No passado sábado, o Salão Caffé do Casino da Figueira encheu por completo para receber Luísa Sobral. Uma plateia composta por um público de todas as idades que não deixou “escapar” a oportunidade de conhecer em palco uma das cantoras e compositoras que mais sucesso tem conquistado neste ano de 2017. O ESCPORTUGAL esteve na Figueira da Foz. 

Com quatro discos gravados, centenas de concertos realizados, milhares de seguidores nas redes sociais e aclamada como uma das melhores vozes da atualidade, Luísa Sobral chegou ao Casino da Figueira com muito para cantar. Foi mais além e presenteou o público com uma viagem pela paixões da sua vida que a inspiram e ajudam a construir o processo artístico. Fomos recebidos por um ambiente intimista recriado em palco, como se de uma sala de estar se tratasse, destacando-se a diversidade de candeeiros de mesa que se acenderam aos primeiros acordes musicais. O próprio local onde o concerto se realizou – o Salão Caffé – proporcionou todo um requinte e excentricidade que nem todos os espaços o conseguem. No teto, frescos centenários dão vida a um cenário surrealista, onde o clássico e o contemporâneo se fundem numa dança apaixonante de cores e de luz.


Luísa surge da penumbra e foi recebida por uma enorme salva de palmas, com muitos dos presentes em pé. A cantora e compositora dirige-se para o piano, à nossa esquerda do palco, e começa a tocar “Learn how to love”, tema do seu último álbum. No palco já se encontravam os seus quatro músicos, Carlos Miguel Antunes (bateria), Mário Delgado (guitarra), Ricardo Marques (contrabaixo e baixo) e João Salcedo (piano e teclas). Seguiu-se, ainda ao piano, “On my own”. Depois, dirige-se para o centro e já com guitarra apresenta o primeiro tema em português “Jardim Roma”, desta feita com uma interpretação ousada e muito harmoniosa. 



Ao longo de mais de 90 minutos de concerto, Luísa foi conversando com o público e recordando a sua recente passagem pela Figueira da Foz. Desta forma, Luísa soube manter um excelente ritmo de espetáculo. Soube dosear as palavras, falar ao público nos momentos certos. Durante os temas destacamos o jogo de luzes, envolvendo os candeeiros e os frescos do teto. Um jogo de luzes sóbrio, mas com uma capacidade de criar a ideia de intimidade numa sala grandiosa como esta.

O 4.º tema da noite foi "As The Night Comes Along", seguindo-se “Janie”, tema favorito da sua mãe, como fez questão de dizer. Luísa conseguiu criar muito bem aquela espécie de atmosfera bluesy tão inerente à sua música, dando uma emoção muito especial ao tema. De seguida, Luísa trocou o inglês e o português pelo francês ao cantar “Je t’adore”. De destacar aqui o solo de percussão, que mereceu uma reação apoteótica do público. Em continuação um tema de Billy Joel de 1989 que a cantora integrou no seu álbum, "And So It Goes", aqui interpretado apenas ao som do piano pelas mãos da própria. Ainda ao piano pudemos ouvir "Rainbow", um tema do 2.º álbum lançado em 2013. “Inês” foi interpretado antes de um dos grandes momentos da noite: “Amar pelos dois”. Apenas a voz de Luísa, a guitarra de Mário Delgado e um foco de luz sobre ambos. O silêncio apoderou-se da sala, com o público extasiado a ouvir. Até que Luísa teve de pedir que o público a acompanhasse. 

O ESCPORTUGAL gravou esse momento, especialmente para os nossos leitores: 


Do 3.º álbum, lançado em 2014 especialmente criado para as famílias, surgiu “João”, muito cantarolado na sala. Um dos momentos divertidos da noite, uma versão “à Luísa” de “Hello”, tema celebrizado por Adele, apenas acompanhada por um dos seus músicos à percussão. Depois das despedidas, o público não deixou que Luísa fosse definitivamente embora: O inevitável encore fez-se com "I Will Be Home With You Tonight", canção escrita nos momentos solitários numa digressão no estrangeiro, quando as saudades de casa apertavam. E foi sozinha, ao piano, que Luísa interpretou o tema. Por fim, "Xico", cantado com o público a reagir como se de um grande coro se tratasse. 



Alinhamento:
Learn how to love
On my own
Jardim Roma
As the night comes along
Janie
Je t’adore
And so it goes
Rainbows
Inês
Amar pelos dois
Paspalhão
Stormy Weather
João
Hello
My man
Cupido
I’ll be home with you tonight
Xico.

Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: ESCPORTUGAL / Imagem: ESCPORTUGAL / Vídeo: ESCPORTUGAL

1 comentário(s):

Temas em Destaque

 
Top