[Olhares sobre o Sanremo 2018] Quem irá representar Itália na Eurovisão 2018?


Itália escolhe, esta noite, o vencedor do Festival de Sanremo 2018, que adquirirá a possibilidade de representar o país no Festival Eurovisão! Quem será o vencedor do certame italiano? Conheça a opinião do painel do Olhares.


Depois de quatro galas de competição, o Festival de Sanremo 2018 chega ao fim esta noite. 20 candidatos estão na corrida pela na categoria Campioni, sendo que o vencedor será convidado a representar Itália no Festival Eurovisão 2018: em caso de recusa, o comité do certame irá eleger outro representante. Os três candidatos mais votados da Final e das galas anteriores serão apurados para a SuperFinal do concurso, onde o vencedor será eleito: o televoto, o júri e a imprensa serão responsáveis pelos resultados.

Quer participar  no Olhares sobre as finais nacionais? Saiba tudo AQUI.

Não perca mais tempo e conheça os favoritos do painel do Olhares sobre o Festival de Sanremo 2018:

André Martins aposta em Annalisa com  "Il mondo prima di te"
É uma das minhas cantoras favorita e merece sem dúvida a vitória no Sanremo 2018 e o apuramento para o Festival Eurovisão. Desconfio contudo que a vitória será entregue a Ermal Meta e a Fabrizio Moro, apesar de toda a polémica, ou a Il Stato Sociale que, apesar de todo o sucesso, não deverá conquistar a vitória no júri e na imprensa. Esperemos pela escolha italiana.



Hugo Sepúlveda aposta em The Kolors com "Frida"
Grande parte das músicas italianas passaram bastante despercebidas e tive que ouvir algumas mais que uma vez para ver se me lembrava minimamente delas... Penso que a lutar pela vitória estão Ermal e Frabrizio, Annalisa, Lo Stato Sociale e The Kolors. Dentro destes, destaco Non Mi Avete Fatto Niente - que não sei se será permitida - e Una Vita in Vacanza, mas a que mais se destacou é Frida dos The Kolors. Os "mai mai mai" ficaram-me na cabeça desde logo e penso que seja uma proposta um pouco diferente vindo de Itália, algo com uma energia e "garra" /"atitude" diferentes do habitual. Caso ganhem e sejam os representantes, espero que não alterem a música para inglês, se bem que ambos os casos penso que estejam um pouco incertos de acontecer.


João Diogo aposta em The Kolors com "Frida"
O Sanremo tem, este ano, pelo menos três canções que podem permitir a Itália continuar a sua sonda de bons resultados: “Frida”, “Il Mondo Prima Di Te” e “Non Mi Avete Fatto Niente”. São as três bastante diferentes entre si. “Frida” tem um refrão contagiante que fica facilmente na cabeça e que poderá ser um sucesso no televoto; “Il Mondo Prima Di Te” é uma balada com muita qualidade, interpretada de forma sublime pela Annalisa e que seria certamente muito apreciada pelo júri; “Non Mi Avete Fatto Niente” é uma canção polémica que atrairá muita atenção e votos, pelo conteúdo da letra. Acho que Ermal Meta e Fabrizio Moro serão os vencedores da noite, mas a minha favorita é “Frida” dos The Kolors.

Marcelo Marteleira aposta em Lo Stato Sociale com "Una Vita in Vacanza"
O Festival de Sanremo volta a ser o método de escolha para a Eurovisão por parte dos italianos, sendo marcada por uma baixa qualidade relativamente a outras edições, na minha opinião. A minha canção favorita é "Una Vita in Vacanza" dos Lo Stato Sociale. Uma proposta bastante diferente do que este festival costuma proporcionar, tendo uma performance, musicalidade e letra bastante boas! 


Nelson Costa aposta em Lo Stato Sociale com "Una Vita in Vacanza"
Ponto de ordem: ouvi as 20 canções campioni uma única vez. Uma vez mais, Sanremo prima pela elegância, pela classe e pela sofisticação à boa moda italiana. O meu coração pendeu para duas canções: gosto da intemporal “Non smettere mai di cercarmi” interpretada de forma intensa e emocionante por Noemi. A voz rouca torna-se mesmo inconfundível. Well done! O meu primeiro lugar vai, contudo, para os Lo Stato Sociale com “Una vita in vacanza”. Divertida, destacou-se sem dúvida de entre as canções a concurso. Uma entrada arrojada mas arriscada; será interessante ver qual a reação do júri e do televoto para esta participação. A atuação da avozinha querida Paddy Jones foi a cereja em cima do bolo. Eurovisão é também Diversão!

