A RTP irá reunir amanhã de emergência para começar a discutir os preparativos para organizar o Eurovision Song Contest 2018.


Nuno Artur Silva, diretor da RTP, revelou que a administração do canal público vai reunir de emergência amanhã para discutir os preparativos para o Festival da Eurovisão 2018. É prematuro avançar com detalhes, mas já há um pedido da organização: que o festival se realize no Meo Arena, em Lisboa.

Os custos — olhando à média dos últimos cinco anos — rondam os 30 milhões de euros. Pode custar menos, mas também pode custar mais. “Tenho aqui ao lado a pasta que os responsáveis da Eurovisão deram à delegação portuguesa e vamos começar agora a olhar para ela. Ainda não temos noção do que isto significa”, confessa Nuno Artur Silva ao Observador.

Começou, desde logo, a circular nos bastidores que o local do festival seria no Meo Arena, em Lisboa. Ao Observador, Nuno Artur Silva revela que a localização “tem fundamento”, já que “os próprios organizadores sugeriram que fosse no Meo Arena“. Nuno Artur Silva lembra que “os custos transcendem a própria RTP“, mas lembra que um evento deste género tem “um potencial comercial grande”, que “atrairá marcas comerciais e certamente a RTP atuará também por esse lado”.


Esta e outras notícias também no nosso Facebook e Twitter. Visite já!
Fonte: Observador / Imagem: eurovision.tv

105 comentário(s):

  1. A Meo Arena é o melhor local em Portugal para organizar a eurovisão.
    Tema maior lotação do país e têm outros espaços ao lado como a FIL e o Pavilhão de Portugal, que podem funcionar como espaços de apoio.
    Para não dizer que o parque das nações têm excelentes acessos.
    Mas preocupa-me é o preço que vai custar a portugal e se isso vai afetar a nossa economia (também terá um forte retorno, mas uma pessoa preocupa-se com estas coisas)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo21:35

      Se eles não olharem muito aos custo sem dúvida o evento vai ser maravilhoso, e é isso que nós e os europes estão a contar com.
      Quanto ao retorno do dinheiro a nível de turismo sem dúvida o vamos ter! Mas para isso tem que ser um evento muito bem oragizado e memorável.
      Portugal têm cada vez mais fluxo de turismo graças a termos tudo...
      A suécia conseguiu ter saldo positivo (Ganhou mais com o turismo do que gastou com a organização, e nós também conseguimos se a RTP quiser.

      Eliminar
    2. Anónimo22:42

      Não consta que a Suécia tenha organizado o festival pós Troika

      Eliminar
    3. 50M não é nada...a Expo custou 5500M e o Eyro2004 600M...
      Portugal tem dinheiro suficiente para fazer um bom espectaculo sem comprometer a economia do país. Nada de exageros..a Eurovisão é barato para uma economia avançada de alto rendimento

      Eliminar
    4. Olhem só o dinheiro que gastaram em segurança por causa do papa vir cá... dá para fazer 2 ou 3 eurovisoes

      Eliminar
    5. Anónimo20:44

      Daniela Ruah com Herman José na apresentação... Só uma ideia.

      Eliminar
  2. È possivel visualizar a reuniao?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo21:52

      Sim claro, se calhar até se arranja lá um lugar para ti

      Eliminar
    2. Anónimo23:11

      Vamos todos ahahah

      Eliminar
    3. 21:12... Isto foi a sério?

      Eliminar
  3. Muchas felicidades a nuestros hermanos portugueses desde España. Estoy seguro de que organizaréis un gran festival en 2018, y dejaréis a la Península Ibérica en un fantástico lugar! Será un festival para recordar! Que ganas tengo ya de ir a Lisboa!

    ResponderEliminar
  4. Anónimo21:17

    Pelo amor de deus, que o evento seja memorável! Que tentem fazer o certame ao mesmo nível que os países nórdicos! Espero que não sejam unhas de fomes, se é que me entendem... Lisboa é um bom sítio mas não se esqueçam que o Porto foi eleito melhor destino europeu este ano e está cada vez mais na moda! Era bom as semi-finais serem no Porto e a final em Lisboa. As câmaras municipais que ajudem, que os outros canais de portugal ajudem, que marcas (publicidade) ajudem, não deixem que seja um evento rafeiro porque vai ser único na nossa história! Nada melhor do que mostrar que somos realmente bons em tudo! ;

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo21:48

      Alguma vez... asserio semifinais em locais distintos da final? E moviam o palco câmaras e luzes em dois dias? E os ensaios? Tenha noção

      Eliminar
    2. Anónimo22:08

      Essa ideia de realizar as semi-finais e a final em sítios diferentes não faz muito sentido, isso quase que duplicaria os custos (teriam de montar dois palcos, as delegações teriam de se adaptar a esses dois palcos, teriam de realizar viagens entre as duas cidades), mais vale investir todo o orçamento num bom palco que acolha os 3 espectáculos.

