[AO VIVO] Estivemos no musical "Avenida Q"

“Irreverente, emocionante e genial”, assim tem sido descrito o musical “Avenida Q” considerado a “Rua Sésamo” dos adultos. O ESCPORTUGAL esteve na estreia do musical no Porto, cujo diretor musical é Artur Guimarães. 

Foi um Teatro Sá da Bandeira lotado que recebeu a estreia, no Porto, do musical “Avenida Q”. Irreverente, emocionante e genial, Avenida Q tem sido considerado pelos espectadores como uma lufada de ar fresco na cena teatral nacional e a voz de uma geração que, ironicamente, nem sequer ia ao teatro. No palco, oito atores e cantores, a que se junta um grupo de três músicos dirigido por Artur Guimarães, compositor que conhecemos no Festival da Canção 2011, autor da canção “Em Nome do Amor” interpretada por Rui Andrade. Foi bom vê-lo de novo nas luzes da ribalta pois aqui mostrou, mais uma vez, ser um dos mais criativos diretores musicais do país. 


Os inícios da vida adulta são tratados com humor. “Avenida Q” é um original de 2003 do norte-americano Jeff Whitty. Esteve na Broadway e no West End e ganhou um Tony, os prémios que distinguem os melhores do teatro americano. É adaptado a um Portugal de hoje com textos de Henrique Dias e encenação de Rui Melo. 


A história acompanha Luís, um recém-licenciado cheio de esperanças, Paula (a porca), Félix (o gay no armário) e Trekkie (o tarado) entre outros. Juntos, tentam encontrar um propósito na vida e falam sobre os temas existenciais que nos afetam a todos, como o racismo, a solidão, o desemprego e a homofobia. No fundo, Avenida Q sabe brincar com coisas sérias. 


No palco estão os atores e cantores Ana Cloe, Rui Maria Pêgo, Diogo Valsassina, Samuel Alves, Gabriela Barros, Inês Aires Pereira, Rodrigo Saraiva e Manuel Moreira, acompanhados pelas respetivas marionetas, que nos fazem lembrar a Rua Sésamo. 


E para quem acha que não gosta de musicais, o melhor é dar a este uma oportunidade, até porque o mais provável é que fiquem tão entretidos a rir às gargalhadas que nem se apercebam de que eles começaram (outra vez) a cantar. Depois de vários meses no Teatro da Trindade e Auditório dos Oceanos, ambos em Lisboa, o espetáculo está em cena até ao próximo dia 25 de fevereiro no Teatro Sá da Bandeira, no Porto.

Pode ver mais imagens no Instagram do ESCPORTUGAL AQUI.


Este e outros artigos também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: ESCPORTUGAL / Imagens: FORÇA DA PRODUÇÃO

3 comentários:

  1. Anónimo15:07

    No no Teatro Trindade e é de rir do principio ao fim :-)

    ResponderEliminar
  2. Anónimo16:08

    Esta peça é Portugal 😁 adorava ver uma participação deste tipo, humanos com bonecos, no FC

    ResponderEliminar
  3. Anónimo13:25

    Uma entrevista: http://sic.sapo.pt/Programas/grande_tarde/videos/2017-01-19-Avenida-Q

    Uma música (para todas as idades): http://media.rtp.pt/caporcasa/videos/avenida-q-na-merda-estas-merda

    A Cultura é cara neste País, tendo em conta a crua realidade em que vivemos. Lá vou ter de me privar de algo (de que não deveria), pois parece ter qualidade, como afirmam.

    ResponderEliminar