A ARJ Macedónia é o 43.º país oficialmente confirmado no Festival Eurovisão 2018. A edição sediada em Lisboa atinge o recorde de participantes, atingido anteriormente em Belgrado e Dusseldörf.

Depois de ter sido afastada da lista oficial de participantes do Eurovision Song Contest 2018 devido às dívidas acumuladas da emissora estatal MRT à EBU/UER (AQUI), a ARJ Macedónia será o 43.º país participante no Festival Eurovisão 2018, anunciou a União Europeia de Radiodifusão esta manhã. Deste modo, a edição do certame sediada em Lisboa alcançado o número recorde de participantes (43) atingido em Belgrado 2008 e Dusseldörf 2011.


Jon Ola Sand, supervisor executivo do concurso, enalteceu os trabalhos da EBU/UER e da MRT em torno desta situação: "A EBU e a MRT trabalharam rapidamente para encontrar uma solução, o que faz com que a MRT se possa juntar novamente a nós no Festival Eurovisão."



A ARJ da Macedónia participa no Festival da Eurovisão desde 1998, tendo participado por 17 ocasiões no certame europeu. O melhor resultado obtido pelo país remota a 2006, quando Elena Risteska e Ninanajna conquistaram a 12.ª posição em Atenas, sendo que desde a implementação das duas semifinais, o país apenas conseguiu o apuramento em 2012. Em Kiev, a ARJ Macedónia foi representada por Jana Burčeska e Dance Alone, terminando na 15.ª posição com 69 pontos, falhando o apuramento para a Grande Final pelo quinto ano consecutivo.


Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte/Imagem/Vídeo: Eurovision.tv

7 comentário(s):

  1. Anónimo10:34

    Bem-vinda a Lisboa, querida Macedónia!

    ResponderEliminar
  2. Jefferson10:40

    Maravilha. Boa sorte para a Macedônia!!!!!

    ResponderEliminar
  3. Anónimo12:03

    Boaaaaa

    ResponderEliminar
  4. Anónimo15:39

    Ahhh, ainda bem! Devolveram-me a Macedónia!

    ResponderEliminar
  5. Anónimo17:24

    Yes. A Macedónia é um dos meus países favoritos no ESC. Excelente notícia.

    ResponderEliminar
  6. Anónimo18:17

    Só mais um... please (o)

    ResponderEliminar
  7. Anónimo16:58

    Mais 1 é que era, para ficar o recorde batido em Portugal... e não é assim tão difícil, nem que fossem buscar Marrocos ou assim... Va la, façam um forcing...

    ResponderEliminar

Temas em Destaque

 
Top