      Eliminar
    3. Anónimo22:09

      Foi só uma idea.
      Seria algo diferente na edição de 2018.
      Portual é pequeno, acho que seria possível.
      Mas como disse, é apenas uma ideia.

      Porquê que têm que ser tudo em Lisboa? Porto é uma cidade de referência! Cada vez mais do que Lisboa.

      Eliminar
    4. Anónimo22:21

      concordo anonimo das 21:48

      Eliminar
    5. Anónimo22:39

      Mesmo sendo do Porto, acho que faz sentido ser tudo em Lisboa. Vamos fazer onde, no Palácio de Cristal? Exponor? Não temos a vantagem logística de Lisboa.

      Eliminar
    6. Algumas exigências que estão na wikipédia.
      Espaço coberto para 7 mil pessoas no minimo
      2 mil quartos
      espaço para 1500 jornalistas, ente outras

      Eliminar
    7. Anónimo23:19

      meu desculpa mas acho que tás possuído ou então tás a brincar...

      Eliminar
  5. Anónimo21:18

    Sabem quanto é que pode custar um bilhete para a final?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo21:39

      Ainda é cedo para falar sobre preços,e também depende do lugar , se for sentado ou em pé,mas de momento acho que ainda nem se pensou nisso kkk

      Eliminar
    2. Anónimo21:56

      Normalmente podem custar entre os 20 e os 280 euros(Estocolmo 2016) por duas razões, a colocação das câmaras mas também a zona onde está

      Eliminar
    3. Anónimo22:03

      Ok, obrigado, eu sei que ainda é cedo, mas gostava de ir poder assistir.

      Eliminar
    4. Anónimo23:46

      Conheço pessoas que estiveram em Kiev e pagaram!150 euros em cada um dos espectáculos.

      Eliminar
  6. Anónimo21:21

    Sempre pensei que fosse no meo arena

    ResponderEliminar
  7. Miguel21:21

    Dadas as verbas chorudas, cobradas pela EBU, a cada país, para a sua participação no Festival da Eurovisão, sou da opinião de que os custos inerentes à organização deste evento deveriam ser divididos, a meias, entre a estação de televisão do país vencedor e da própria EBU.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo21:30

      Eu pensava que já eram divididos?
      Não são os Big 5 (França, UK, Espanha, Alemanha, Itália) que pagam a maior parte dos custos?

      Eliminar
    2. Anónimo21:49

      São repartidos por vários: pela EBU, a cidade de Lisboa pode ajudar, pela RTP.

      Eliminar
    3. Anónimo21:50

      Só quero que a RTP seja mais aberta com os fãs do que a NTU/PBC, chamem-lhe o que quiserem

      Eliminar
    4. Anónimo23:47

      Claro que a cidade de Lisboa vai ajudar! Não é ano de eleições autárquicas? Há coisas que não acontecem por acaso...

      Eliminar
  8. O meo arena e tao pequeno. Devia ser num estadio e cobri lo claro.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Meo Arena é maior que muitas das arenas dos últimos anos. E a EBU já disse que não quer estádios, são grandes demais.

      Eliminar
    2. Anónimo22:07

      Temos vários artistas internacionais que atingiram o maximo de espectadores dos concertos lá! Em mais nenhum local conseguiram os 20000 espectadores. São eles: Iron Maiden, Shakira, Jennifer Lopez, Lady Gaga, Rihanna, Guns N' Roses, Madonna, Adele, One Direction, Scorpions, Muse e Justin Bieber

      Eliminar

    3. O Meo Arena é espaço mais que suficiente para o evento, além de ter infraestruturas de apoio de grande qualidade. É um local privilegiado e lindo.

