Diogo Piçarra: "A minha música é muito mais que uma balada..."

Diogo Piçarra é autor, compositor e intérprete de "Canção do fim", tema que irá concorrer na segunda semifinal do Festival da Canção 2018. Ao ESCPORTUGAL, o artista falou-nos da sua aposta, que é "muito mais do que uma balada".

"Espero marcar a música portuguesa", afirmou Diogo Piçarra ao ESCPORTUGAL, durante a conferência de imprensa de apresentação do Festival da Canção 2018. O compositor afirmou que se apaixonou pela canção, tendo sido muito difícil "largá-la" para outro intérprete, daí ser dos raros compositores a optar por interpretar a própria "criação".

O objetivo de Piçarra é "deixar uma mensagem sobre a sociedade de hoje em dia", sendo que "a minha música é muito mais que uma balada". Questionado sobre se esta canção poderia fazer parte de um álbum seu, o músico afirma que "Não". E explica porquê: "Uma canção com uma produção muito mais minimal, muito mais despida, muito mais tradicional. Fiz de propósito porque não queria que a canção se tornasse datada... quero que a música seja intemporal". 

O vídeo de seguida:


Diogo Piçarra surge no panorama da música portuguesa como cantor, intérprete, músico, produtor, escritor e artista. Em 2007 compõe as primeiras canções. Depois de participar em programas caça-talentos, consegue o reconhecimento nacional no seu primeiro álbum “Espelho” que alcança o top dos mais vendidos em Portugal. O mesmo sucesso em 2017 no seu segundo álbum "do=s". Compõe também para outros intérpretes.


Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: ESCPORTUGAL / Imagem: ESCPORTUGAL / Vídeo: ESCPORTUGAL 

10 comentários:

  1. Anónimo01:09

    Gosto do que tem dito, faz-me ficar com menos expectativas. Assim a desilusao nao vai ser tanta.

    ResponderEliminar
  2. Anónimo16:00

    E porquê este destaque especial ao Diogo Piçarra? O ESCPortugal também vai fazer posts individuais sobre cada uma das canções a concurso, ou é só mesmo favorecimento vosso?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo16:20

      Deves ser da família de algum compositor/cantor lol

      Eliminar
    2. Sigo o EscPortugal à mais de 5 anos, desde que me lembro, o ESCPORTUGAL publica todas as entrevistas que realiza. Ou seja não há cá favorecimentos nem destaques.
      Parabens ESCPORTUGAL pelo excelente trabalho que desempenham em prol dos fans do festival da canção e da Eurovisão!

      Eliminar
  3. Caro anónimo,

    o ESCPortugal sempre primou pela imparcialidade e tratamento igual em todas as edições do Festival da Canção, e esta não será diferente. Nos próximos dias serão publicadas entrevistas a outros cantores e compositores do FC2018, mas alguém tinha de ser o primeiro não lhe parece?

    Cumprimentos

    ResponderEliminar
  4. Rui Ramos16:39

    Boa resposta João. Parabéns pelo vosso trabalho

    ResponderEliminar
  5. Anónimo14:58

    Podiam também fazer um destaque especial ao Peter Serrado, se faz favor? Nunca gostei de homens com cabelo comprido.

    ResponderEliminar
  6. Anónimo00:21

    A música dele no festival é cópia do blowers daughter

    ResponderEliminar
  7. Anónimo00:23

    Trata-se de música não de cabelos!

    ResponderEliminar
  8. Anónimo09:34

    E então o 2º andamento da 5ª sinfonia de tchaikovsky...https://www.youtube.com/watch?v=w2JBT0HC98I, 17'30 é ouvir!!!

    ResponderEliminar