Braga é uma das cidades portuguesas na corrida para receber o Festival Eurovisão da Canção de 2018, tal como avançou o presidente da RTP. Neste artigo, dizemos-lhe tudo o que precisa de saber sobre uma das potenciais cidades anfitriãs da competição europeia.

A CIDADE
Braga é uma cidade portuguesa situada no Norte de Portugal, sendo a sétima cidade com maior população no país. Conhecida como a Cidade dos Arcebispos, é sede de município e de distrito, tendo sido distinguida, em 2012, como Capital Europeia da Juventude. Com 110 mil habitantes na cidade e 848.000 no distrito, segundo os Censos de 2011, a cidade é considerada como uma das mais jovens da Europa com a maioria dos seus habitantes a ter entre 25 e 50 anos.


Com mais de 2000 anos de história, Braga é a mais antiga cidade portuguesa e uma das cidades cristãs mais antigas do mundo. A sua fundação remonta a ano 16 a.C. tendo sido denominada Bracara Augusta, nome dado pelos romanos em honra do Imperador César Augusto. Foi capital da Galécia sendo que, após conquistas e reconquistas de vários povos, foi incluída no dote de casamento dado por D. Afonso IV, rei de Leão, à sua filha D. Teresa aquando do casamento com o Conde D. Henrique de Borgonha, pais do primeiro rei de Portugal. Em 1809, em plenas invasões francesas, a cidade foi palco da Batalha do Carvalho d'Este, sendo que, anos mais tarde, foi também palco de importantes confrontos entre o povo e as autoridades aquando da Revolta da Maria da Fonte na Póvoa de Lanhoso. No século XX, a considerada Capital do Minho, foi o palco do início da Revolução de 28 de Maio de 1926, pronunciamento militar em que o general Gomes da Costa colocou fim à 1.ª República.


TRANSPORTES
Graças à sua propícia localização geográfica, Braga é facilmente acessível por carro, comboio e autocarro. A cidade é servida por 5 autoestradas - pelo Norte (A3), Sul (A3 e A1 de Lisboa), Este (A11 e A7) e Oeste (A28) -, estando ligada a vários pontos do país através dos Serviços da CP - Alfa Pendular, Intercidades e Comboios Urbanos do Porto - e da Rede Expressos e Renex.

A 30 minutos do centro da cidade (cerca de 50 km de distância) está o Aeroporto Francisco Sá Carneiro que é facilmente acessível: por comboio/metro a deslocação ficará em cerca de 5 euros, mas com duração de 2 horas, de autocarro demorará 50 minutos e custará 8 euros enquanto que poderá chegar em 40 minutos de táxi, mas com um custo aproximado de 60 euros.



O Aeroporto Humberto Delgado (a 350km) e o Aeroporto de Vigo (a 125km) também poderão ser opções para chegar a Braga, sendo também necessário articular a viagem com outro meio de transporte.

Dentro da cidade a deslocação fica mais fácil: Braga está equipada com uma rede de transportes urbanos TUB que fazem o transporte para todos os pontos de interesse. Os bilhetes turísticos vão de 3,35 euros por dia para uma pessoa até 62,00 euros por três dias para um grupo de dez pessoas. Além disso, a cidade dispõe de uma moderna circular urbana e várias variantes de acesso, possuindo também diversos parques de estacionamento subterrâneos no centro da cidade.

Em todos os Festivais, a organização cria uma série de serviços especiais de autocarros a ligar todos os principais pontos da região à arena e aos hoteis, sendo que, por isso, a acessibilidade não seria problema.


O QUE VISITAR
A longa história de Braga é visível nos seus monumentos e igrejas que se podem encontrar no centro histórico, com grande destaque para a Sé Catedral, edifício que remonta a 1089 e que alberga diversos estilos, do romano ao barroco, e cujas obras terminaram apenas no século XVIII. O Jardim de Santa Bárbara, o Antigo Hospital de S. Marcos e o Arco da Porta Nova são outros dos monumentos que não pode perder quando visitar a cidade, bem como o Palácio do Raio e o restaurado Theatro Circo.




O Estádio Municipal, casa do Sporting Clube de Braga e construído numa antiga pedreira, é outro dos ex-libris da cidade. A escassos minutos do centro histórico é possível chegar ao Santuário do Bom Jesus do Monte, local que deu origem à célebre expressão "Ver Braga por um canudo". Nas suas proximidades é também possível visitar o Santuário do Sameiro, o terceiro maior centro de culto mariano em Portugal.


A apenas 24 quilómetros situa-se Guimarães, considerada o "berço" de Portugal. Esta cidade Património pela UNESCO, tem um dos mais ricos centros históricos do país, onde se destaca o Castelo altaneiro.


ALOJAMENTOS
Segundo os últimos dados, Braga tem 2950 camas, divididas maioritariamente por hotéis de 3 e 4 estrelas. Num raio de 25 quilómetros, o número de camas disponíveis aumenta em 6164. Se alargarmos para um raio de 50 quilómetros, a capacidade aumenta em mais 11 mil camas.