      Eliminar

    4. O Meo Arena é espaço suficiente para o evento. Além de ter grandes infraestruturas de apoio e ser um local lindo e moderno. Restaurantes, um grande centro comercial para apoio logístico aos fans etc.

      Eliminar
    5. Anónimo22:41

      Pequeno??? Segundo a página da wikipédia "List of indoor arenas in Europe" é a terceira maior.

      Eliminar
    6. O MEO Arena é das maiores arenas ou pavilhões da Europa....

      Eliminar
    7. ahahhaha MEO Arena é o 3ºmaior pavilhão coberto da Europa. Esta gente fala sem saber...

      Eliminar
  9. Anónimo21:35

    Quem diria que durante esta década estaríamos a discutir qual o melhor sitio para organizar a Eurovisão, Lisboa ou Porto? E olhem só, não é todos os anos que vamos à final e para o ano estamos lá pela 2ª vez consecutiva. :)

    ResponderEliminar
  10. Anónimo21:55

    Oxalá os produtores sejam a tripla Bugalho+Brito+Galarza

    ResponderEliminar
  11. Anónimo22:01

    Gastam milhões com jogos tipo do mundial de futebol e para o ESC dizem que é difícil... haja paciência

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo22:10

      É concordo.

      Eliminar
    2. Anónimo22:22

      é verdade!

      Eliminar
  12. Anónimo22:15

    Tenho medo dos medleys tolos que vão fazer com aqueles cantores que foram ao FC!
    E já se sabe que a Simone vai ter de ir cantar a Desfolhada :P
    E os outros países vão querer fogo de artifício e a RTP vai negar porque o Salvador disse que isso não é música :D

    Fora de brincadeiras, vai ser lindo! Nem que seja só pelo sítio, vai dar para espalhar o nosso lindo Portugal por todo o mundo!

    E sendo Portugal um país tão pequeno dá para gravar parte dos postcards em todas as cidades portuguesas!
    Quero a Suécia em Coimbra <3

    ResponderEliminar
  13. Anónimo22:16

    2018 em Portugal é o ano ideal para o retorno de Andorra e assim termos novamente o nosso bloco Ibérico! #mydream

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo10:47

      Juntava o Monaco e o Luxemburgo :)

      Eliminar
  14. Anónimo22:17

    Se não tinham dinheiro para fazer algo de jeito mais valia não terem aceitado ser o país anfitrião. Olham para a edicão de Kiev, uma desgraça. As edições dos países nórdicos são excelentes porque não olham a custos, e adivinhem... Eles conseguiram grande parte dos custos em returno graças ao turísmo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo23:33

      Que conversa tão estúpida. Eles acabaram de ganhar...... achas que ja deviam ter tudo pensado? E claro que temos de ver os custos. Podemos fazer algo excelente com menos dinheiro... a prova é a diferença Suécia e a Ucrânia.....

      Eliminar
  15. Anónimo22:19

    Apresentadores portugueses da RTP que falem bem inglês... Filomena Cautela? E...?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo23:43

      O que acha da Catarina Furtado, Sílvia Alberto e Vasco Palmeirim?

      Eliminar
    2. Luis Andre Santos23:54

      ... e o gajo da MTV Portugal, p. ex., com quem ela também já trabalhou ...

      Eliminar
    3. Anónimo00:09

      A Catarina Furtado fala bem inglês, penso que estou em Inglaterra!

      Eliminar
    4. Pois... se calhar o júlio isidro, o malato, catarina furtado, silvia aberto...
      A meu ver era chamar desconhecidos que fossem realmente bons e que tivessem coragem para assumir isto. O que não falta prai são bons comunicadores. Logo que não sejam como este ano em que havia alturas em que parecia atores de uma novela mexicana que dava as 11 da noite de tão artificial que foram...

      Eliminar
    5. Anónimo01:07

      Pedro Granger?

      Eliminar
    6. Anónimo01:36

      @00:09

      Pensas que estás em Inglaterra?!??!?!??!?!? Nao és capaz de dizer onde estás? ai a bebida....

      Eliminar
    7. Anónimo04:20

      Daniela Ruah

      Eliminar
    8. Anónimo04:22

      o JC Malato não fala bem ingles o suficiente. O julio isidro meu deus... Esta velho de mais para estas coisas. A silvia alberto também não estou a ver.. O Vasco Palmeirim sim... E talvez com a Daniela Ruah (visto que ela agora esta ligada à RTP). Lembrem-se que eles tem de falar ingles e francês 100% fluentemente.

