Manel Navarro, representante de Espanha no Festival Eurovisão 2017, não resistiu a responder a uma utilizadora no Twitter que se manifestava contra as comemorações do Orgulho LGBT: "Os heterossexuais não são perseguidos nem atacados...". A resposta conta com milhares de partilhas.

Depois de ter estado em destaque nas redes sociais devido à sua atuação em Kiev, o representante espanhol no Festival Eurovisão 2017 esteve, recentemente, em destaque no Twitter devido a uma resposta a uma utilizadora que se manifestava contra as celebrações do Orgulho LGBT em Espanha. Tudo começou num post de Albert Rivera, líder do movimento político Ciudadanos:


"Por uma sociedade aberta que garanta a igualdade, liberdade e o respeito de todos. Viva a Vida" escreveu o político, deixando os votos de umas boas celebrações a todos os membros da LGBT. Contudo, o post não agradou a todos e muitos fizeram questão de manifestar o seu desagrado com destaque a uma utilizadora que escreveu: "Os heterossexuais não fazem festas para demonstrar o que são. Esta festa é uma vergonha".


Manel Navarro, representante espanhol em Kiev, utilizou a sua conta oficial na rede social para lhe responder: "Os heterossexuais não têm que sair a reivindicar nada porque ninguém os persegue ou ataca por serem o que são. Esta é a diferença". As palavras do cantor espanhol tornaram-se virais, contando com mais de três mil retweets.


Manel Navarro defendeu Espanha no Festival Eurovisão 2017 com a canção "Do It For Your Lover". Na Grande Final, o cantor obteve a 26.ª (e última) classificação com apenas 5 pontos, todos oriundos do televoto de Portugal. Recorde, de seguida, a atuação:



 Esta e outras notícias também no nosso Facebook e Twitter. Visite já!
Fonte: huffingtonpost.es/ Imagem/Vídeo: eurovision.tv

0 comentário(s):

Enviar um comentário

Temas em Destaque

 
Top