Nuno Carrilho aposta em Lo Stato Sociale com "Una Vita in Vacanza"
Depois de alguns anos de descrédito, o Festival de Sanremo tem mostrado nos últimos anos que a modernidade também faz falta num concurso que tende a não largar os grandes pilares da sua criação: a orquestra, o glamour, os grandes artistas e as grandes letras. Lo Stato Sociale, com a candidatura mais moderna da edição, deverão ser os grandes vencedores da competição, numa linha bastante parecida à de Francesco Gabbani (contudo, se forem à Eurovisão, espero que a história não se repita...). Destaco ainda "Imparare ad amarsi", defendido por Ornella Vanoni, Bungaro e Pacifico, uma grande composição que, quase de certeza, ficará nos primeiros lugares do concurso.


Nuno Reis Conceição aposta em Ermal & Fabrizio com "Non mi avete fatto niente"
Grandes expectativas a respeito do mítico Festival de Sanremo mas... foram poucas as canções a suscitar um "Uau" da minha parte. Há diversidade, não hajam dúvidas (seria difícil não haver em 20 propostas a concurso...), mas poucas foram aquelas que me conquistaram logo à 1ª audição. No meu Top 5 figuram as canções defendidas por Ermal Meta & Fabrizio Moro, Annalisa, Diodato & Roy Paci, Ornella Vanoni, Bungaro & Pacifico e Noemi, sendo a posição cimeira disputada (e bem!) por "Non mi avete fatto niente" e "Il mondo prima di te". Mas a canção defendida por Ermal Meta e Fabrizio Moro levou a melhor...



Aceda, de seguida, aos resultados das votações dos 7 comentadores:

1.º Lo Stato Sociale – Una vita in vacanza - 61 pontos
2.º Ermal Meta & Fabrizio Moro – Non mi avete fatto niente - 59 pontos
3.º Annalisa – Il mondo prima di te - 57 pontos
4.º The Kolors – Frida (Mai mai mai) - 41 pontos
5.º Ornella Vanoni, Bungaro e Pacifico – Imparare ad amarsi - 37 pontos
6.º Nina Zilli – Senza appartenere - 36 pontos
7.º Noemi – Non smettere mai di cercarmi - 27 pontos
8.º Diodato & Roy Paci – Adesso - 15 pontos
9.º Ron – Almeno pensami - 15 pontos
10.º Mario Biondi – Rivederti - 10 pontos
11.º Luca Barbarossa – Passame er sale - 7 pontos
12.º  Giovanni Caccamo – Eterno - 7 pontos
13.º Le Vibrazioni – Così sbagliato - 6 pontos
14.º Enzo Avitabile & Peppe Servillo – Il coraggio di ogni giorno - 6 pontos
15.º Max Gazzè – La leggenda di Cristalda e Pizzomunno - 5 pontos
16.º Red Canzian – Ognuno ha il suo racconto - 5 pontos
17.º Roby Facchinetti & Riccardo Fogli – Il segreto del tempo - 4 pontos
18.º Decibel – Lettera dal Duca - 3 pontos
19.º Renzo Rubino – Custodire - 3 pontos
20.º Elio e le Storie Tese – Arrivedorci - 2 pontos



Quer participar  no Olhares sobre as finais nacionais? Saiba tudo AQUI.

Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: ESCPortugal / Imagem e Vídeo: Google

5 comentários:

  1. Anónimo19:43

    Eu rezar muito q ganhe a Annalisa e a sua belíssima "il mondo prima di te". Sem dúvida das melhores canções q já ouvi este ano nas finais nacionais. Se ganhar vai diretamente para o meu primeiro lugar.

    ResponderEliminar
  2. Todas em italiano, boa! Vou acompanhar o direto, obrigado por todas estas notícias EscPortugal.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo20:49

      No festival de Sanremo existe desde sempre a obrigatoriedade de cantar em Italiano.

      Eliminar
  3. Anónimo21:34

    Lo Stato Sociali será a melhor proposta... prima pela diferença

    ResponderEliminar
  4. Obrigado pela informação.

    ResponderEliminar

Temas em Destaque