ARENA
Apesar de não ter havido um anúncio oficial, Braga deverá propor o renovado Parque de Exposições como arena para a Eurovisão. O recinto vai sofrer obras de melhoramento, que devem estar concluídas em março. Vai ficar com uma capacidade máxima de 9 mil pessoas, será energeticamente sustentável e terá as mais avançadas tecnologias e infraestruturas logísticas. Passará a ter um restaurante, cafés, bares, lojas e um estacionamento com 600 lugares. Com um novo auditório, uma sala de congressos modular, uma sala de exposições e várias salas de reuniões, o Centro de Exposições de Braga não deverá ter problemas em acomodar todas as delegações e ainda a zona de imprensa. Para além disso, conta com um tratamento acústico de última geração e uma teia para suspensão de equipamentos, muito útil para palcos como o da Eurovisão.


Não foram dadas quaisquer informações sobre os possíveis locais para o Euroclub, a Eurovillage e para a Cerimónia de Abertura. No entanto, isso não deverá ser problema para a proposta bracarense.

Fique atento aos próximos artigos e conheça as restantes cidades 

Esta e outras notícias também no nosso Facebook e Twitter. Visite já!
Fonte: ESCPortugal; Wikipédia; Wikitravel / imagens: Google

24 comentário(s):

  1. Respostas
    1. Anónimo04:19

      Nao o que? Nao e uma candidata como as outras? Nao se pode apresentar a cidade e mostrar as suas condiçoes?
      Caso nao fisse em Lisboa acho que braga teria todas as condicoes...

      Eliminar
  2. Luis Andre Santos00:23

    Não

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo04:19

      Enfim aqui ja nem respondo..

      Eliminar
  3. Anónimo00:40

    Eu sendo de Braga e tendo como sonho ver Portugal organizar a Eurovisão, o que seria de mim se a minha cidade fosse a anfitriã do evento... Contudo, as probabilidades são muito baixas, a começar pelo facto de Lisboa ter todas as condições e mais algumas para organizar o evento. Ora, como eles já têm todas as infraestruturas necessárias e dado que a RTP pretende gastar o mínimo possível, a decisão já estará tomada! Para além disso, tendo já arenas construídas, nem pensar que a RTP e a EBU iriam esperar até março para que o Parque de Exposições de Brafa estivesse remodelado... Talvez numa próxima o ESC venha para Braga...

    ResponderEliminar
  4. Anónimo00:44

    Estive na Eurovisão em Kiev. Braga tem melhores condições

    ResponderEliminar
  5. Anónimo00:44

    Estive na Eurovisão em Kiev. Braga tem melhores condições

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo02:23

      Tb já fui a Braga ver o Benfica, se é que me entende...

      Eliminar
  6. Anónimo00:51

    Não percebo como há gente que quer a Eurovisao aqui no Norte, podendo fazer um figuraço com o Meu Arena e em Lisboa... Apoio a descentralização em eventos que isso se justifique. O ESC não é o que muita desta gente pensa...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo04:36

      Completamente de acordo. Eu até vou mais longe, sou a favor da descentralização e até apoio que se gaste um pouco mais para descentralizar mais do que aquilo que fazemos. Mas tendo em conta que é o nosso primeiro evento, e tudo tem de acontecer muito rápido, não vejo melhor alternativa que fazer em Lx. É o melhor de dois mundos, por um lado é o local que oferece melhores condições, por outro o que não necessita de elevados custos, ou construção, ou requalificação. Pergunto ao ESCPortugal se sabe a data limite para a RTP anunciar o local. Deve estar definido.

      Eliminar
  7. Anónimo03:07

    Isso. Braga, a cidade berço, é a escolha possivel e necessaria!

    ResponderEliminar
  8. Anónimo03:27

    Ainda não perceberam que se está a fazer promoção do país e das cidades com este concurso? Deixem de criticar e espezinhar as cidades portuguesas... #iamfeira

    ResponderEliminar
  9. Anónimo04:18

    Acho que Braga seria uma boa segunda opçao... Tem tudo o que é necessario. Pena e que a Arena tenha de sofrer obras.. Talvez numa proxima vez em que pOrtugak vença, caso as obras ja estejam feitas, seja em Braga...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo11:24

      Como se isso fosse um problema. Basta olharmos para Baku 2012 (construíram uma arena do zero) ou para a Dinamarca 2014.

      Braga é, neste momento, a grande "rival" de Lisboa.

      Eliminar
    2. Anónimo17:09

      Plot twist. Diz aqui que com as renovações terá capacidade para 8000 pessoas...

      Eliminar
    3. Ricardo Alves17:14

      No site da arena leio 15000

      Eliminar
  10. Anónimo12:11

    #iamsobraldemonteagraço

    ResponderEliminar
  11. Rui Ramos12:37

    Obrigado escPortugal por nos trazerem o retrato de algumas cidades portuguesas. Que pelo menos estes artigos sirvam para que alguns conheçam Portugal e não só Lisboa

    ResponderEliminar
  12. Anónimo13:24

    Opiniões como esta de cima: NÃO

    ResponderEliminar
  13. Anónimo16:26

    Guimarães não é cidade património mundial...o centro historico é que foi classificado. Não a cidade toda...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro leitor, esse facto está subjacente no próprio artigo. Gratos pela atenção

      Eliminar
  14. Eu sou de Braga e acho esta proposta ridícula! Só mesmo para satisfazer o ego do Presidente da Câmara e a sua clique.

    ResponderEliminar
  15. Anónimo19:44

    Braga tem cerca de 181.000 pelas contas do Censos 2011.

    ResponderEliminar

Temas em Destaque

 
Top