Lena d’Água esteve em Cantanhede para um concerto muito especial apenas acompanhada ao piano. O ESCPORTUGAL esteve lá.

Durante mais de uma hora, Lena d’Água mostrou que, não obstante já estar a completar 40 anos de carreira, continua com uma voz única e com uma frescura que a torna inconfundível. Neste concerto na Praia da Tocha, em Cantanhede, a intérprete esteve apenas acompanhada pelo pianista Ricardo Dias, músico que conhece bem e com quem trabalha há mais de duas décadas. A noite começou com “Aqui dentro de casa”. “Eu tinha 17 anos quando me apaixonei por esta canção de José Mário Branco”, disse ao público, antes dos primeiros acordes. Seguiram-se os seus êxitos de sempre, como “Sempre que o Amor me Quiser”, o apetecível “Dou-te um Doce”, e ainda “Perto de ti”, “A Barca dos Amantes”, “Estou Além”, e “Nunca Me Fui Embora”, a canção com a qual concorreu ao Festival da Canção 2017.

 A noite não se fez só dos seus próprios êxitos: Lena d’Água cantou temas de autores e compositores que tanto admira, como Sérgio Godinho e Pedro Osório. “A noite passada ”, “Brilhozinho nos olhos”, “Não é fácil o amor” ou “Barca dos Amantes” foram ouvidos nesta noite.

No concerto de Lena d’Água há dois destaques: a extraordinária performance da artista, com uma capacidade vocal inacreditável, e o alheamento de parte do público, que não teve a capacidade de saborear tão peculiar iguaria.



Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: ESCPORTUGAL / Imagem: ESCPORTUGAL

0 comentário(s):

Enviar um comentário

Temas em Destaque

 
Top