"Sem Fazer Planos Do Que Virá Depois" acompanhado por mais de 500 mil espectadores


O primeiro episódio de "Sem Fazer Planos Do Que Virá Depois", documentário sobre as vitórias de Salvador Sobral, foi acompanhado por mais de 500 mil espectadores, sendo o 17.º programa mais visto dos canais generalistas.

O primeiro episódio de "Sem Fazer Planos Do Que Virá Depois", documentário de Nuno Galopim e Miguel Pimenta sobre as vitórias de Salvador Sobral no Festival da Canção e no Festival Eurovisão, como pode recordar AQUI, foi acompanhado por mais de 500 mil espectadores. A transmissão, a quinta mais vista do dia da RTP1, contabilizou 5,2% de rating e 10,1% de share, ocupando a 17.ª posição na tabela dos programas mais vistos do dia.

Esta noite, às 21h00 (hora de Lisboa), será transmitido o segundo episódio do documentário, que mostrará imagens exclusivas dos bastidores do Eurovision Song Contest 2017 em Kiev, contando com testemunhos dos irmãos Sobral, Lena d'Água, Celina da Piedade, Noiserv, Tozé Brito, Júlio Isidro, Filomena Cautela, Nuno Galopim, Gonçalo Madaíl, Carla Bugalho, entre muitos outros.



Este e outros artigos também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: Zapping/ESCPortugal / Imagem: Google / Vídeo: RTP

7 comentários:

  1. Anónimo16:38

    Podiam era passar a final...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pedro Carvalho17:17

      a rtp 1 passa um compacto da final no proximo domingo ao meio dia

      Eliminar
  2. Pedro Carvalho17:04

    Gostei de ver, mas houve uma falha grave: nao terem entrevistado o Luis Figueiredo, arranjador da cancao e quem o Salvador fez questao de agradecer no final da ultima atuacao no ESC

    ResponderEliminar
  3. Anónimo19:08

    Este sim é o episódio "sem fazer planos do que virá depois" que queremos ver. Acompanhei bons momentos e divertidos na altura que não passou na TV. (f)

    ResponderEliminar
  4. Anónimo22:02

    Tal e qual como eu imaginei este episódio. Gostei muuuuuuuuuuuito! Sorri do início ao fim ❤❤❤❤❤❤❤❤❤❤❤❤

    ResponderEliminar
  5. Anónimo11:35

    Pena as audiências serem tão baixas...

    ResponderEliminar