      Eliminar
    9. Anónimo10:15

      Sou o Anónimo das 22:19h- Oh pá, nem me lembrei do Vasco! Era tão fixe, por acaso curto dele como apresentador. A Sílvia não sei bem o inglês dela. A Catarina acho que sim, dava também uma boa apresentadora... A Daniela Ruah era o máximo, mas ela é actriz e não apresentadora. E então o Herman? Ele fala inglês, alemão, francês...

      Eliminar
  16. Anónimo22:21

    Alguém me sabe dizer quais foram as vezes que o festival não foi realizado na capital do país organizador?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo23:24

      2013..Malmo (Suécia)

      Eliminar
    2. Anónimo23:33

      As mais recentes: ESC2011 ESC2013

      Eliminar
    3. Anónimo23:33

      Malmo 2013

      Eliminar
    4. Anónimo23:35

      malmo 2013 na suecia

      Eliminar
    5. Anónimo10:24

      Fui ver ao Wikipedia e há países que ganharam mais que uma vez e fizeram-no em diferentes cidades

      Eliminar
    6. Anónimo23:25

      em muitas vezes...basta consultares a net...

      Eliminar
  17. Anónimo22:22

    Pessoal como anfitriões nos para o ano estamos diretamente na final adoro

    ResponderEliminar
  18. Anónimo22:28

    Eu percebo que estejam reticentes no início de tudo, visto que é um evento de investimento megalomano, e algo que nunca aconteceu em Portugal. Mas não tenho dúvidas nenhumas que vamos estar no nível das produções Suecas e Dinamarquesas. Quando é para o Mundo somos os melhores dos melhores!

    ResponderEliminar
  19. Anónimo22:30

    Então como vão fazer o festival sem dinheiro ?

    ResponderEliminar
  20. Anónimo22:33

    Quem serão os apresentadores que a RTP irá escolher para o evento? Estou curiosa!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo00:57

      Júlio Isidro, Eládio Clímaco e Ana do Carmo :-)

      Eliminar
  21. Anónimo22:37

    Deviam convidar o Brasil para esta edição, daria muitas audiências porque é algo novo para eles e os Brasileiros são muito nacionalistas, se a Austrália pode, porque razão os nossos irmãos não podem também?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo23:12

      Porquê que achas que portugal ganhou este ano? O Brasil é um excelente negócio para a EBU!

      Eliminar
    2. Anónimo10:36

      céus, estas teorias da conspiração estão cada vez piores

      Eliminar
  22. Anónimo22:43

    Que façam memorável como a Suécia, mas que não copiem o grafismo. Sejam inovadores. E ponham alguém que saiba falar inglês perfeito. Mas perfeito mesmo, nada de "wallllking" e "singuingue". Nem que seja a Nelly Furtado e a Daniela Ruah. Não podem ser robóticos como os deste ano.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Luis Andre Santos23:51

      Sim, concordo com a Daniela Ruah e a Nelly Furtado a apresentar o evento e já agora o Diogo Morgado também ... além de que a Nelly Furtado pode actuar no "Interval Act" da Final! Também podíamos convidar o Caetano Veloso para vir fazer o dueto com o Salvador ... vá, e mais pessoal para os "interval acts"?: Ana Moura, The Gift, Zambujo, Deolinda ... e quem são os nomes que vão representar-nos? A passagem à final já está garantida!

      Eliminar
  23. Anónimo23:25

    Que o Malato nunca mais comente se faz favor

    ResponderEliminar
  24. Só espero que por causa da crise e da austeridade não façam uma Eurovisão low cost. Portugal sempre organizou grd evebtos internacionais com distinção e mt sucesso. Espero que façam o mesmo com a Eurovisão 2018..alias deviam aproveitar o evento para mostrar um país já longe do resgate e da profunda crise financeira.
    Vamos Portugal

    ResponderEliminar
  25. Anónimo23:28

    Daniela Ruah para apresentadora!

