A emissora cipriota CyBC estará em negociações com um conhecido compositor para compor a candidatura para o Festival Eurovisão 2018, avança a INFE Greece. Contudo, Thomas G:Son, responsável pelas últimas duas participações, está fora dos possíveis escolhidos.

Depois de ter revelado a intenção de organizar uma final nacional para o Festival Eurovisão 2018 (tal como pode recordar AQUI), a emissora cipriota CyBC estará em negociações com um compositor bem sucedido no certame para ser o responsável pela candidatura do país em Lisboa. A notícia é avançada pela INFE Greece, associação de fãs gregos, que revela que o compositor, cujo nome não é avançado, estará na ilha nos próximos dias para se reunir com o diretor geral para estabelecer o acordo final.

Apesar de apenas ter sido revelado que o compositor é estrangeiro, há um nome que está fora dos possíveis escolhidos: Thomas G:son, vencedor do Festival Eurovisão 2012 e responsável pelas últimas duas participações do país, não é o compositor escolhido, avança a publicação.

Além disso, o site avança que a emissora CyBC mantém os planos para a realização de uma final nacional: a escolha de um cantor internamente que interpretará diversos temas do compositor escolhido numa gala ou um concurso de talentos são duas das opções em estudo pela emissora.

Estreante em 1981, Chipre participou em 34 edições do Festival Eurovisão, falhando o apuramento para a Grande Final em seis ocasiões. Com a vitória de Salvador Sobral por Portugal, o país tornou-se o país com maior número de participações e sem nenhuma vitória, tendo como melhor resultado o quinto lugar alcançado em 1982, 1997 e 2004. Em Kiev, Hovig representou Chipre na competição com Gravity terminando em 21.º lugar com 68 pontos, 1 deles oriundo do júri português. Recorde a atuação de seguida:


Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: Escxtra / Imagem/Vídeo: Eurovision.tv

10 comentário(s):

  1. Anónimo04:04

    ui...será que falham a final este ano?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo11:16

      Não, Portugal é que vai falhar a final e é já em 2019. Espera só pra ver!

      Eliminar
    2. Não pode falhar se ganhar em 2018... e se acham que isto foi um golpe de sorte... é o resultado, antecipado certo, mas o resultado de uma estratégia... tal como o da seleção nacional o foi...

      Agora acho curioso todos os comentários que auguram o retorno aos mais resultados... até parece que é o que desejam... não vamos achar que somos os melhores... nem como muitos acham, uns desgracadinhos e coitadinhos... que só a Suécia é que vai sempre ter bons resultados...
      lembram-se do Luxemburgo... da França... da irlanda...?!!
      Vamos ser equilibrados e estar conscientes que tanto podemos ter excelentes resultados como péssimos... ou médios...

      Eliminar
    3. Anónimo13:56

      Os paises participantes estão focados em melhores escolhas e até cantar na própria língua. E quem sabe Portugal vence de novo mais duas vezes seguidas. (O) isto é pedir muito mas desde que sejamos bem classificados já é bom.

      Eliminar
    4. Anónimo14:50

      Temos vidente lol

      Eliminar
    5. Anónimo15:44

      Porquê tanto veneno? Porque é que tantos eurofãs portugueses (ou será sempre a mesma pessoa?) só querem o falhanço de Portugal?

      Eliminar
    6. Anónimo18:24

      Nao liguem... Este é sempre o mesmo.. Esta sempre a comentar contra tudo e todos... Eu nao adivinho... Mas quero que Portugal tenha sempre o melhor resultado possivel ate porque ja estava farto de ficarmos pela semi (alias nunca tinha visto Portugal passar pois vejo desde 2011)... Ate de inicio nao era grande fã de Amar pelos dois mas depois de ouvir com mais atençao a atuaçao no FC comecei a gostar mas longe de imaginar que ganharia... Mas quando ganhou fiquei super feliz e ficaria de qualquer que fosse o resultado na final... O que interessa e termos boas classificaçoes mas alguns parecem so querer o mal do pais.. Criticavam tanto antes a RTP pelos maus resultados.. Agora que ganham e que a RTP tem feito um bom trabalho so sabem criticar a mesma...

      Eliminar
    7. Anónimo19:46

      Animem_se, Portugal fez um exelente trabalho e fará. Criticar sem avaliar os passos que deram e darão é manifestarem_se à toa. Vejam agora, começou bem na escolha da cidade e até mesmo como vão escolher os participantes. Parabéns RTP Portugal e a outros mais...sigam com boa energia! :)

      Eliminar
    8. Anónimo21:23

      E o Chipre também pode ter bom resultado pó ano? Ou como é pó Chipre pode-se tar a augurar maus resultados?

      Eliminar
    9. Rui Duarte eu tb tenho esse feeling, ou ganha ou andará perto, mas uma coisa é certa, nos proximos 4 ou 5 anos vamos ganhar outra vez. Se este ano der $$$ e projectar bem o país, é certinho direitinho.

      Eliminar

Temas em Destaque

 
Top