desta canção levar o merecido destaque que, a julgar pelas visualizações no Youtube, não está a ter!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito bem. Apoio totalmente o seu comentario. «Anda Estragar-me os Planos» á Eurovisão 2018. Que conste que só agora descubrí o verdadero potencial que tem está música. Agradeço ao Salvador e ao Júlio. E um conselho se me permite a Joana Barra. Soltarte como uma louca nesta canção só te vai beneficiar.
      Solta-te, mexe-te, pula, grita e expressa-te como quem está louca.
      Falta-te expressão. Vá demonstra a todos inclusivel a mim que tu Joana podes ser a digna representante em Lisboa.

      Eliminar
  3. Luis Andre Santos01:54

    Vamos levar o Salvador com esta música!!!! (Alemanha 2011 reprise!) :))))

    ResponderEliminar
  4. Anónimo03:16

    Se o Salvador mais tarde participar novamente, diria, 10 anos. Ele tem fortes possibilidades no ESC. É interessante como uma interpretação livre dele confere qualidade adicional. Não estou a dizer que a musica fica melhor com ele, mas sim que a adaptação livre dele funde-se melhor com o instrumental, estranho dado que na realidade estao os dois (Salvador e Resende) a seguir o caminho que entendem, enquanto que com a Joana notamos sobretudo um esforço e contenção para encaixar a voz no instrumental. A Joana Vaz pode aproveitar esta interpretacao livre, para inserir variações pois como está fica demasiado contido, parece que nada expande. Pelo menos variação no volume da sua voz em momentos chave. Como está a música não tem evolução, movimento, esta igual do principio ao fim. Mas gosto muito da musica, é como um grito muito muito doce, um lamento.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo09:53

      Depois do discurso que teve, nao me parece que tenha possibilidades dentro de um top 5. Basta ver os dislikes nos videos.

      Eliminar
    2. Anónimo14:18

      A eurovisão não é o mundo dele, porque é que ele quereria participar?

      Eliminar
    3. Anónimo16:32

      Se não foi impedimento anteriormente quando o fdc e o esc eram-lhe completamente desconhecidos, não vejo porque será agora que conhece, diria até, melhor que todos nós. Certo é, não há como estar arrependido em ter participado. Foi um verdadeiro turn over na carreira dele, e não teve nem terá de se desviar nada relativamente á sua ideologia musical, ele já provou isso. Portanto, why not!?

      Eliminar
    4. Anónimo18:20

      Ótima pergunta, anónimo das 14:18!!

      Eliminar
  5. Anónimo03:40

    Adoro a versão original na voz da Joana. É a minha favorita desde o início. Pelos vistos o Salvador também tem ouvido para a coisa. Boa sorte.

    TACV

    ResponderEliminar
  6. Anónimo09:54

    A musica é linda mas a voz dela nao serviu...tinha que ser uma catarina miranda, isso sim.

    ResponderEliminar
  7. Anónimo10:40

    Bonita atitude do Resende e do Salvador. Esta canção bem o merece. No entanto, o Salvador só se lembrou da técnica (jazz) e esqueceu-se da emoção. Fraca interpretação.

    ResponderEliminar
  8. Anónimo10:55

    Adoro a música, instrumentalmente muito rica mas a Joana é vocalmente uma péssima escolha. Tem que ser alguém com garra, não pode ser ninguém que faça uma música morrer! E a Joana mata a música e não lhe dá vida! Prova disso é que o Salvador a interpretou! A canção é de muito bom gosto mas precisa de vida! Tantas vozes fortes e gente nova com garra que passaram no The Voice, podiam ter escolhido alguém!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo01:38

      Não me leve a mal, mas creio que justifica criticar com efeito positivo. A intérprete já nao podemos alterar, mas podemos evidenciar o que ainda é possível corrigir, isto para o bem dela, da musica, do nivel geral do FDC e de um possível melhor vencedor. Nao deve ser confortável ver o nosso trabalho, para mais artístico, ser avaliado de forma tão exclusa.

      Eliminar
    2. Anónimo13:57

      Não consigo. Esta musica é lindíssima para levar ao altice arena. Seria uma optima escolha. Bem temos o caso da Bélgica no ano passado. A interprete não tinha perfil nem carisma e no entanto conquistou o 4lugar.e melhorou a performance desde a semi para a final. Vamos ver se a joana consegue. Forte aposta.

      Eliminar
  9. Anónimo20:30

    Bom pianista bom cantor mas o som que passa no vídeo não está grande coisa.

    ResponderEliminar