Gohar Gasparyan, chefe de delegação da Arménia, revelou que irá pedir uma investigação sobre a votação online do Festival Eurovisão Júnior 2017: "a votação foi incompleta e precisa de uma séria investigação".

Depois do sexto resultado de Misha e "Boomerang" em Tbilisi, o pior resultado do país desde 2013, a chefe de delegação da Arménia, Gohar Gasparyan, revelou, através das redes sociais, que irá solicitar uma investigação à votação online. "A votação online foi incompleta e precisa de uma séria investigação" escreveu, não revelando, contudo, mais nenhum pormenor sobre essa solicitação. De realçar que Gohar, responsável pelas participações eurovisivas do país nos últimos anos, esteve envolvida na produção do evento em 2011.

Misha e "Boomerang" foram os representantes da Arménia no Festival Eurovisão Júnior 2017, terminando em 6.º lugar com 148 pontos, 8 deles oriundos do júri de Portugal. A candidatura foi a 4.ª mais votada dos júris nacionais, mas o 8.º lugar da votação do público ditou que o país terminasse na pior posição desde 2013. Recorde a atuação de seguida:



Este e outros artigos também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: Eurovoix / Imagem/Vídeo: JuniorEurovision.tv

8 comentário(s):

  1. Anónimo16:08

    A canção não valia nada... Temos pena.

    ResponderEliminar
  2. Anónimo17:06

    Youtuber era muito melhor que esta canção arménia. Injustiça de resultado!

    ResponderEliminar
  3. Anónimo19:53

    Que a votação online precise de ser investigada não duvido(depois de tanto problema no próprio dia...)
    Mas estes quando não terminam no top3 ficam bem chateados...para a próxima não inventem tanto,tanta volta naquele hoverboard estragou tudo incluindo a voz do rapaz.

    ResponderEliminar
  4. Anónimo20:22

    também estou a ficar fato de tanta corrupção,
    A Arménia devia ter ganho em 2014,2015 e 2017

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo22:01

      Lol , nao mesmo

      Eliminar
  5. Fazem bem em reclamar, aquela votação online foi uma vergonha! Se vários países ameaçarem com a não participação no próximo ano tenho a certeza que a EBU mexe-se já.
    Além de que as audiências em quase todos os países foram desastrosas! Não vejo grande futuro para este concurso se as coisas continuarem assim...

    ResponderEliminar
  6. Anónimo06:01

    Durante quantos anos mais será necessário dizer que este concurso não devia existir... deixem estes miúdos em paz e brincar com musica, não competir com ela num ambiente de adultos.

    ResponderEliminar
  7. Anónimo09:46

    Pois deve ser revisto. Nao porque a Arménia ficou fora do top 3 mas sim porque nao foi possível votar na altura que toda a gente deveria votar, ou seja, depois de ouvirmos todas as actuações ao vivo

    ResponderEliminar

Temas em Destaque

 
Top