    ResponderEliminar
  26. Madalena23:29

    Se todas as nossas organizações de grandes eventos correm sempre extremamente bem, posso dar como exemplo, por ser das coisas mais complexas, a nossa organização do Euro em 2004, é até hoje das mais elogiadas, por que carga de água há por aqui tantas dúvidas? Mas é claro que vai correr tudo para lá de bem, e o dinheiro tem aparecido sempre quando faz falta para estas coisas, já para não falar no retorno que isto dá a nível turístico, se Portugal já é tão falado e pelas melhores razões em termos de turismo, toda a gente irá ter o maior interesse, irá empenhar-se para que tudo corra bem, imaginem o cartão de visita que é receber e bem aqueles países todos.

    ResponderEliminar
  27. Anónimo23:41

    Relativamente aos apresentadores, o que acham da Catarina Furtado, Sílvia Alberto e o Vasco Palmeirim?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Madalena01:56

      Eu acho muitíssimo bem, não quero ser estúpida com os apresentadores dos outros países, mas vou escrever o que tenho pensado ultimamente, "A Catarina e a Sílvia Alberto, dão-lhes 10 a zero" e acho também muito bem a sua sugestão, Vasco Palmeirim, acrescento a Filomena Cautela e acho que em termos de apresentação a RTP não terá de preocupar-se, será de luxo.

      Eliminar
  28. Anónimo23:50

    Ahah pesquisei no YouTube "Esc 2018 lisbon" e parece que alguém previu a vitória de Portugal há um atrás! Palco e realização! https://youtu.be/mBuJlV8V79g

    ResponderEliminar
  29. Anónimo23:51

    Muito sinceramente, não vejo uma Eurovisão em Portugal que não seja pelo menos apresentada pela classe, veteranismo, experiência e beleza da Catarina Furtado.
    De resto juntava-lhes se calhar Silvia Alberto e Pedro Fernandes.

    ResponderEliminar
  30. Luísa Sobral daria uma ótima apresentadora.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. CONCORDO nada de silvia albertos e essa gente que nem ingles sabe falar.

      Eliminar
  31. Anónimo00:02

    O palco deste ano era demasiado grande e as atuações ficam a perder. Muitas pareciam perdidas num palco monstruoso e os planos também eram maus. O ideal seria um palco mais pequeno ao jeito dos da Suécia. Claro que apareça o que aparecer, os velhos do Restelo vão dizer que o palco é muito pequeno, muito grande, muito escuro, muito claro, muito qq coisa, sempre :)
    Não peço, como já li, um ESC como "os países nórdicos". A RTP ganhou o ESC com um originalidade e acredito que o vai querer fazer na organização do ESC em 2018 - adoro pensar que isto vai mesmo acontecer.
    O MEO Arena parece-me a melhor (e quase única) opção já existente.
    A Catarina Furtado que vá treinando o inglês. A Mena na green room e já fico contente. :)

    ResponderEliminar
  32. Anónimo01:14

    Só para lembrar que tudo o que organizámos até então, com impacto europeu/mundial, recebeu sempre algum prémio ou foi amplamente elogiado. A título de exemplo: MTV Europe Music Awards, Europeu, a própria Expo, a final da Champions, a final das novas 7 maravilhas, laureus sports awards, só para citar alguns eventos. Abram os braços, respirem fundo e não sejam pequenos. Nós conseguimos tão bem ou mesmo melhor que os outros. Já chega de nos menosprezarmos ou deixar que alguém o faça! ;)

    ResponderEliminar
  33. Anónimo01:17

    Meo arena - é a escolha óbvia. Tenho quase a certeza que já está reservado (nem que seja de forma não oficial).

    O slogam algo que já sugeri "Feel the music". Tudo a ver com a nossa canção e o Salvador

    Logotipo: pensar em adaptar de alguma forma o coração eurovisivo ao coração em filigrana. Um dos nossos maiores símbolos, na moda e tudo a ver com eurovisão e canção vencedora.

    Apresentadores: Catarina Furtado e Sílvia Alberto. Acho que o FC foi um teste, correu bem. Muito experientes e profissionais. O inglês não deve ser problema para as duas. São lindas, carismáticas, duas divas da TV nacional. Colocaria na green room a Filomena Cautela ou a Sónia Araújo.

    Postcards: difícil inovar. Algo no genero aos de 2015!? Nao sei...

    Sinceramente Portugal foi "escolhido" para organizador por ser o país ideal depois de um ano de tanta confusão. Otimas infraestruturas e já preparadas, país acolhedor e com boa capacidade hoteleira, país periférico e seguro (sem guerras, conflitos), anfitrião novidade no ESC, etc etc.

