Ella Nor: "Não mudava nada e voltava a fazer tudo outra vez" no Festival da Canção


Ella Nor, representante de Portugal no Festival Eurovisão enquanto Leonor Andrade, recordou a sua passagem pelo Festival da Canção: "Foi uma experiência incrível".

Leonor Andrade, conhecida pelo nome artístico Ella Nor, esteve, esta tarde, em destaque no programa Sociedade Recreativa, transmitido pela RTP1. Com um álbum prestes a sair, a jovem cantora garantiu ser "um trabalho muito pessoal, mas não muito intimista", referindo que todos os temas são "muito autobiográficos... tudo o que escrevo o é. Tenho dificuldades em escrever coisas que não vivi ou não sinto".



A passagem pelo The Voice Portugal foi também recordada, tendo a cantora afirmado que concorreu ao concurso para "tentar dar um passo": "Conheci pessoas que me ajudaram imenso e hoje estou aqui graças a esse passo... e mais tarde a Eurovisão". A vitória no Festival da Canção e a participação no Festival Eurovisão, que em 2015 foi sediado em Viena, também não ficou de fora da conversa: "Foi uma coisa aleatória. Honestamente nunca segui muito o Festival da Canção (...) Surgiu um convite do Miguel Gameiro e como gosto muito dele resolvi aceitar... Fiquei com uma ideia diferente do concurso e foi uma experiência incrível". Em jeito de remate, Leonor Andrade garante mesmo que "não mudava nada e volta a fazer tudo outra vez".


Depois da vitória no Festival da Canção 2015, Leonor Andrade adquiriu o direito de representar Portugal no Festival Eurovisão com "Há um mar que nos separa", tema composto por Miguel Gameiro. Em Viena, a candidatura portuguesa classificou-se em 14.º lugar da semifinal (entre 17 países) com apenas 19 pontos, podendo recordar de seguida a atuação:


Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: RTP / Imagem: SBS / Vídeo: Youtube

6 comentários:

  1. Anónimo21:36

    Sim ela teve um grande resultado para dizer isto .... para mim das piores representantes que já tivemos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Rui Ramos22:03

      A representante foi excelente. A música era fraquita sobretudo depois da introdução do coro

      Eliminar
    2. Anónimo23:08

      Ela nem é má cantora. O problema era mesmo a canção.

      Eliminar
    3. Anónimo00:30

      Tenho de concordar. Tanto ela como a musica eram fraquitas.

      Eliminar
  2. Anónimo21:44

    Hmm duvido.

    ResponderEliminar
  3. Anónimo22:48

    Ela tem que voltar com compositora!

    ResponderEliminar

Temas em Destaque