Estreante em 1987, a OGAE Portugal participou em 29 edições do OGAE Song Contest, conquistando 1 vitória e outras 10 posições no top10. Recorde connosco todas as participações da associação portuguesa no concurso virtual.


Realizado pela primeira vez em 1986, o OGAE Song Contest é o concurso virtual mais antigo organizado pela OGAE International. Alemanha, Finlândia, Holanda, Noruega e Suécia competiram na primeira edição do concurso que contava com canções interpretadas nas línguas nacionais: anos mais tarde, a competição passou a contar apenas com temas lançados nos países de origem nos últimos 12 meses. A OGAE Portugal estreou-se em 1987, tendo participado em 29 edições do concurso. 

Um dos maiores sucessos da década de 80 deu o mote para a estreia da OGAE Portugal
"Telepatia", um dos intemporais temas da música portuguesa, foi a escolha da OGAE Portugal para se fazer representar no OGAE Song Contest de 1987, a segunda edição do concurso virtual e a primeira que contou com a participação da associação portuguesa. Entre 10 países, Lara Li conquistou o 5.º lugar, uma das melhores classificações até aos dias de hoje. Fora da edição de 1988, a OGAE Portugal escolheu a banda brasileira Roupa Nova (12.º) para a edição de 1989, tendo as duas participações seguintes estado a cargo de Lena d'Água (9.º) e Ghida de Palma (9.º).


Nucha conquistou a primeira (e única) vitória da OGAE Portugal no concurso
Dois anos depois da participação eurovisiva, Nucha foi a escolhida para representar a OGAE Portugal no OGAE Song Contest de 1992 com "Se o dia nascesse". O tema, que esteve incluído no disco de estreia da cantora, arrebatou a competição com 115 pontos, sendo a primeira e única vitória da OGAE Portugal no concurso virtual... Contudo, no ano seguinte, a associação portuguesa retirou-se e apenas voltou a participar em 1994.


De 1994 a 2000 a aposta foi (quase) totalmente no feminino... e com dupla Dulce Pontes
De regresso à competição, a OGAE Portugal fez-se representar por Dulce Pontes na edição de 1994, tendo a representante portuguesa no Festival Eurovisão de 1991 conquistado apenas o 12.º lugar, posição que a própria superaria em 1996 quando alcançou a 11.ª posição com "A Brisa do Coração". Finalista do Seleção Nacional, Ana Isabel, corista da comitiva portuguesa em Dublin, foi a escolhida em 1995 para representar a OGAE Portugal no concurso com "Feiticeira", versão gravada para a compilação do concurso nacional. Né Ladeiras (17.º), Mãozinha (18.º), Xanadú (12.º) e Romana (17.º) foram os representantes seguintes, conquistando classificações bastante modestas.


Ala dos Namorados em último (e a zeros) e Nonstop, Teresa Radamanto e Rosa Negra no top10
O novo século não começou bem para a associação portuguesa: representada pelos Ala dos Namorados e "Fim do Mundo", a OGAE Portugal ficou no fim... da tabela, sem qualquer pontuação. O grupo Nonstop, que viria a representar Portugal em Atenas, foi o escolhido para a edição de 2002 com "Basta um sorriso" conquistando a primeira classificação no top10 desde 1992. Ana Malhoa (13.º) e Santamaria (8.º) seguiram-se nas escolhas, enquanto que em 2005 a OGAE Portugal selecionou Teresa Radamanto. A representante de Portugal em 2003, Rita Guerra, foi escolhida em 2006 com "Chegar a Ti" não indo além do 23.º lugar entre 28 canções, enquanto que Rosa Negra, em 2007, conquistou um dos melhores resultados da associação: o 4.º lugar com 104 pontos.


Ana Malhoa voltou a ser a escolhida e conquistou a maior pontuação de sempre
Depois do 22.º lugar do grupo Xaile em 2008, Ana Malhoa voltou a ser escolhida pela OGAE Portugal, fazendo-se representar por "Tu És O Fogo" na edição de 2009. Com 132 pontos, a maior pontuação de sempre, a cantora alcançou a 4.ª posição entre 30 países. Depois da experiência eurovisiva, os Flor de Lis foram escolhidos para a edição de 2010, terminando em 17.º lugar, sendo seguidos por Amor Electro (16.º), David Carreira (20.º) e Narayana (15.º). Quatro anos depois do 4.º lugar de Ana Malhoa, a OGAE Portugal regressou ao top10 do concurso com Kátia Aveiro (10.º) em 2014, falhando a marca na edição seguinte com Mickael Carreira a não conseguir ultrapassar o 21.º lugar.


Mariza foi a escolhida da OGAE Portugal nas últimas duas edições
Com "Melhor de Mim", um dos seus últimos sucessos, a fadista Mariza foi a escolhida da OGAE Portugal na edição de 2016. Com apenas 31 pontos, a candidatura terminou em 14.º lugar, entre 28 países. Contudo, a cantora voltou a ser escolhida pelos associados portugueses: "Livre", tema de Mariza com Mastiksoul, conquistou 100 pontos e o 5.º lugar na edição de 2017, sendo o melhor resultado da associação portuguesa desde 2009.



Recorde, de seguida, todas as participações da OGAE Portugal no OGAE Song Contest:

1992: Nucha - Se o dia nascesse - 1.º lugar (16 países) - 115 pontos
2000: Romana - Ex-mulher (ex-amor) - 17.º lugar (26 países) - 36 pontos
2007: Rosa Negra - Fado Latino - 4.º lugar (29 países) - 104 pontos

Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: ECGermany / Imagem:ESCPortugal / Vídeo: Youtube

3 comentário(s):

  1. Anónimo02:13

    Em muitos dos anos, esta OGAE Portugal teve cá um gosto musical que vou te contar...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo09:17

      Junta-te 'a OGAE e contribui com o teu precioso gosto musical.

      Eliminar
    2. Anónimo11:24

      LOLOL An­onima das 09.17

      Eliminar

Temas em Destaque

 
Top