Louis Walsh, responsável pela participação irlandesa no Festival Eurovisão 2017, confessa ter recebido recusas dos maiores compositores do país: "A maioria nem queria saber do concurso".

O jurado do X Factor Louis Walsh, responsável pela candidatura da Irlanda na última edição do Festival Eurovisão, esteve, no passado sábado, no programa Saturday Night with Miriam na emissora irlandesa, onde abordou a participação de Brendan Murray em Kiev. "Ele cantou tão bem (...) Eu escolhi a canção e o cantor e pensava que ele iria conquistar uma boa posição" afirmou o mentor.

Questionado por Miriam sobre se a Irlanda poderá voltar a vencer o certame, Louis Walsh recusa-se a deitar a toalha ao chão: "Podemos ganhar com esta fórmula. Escolhi uma balada porque sempre ganhámos com baladas, basta lembrar do Johnny Logan, Linda Martin e Niamh Kavanagh. (...) Achava mesmo que iríamos conquistar um bom lugar. E acho que a RTÉ deverá apostar nisso".

Contudo, o período antes da escolha de Brendan Murray não foi fácil para Louis Walsh, que confessou ter recebido inúmeras recusas. "Contactei alguns dos compositores mais conhecidos do nosso país... a maioria nem queria saber. E alguns cantores recusaram-se a participar, porque têm medo de não estar bem em palco" revelou, recusando a ideia que tal apenas acontece na Irlanda, "Acontece em todo o lado... mas acho que devemos continuar. A Eurovisão mudou: já não é um mero concurso de música, mas algo como os MTV Awards".

Estreante em 1965, a Irlanda conta com 50 participações no Festival Eurovisão, sendo o país com maior número de vitórias no certame: 7 (70, 80, 87, 92-94, 96). Contudo, nos últimos anos, a Irlanda tem ficado arredada dos grandes resultados: desde a instauração das semifinais, o país falhou o apuramento por seis ocasiões, obteve dois últimos lugares e apenas entrou no top10 em duas ocasiões (2006 e 2011). Em Kiev, Brendan Murray representou a Irlanda com "Dying to Try", terminando o concurso em 13.º com 86 pontos (a 15 do apuramento). Recorde a atuação de seguida:




Este e outros artigos também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: RTE/ Imagem/Vídeo: eurovision.tv

4 comentário(s):

  1. Anónimo11:36

    Queliquebeite

    ResponderEliminar
  2. Anónimo15:03

    Ele ate deu a resposta aos maus resultados que obteve: " Escolhi uma balada porque sempre ganhámos com baladas".
    Repetir sempre a mesma formula so porque resultou antes, nunca da bom resultado no futuro... Sobretudo, quando se mantem o mesmo estilo de baladas antiquadas.

    ResponderEliminar
  3. Anónimo17:06

    antes que falem deste senhor...ele elogiou o Salvador e disse que ia ganhar.

    ResponderEliminar
  4. Anónimo22:39

    O que mudou foi que a Irlanda deixou de ter a grande vantagem que tinha. Agora todos cantam em inglês.

    ResponderEliminar

Temas em Destaque

 
Top