Portugal: Boa nova de Salvador Sobral em destaque na imprensa

A imprensa desta manhã dá grande destaque ao aguardado transplante de coração de Salvador Sobral. A conferência de imprensa da tarde de ontem enche páginas dos jornais.

A boa nova surgiu ao início da tarde deste sábado: Salvador Sobral foi submetido a um procedimento cirúrgico para receber um novo coração. O vencedor do Festival da Eurovisão 2017 sofria de insuficiência cardíaca e está internado numa unidade hospitalar da zona de Lisboa desde setembro passado. As edições online dos jornais e as televisões deram já ontem grande destaque à notícia, transmitindo em direto a conferência de imprensa com a equipa médica. Na página de facebook do músico confirmava-se a informação.

Esta manhã, foi a vez dos jornais em papel. O Jornal de Notícias ocupa grande parte da primeira página com uma fotografia do músico. "Bate, bate coração" é o título escolhido pela equipa do matutino. O jornal escreve: "O médico que o operou, Miguel Abecasis, contou que Salvador lhe disse três coisas, ao receber a notícia de que o transplante iria acontecer. Perguntou se o médico estava em boa forma para o operar, pediu para "ouvir música clássica e, por fim, desejou "boa sorte" ao cirurgião. "Ele estava muito bem preparado" e ciente de tudo, acrescentou o clínico". Acrescenta: "Quando acordou da cirurgia, que demorou cerca de quatro horas, agradeceu a toda a equipa". Ao JN, Miguel Abecasis desmentiu notícias veiculadas em alguma imprensa de que já teria havido uma tentativa de transplante anteriormente e garantiu que o doente foi "operado na primeira oportunidade".




"Salvador já tem novo coração" escreve, em título, o Correio da Manhã, que também apresenta como foto de destaque da primeira página uma imagem de arquivo do Salvador sorridente. "O transplante do Salvador, do ponto de vista técnico, é igual aos outros", disse Miguel Abecassis, do Serviço de Cirurgia Cardiotorácica, citado por este jornal, adiantando que Salvador Sobral está "muito bem-disposto" e que quando acordou agradeceu à equipa que o operou. Esta, por seu turno, disse que "a recuperação será demorada", o que é "normal neste tipo de transplantes", mas que o músico "vai ter uma vida completamente normal se tudo correr bem".  O médico confessou, contudo, "não fazer ideia quanto tempo Salvador Sobral terá de ficar internado", esclareceu que "há toda uma série de cautelas a ter nas primeiras duas semanas" e que a recuperação "é longa e vai envolver outros profissionais". Sobre o dador "nem uma palavra dos três médicos presentes na conferência de imprensa", que "apenas aproveitaram para agradecer a generosidade e o amor, algo que merece reflexão". 

O jornal Público não chama para a primeira página esta notícia, contudo, no interior faz o devido relevo. "Os médicos agradeceram a toda a equipa e elogiaram a vontade do cantor português", escreve o Público.  “O Salvador está muito animado e bem-disposto”, garantiu o médico. "Ainda assim, como noutros procedimentos semelhantes, há uma série de cautelas a ter nestas primeiras duas semanas de recuperação", sublinharam.

Das versões digitais de diversos jornais, destacamos O Observador. "Momentos antes de entrar para o bloco operatório, onde receberia um transplante de coração, Salvador Sobral desejou boa sorte ao cirurgião e pediu para ouvir música clássica". Pegando neste pormenor, o jornal online recorda como começou a paixão de Salvador pela música e, em particular por Chet Baker. 

Por fim, o semanário Expresso que, não obstante ter saído para as bancas antes da notícia, dá o devido relevo no seu espaço web. "Os médicos sublinharam que Salvador Sobral esteve muitos meses em lista de espera. José Manuel Correia, diretor clínico do hospital, fez questão de agradecer ao Serviço Nacional de Saúde por ter sido o palco que fez concretizar esta intervenção”.



Este e outros artigos também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: JN, CM, EXPRESSO, OBSERVADOR, PÚBLICO

2 comentários:

  1. Anónimo14:13

    Que bom saber isso, Salvador é "Portugal" como disse uma menina. Temos um grande carinho por ele e ficamos fascinados com o seu trabalho. Desejo-lhe uma boa recuperação.

    ResponderEliminar