A EBU/UER revelou, ontem, mais pormenores sobre o novo sistema de votação do Festival Eurovisão Júnior 2017. Contudo, a possibilidade de votar no próprio país não agradou à grande maioria dos seguidores do concurso.

Depois de ter revelado o novo sistema de votação do concurso em agosto passado, como pode recordar AQUI, a União Europeia de Radiodifusão revelou um vídeo onde explica todo o processo da votação online, responsável por 50% da votação final do concurso. A votação estará aberta a todos os internautas, sendo que pessoas de todo o mundo poderão votar nos seus favoritos a partir de 24 de novembro, sexta-feira. 

O site oficial do concurso apresentará vídeos de todas as candidaturas, sendo que cada utilizador poderá votar em três, quatro ou cinco países, incluindo o próprio país. A votação ficará aberta até momentos antes do concurso começar, a 26 de novembro, sendo que voltará a abrir durante quinze minutos após a atuação de todas as comitivas. 


Contudo, a possibilidade de votar no próprio país não agradou à grande maioria dos eurofãs que garantem que há países que irão partir em vantagem devido à maior população, como a Polónia e a Rússia. "A Polónia vai ganhar facilmente com este sistema" e "Vamos ver a Rússia a dar pontos a si mesma" são alguns dos comentários que se podem ler nas redes sociais do concurso.

Fora do concurso desde 2007, Portugal está de regresso ao Festival Eurovisão com "Youtuber", tema que será defendido por Mariana Venâncio. Recorde a atuação de seguida:



Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte/Imagem: JuniorEurovision / Vídeo: JuniorEurovision/ESCPortugal

2 comentário(s):

  1. Vai ser a eurovisão mais polémica do ano...

    ResponderEliminar
  2. Anónimo21:15

    Realmente a EBu neste concurso esta cada vez pior... Enfim... Ridiculo... Russia, Ucrania, Polonia partem em vantagem pela sua imensa populaçao... Nao e justo

    ResponderEliminar

Temas em Destaque

 
Top