    Portugal tem tudo para permitir à EBU organizar um grande e tranquilo ESC (sim porque eles é que irão "riscar" quase tudo). Portugal poderá fazer o ESC sem grande investimento e bom lucro.

    E podem crer que se 2018 correr bem; rtp, governo e ebu ficarem satisfeitos, houver lucro... não demorará muitos anos para eles estarem de volta ;)

    ResponderEliminar
  34. Anónimo01:42

    Sim, que os apresentadores/as tenham um nível mais que fluente a falar inglês... A Ruah seria muito bom. A Catarina Furtado e a Silvia Alberto são muito tradicionais e às vezes meio histéricas...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. sim a ruah e o diogo morgado ou o vasco palmeirim. a filomena cautela no green room.

      Eliminar
    2. Anónimo11:38

      Eu acho que a apresentação devia ficar a cargo de uma só pessoa, como a Filomena, tipo Petra Mede. Na green room um homem, para mostrar alguma diversidade ou então a nossa Suzy que ainda é muito amada pelos eurofas e já viveu no Dubai

      Eliminar
  35. Anónimo01:55

    Herman José e Catarina F

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. herman jose???? ai meu deus...

      Eliminar
    2. Anónimo13:56

      Sim, Herman José.

      A melhor escolha para fazer dupla com a Daniela Ruah.

      Eliminar
  36. Anónimo08:14

    Fernando Mendes!

    ResponderEliminar
  37. Anónimo09:34

    Nada de Palmeirim, Malato, ou Pedro Granger . Que nódoa. Diogo Morgado, Daniela Ruah e Filomena Cautela são os melhores para apresentar

    ResponderEliminar
  38. Anónimo09:45

    Seria bom que a rtp arranjasse um e-mail para enviarmos as n/ sugestões sobre o proximo festival. Todos nos temos ideias que podem ser muito validas . uma eurovisao feita por nós. Tenho a cabeça a fervilhar de boas ideias. Obrigado ESC PORTUGAL PELO VOSSO AMOR !

    ResponderEliminar
  39. Anónimo10:07

    É tão bom observar as vossas opiniões! Estou muito feliz pelo que aconteceu este ano, relativamente ao Eurofestival (já não era sem tempo)!
    Vai correr tudo bem. Tenho a certeza de que a edição de 2018 vai ser inesquecível! Unam-se, formem uma (Seleção Nacional). A força do movimento de fãs tem um peso enorme nestas andanças dos festivais, por isso, o vosso conhecimento de causa é importantíssimo e pode ajudar a RTP a fazer um excelente trabalho. O há muito sonhado, aconteceu. Agora é hora de unir forças para mostrar à Europa com quantos paus se faz uma canoa

    ResponderEliminar
  40. Anónimo10:29

    Apostava para apresentadores : Catarina Furtado , Silvia Alberto e Pedro Granger, na green room Filomena Cautela.

    Mas não ficava chateado em ter a apresentar Daniela Ruah, Luisa Sobral e Diogo Morgado/Vasco Palmeirim

    Temos muitas e boas opções, não metam é velhos e pessoal sem graça, desde Julio Isidro, a Jorge Gabriel, Malatos, etc...

    Meo Arena é obrigatório, se queremos um grande evento e com menos custos possíveis, até pelo que muitos já disseram das condições que existe na envolvente, até o centro comercial, marca pontos ;)
    Condições excelente para organização em todos os aspectos.

    ResponderEliminar
  41. Anónimo11:44

    Pedro Granger/Vasco Palmeirim, Daniela Ruah se se verificar que o inglês da Sílvia Alberto não dá para o serviço e Filomena Cautela na green room.
    Catarina Furtado é um doce mas exagera um pouco de vez em quando.

    ResponderEliminar
  42. Preocupa-me a acústica do meo arena, afinal grande tem desvantagens...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. sim a acústica foi o que deixou a reflectir e além disso pelo que penso, a meo arena não é propriedade do estado(penso eu. Foi então que pensei na Fil. Que pensam da ideia?

      Eliminar
  43. Gosto dos sorrisos da Catarina Furtado, da Silvia Alberto e da Tânia Ribas de Oliveira. O que interessa é essa capacidade de comunicação, não a fluência de uma língua que não é a nossa. Será que a lição do Salvador ainda não entrou?

    ResponderEliminar

Temas em Destaque

 
Top