9 anos depois de representar Portugal no Festival Eurovisão da Canção, Vânia Fernandes continua a levar ao rubro diversos públicos que, desde então, a seguem atentamente. Na noite passada, a cantora portuguesa esteve no evento "Amsterdam Calling" na capital da Holanda. O ESCPORTUGAL acompanhou o evento.  

A representante de Portugal no Festival Eurovisão 2008, Vânia Fernandes, foi uma das artistas participantes no evento "Amsterdam Calling", que teve lugar na noite passada na clube Lite numa organização da OGAE local. Para além da artista portuguesa, o alinhamento incluiu as espanholas Baccara (representantes do Luxemburgo em 1978), Mihai Trăistariu (Roménia 2006), Tijana Dapčević (ARJ Macedónia 2014), Tamara Todevska (ARJ Macedónia 2008) e o DJ Louis. A apresentação esteve a cargo de Esther Hart, representante da Holanda em 2003. O "Amsterdam Calling" antecede o maior concerto pré-eurovisivo do ano, o "Eurovision in Concert", que irá contar, nesta noite de sábado, com 35 participantes na edição deste ano do Festival Eurovisão da Canção. O ESCPORTUGAL é site acreditado para acompanhar este fim-de-semana eurovisivo.


Vânia Fernandes foi a penúltima a subir ao palco, antes das espanholas Baccara. Quando foi anunciada pela apresentadora Esther Hart, logo uma enorme salva de palmas recebeu a cantora portuguesa. O clube Lite estava lotado, não só por público local, mas também por eurofãs vindos de toda a Europa. Pelas bandeiras que se viam no espaço, mais de 30 nacionalidades estariam ali representadas.

Vânia Fernandes cantou ao vivo sete canções que já  participaram em edições anteriores. De uma forma informal e muito descontraída, Vânia interagiu diretamente com o público entre cada tema, convidando o público a cantar consigo. E não foi preciso pedir muito, pois depressa Vânia contou com uma audiência entusiástica, como se de um grande coro se tratasse. Os temas interpretados foram, por esta ordem, "Euphoria" (Suécia 2012), "Quedate Conmigo" (Espanha 2012), "Only teardrops" (Dinamarca 2013), "Birds" (Holanda 2013), "No goodbyes" (Holanda 2000) e a sua "Senhora do Mar", com a qual pisou o palco da Eurovisão em 2008. Antes de terminar, Vânia Fernandes recordou "Conquistador " dos Da Vinci (Portugal 1989) e, de forma surpreendente, muitos dos presentes sabiam a letra de cor.

Temos um pequeno vídeo, especialmente para os nossos leitores, da interpretação de "Senhora do Mar" e "Conquistador":


Esta e outras notícias também no nosso Facebook e Twitter. Visite já!
Fonte: ESCPORTUGAL / Imagem: ESCPORTUGAL / Vídeo: ESCPORTUGAL

9 comentário(s):

  1. Anónimo11:03

    Boa Notícia! No entanto, eu pensava que ela ia a Amesterdão, mas ao outro concerto =)) (não estou a gozar)

    ResponderEliminar
  2. Rui Ramos11:21

    A Vânia é fantastica!! A nossa embaixadora eurovisiva

    ResponderEliminar
  3. JSSArcos de Valdevez12:09

    Adoro.Grande vânia.Fez nos reprensentar muito bem !!

    ResponderEliminar
  4. Anónimo17:45

    A Vânia é uma artista de mão cheia :)
    Que orgulho ter sido representado por ela :)

    ResponderEliminar
  5. gostei das partes em que se nota o sotaque madeirense! :) :D

    ResponderEliminar
  6. A Vânia é fantástica sem dúvida...mas a embaixadora de Portugal na Eurovisão é a Suzy.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ricardo Alves20:04

      No máximo que podes dizer é que AMBAS são embaixadoras de Portugal no ESC. Em termos de voz, cada um tem os seus gostos, mas eu prefiro de longe a Vânia Fernandes

      Eliminar
    2. Anónimo21:14

      A sério que estás a comparar a Vânia com a Suzy? É como comparar um restaurante de 3 estrelas Michelin e uma roulote de farturas...

      Eliminar
    3. Anónimo22:05

      Não encontro no comentário das 11:34 nenhuma preferência em termos de vozes - apenas a constatação de que uma delas (Suzy) é uma presença mais assídua em eventos ligados ao ESC - e, de facto, é. O que, sobretudo, acho triste é que ambas tenham tão pouco trabalho no seu próprio país. Não acho que, por exemplo em termos de atuações nestes eventos eurovisivos, haja uma disparidade de valor tão grande como o que é dado a entender no comentário das 21:14; acho, isso sim, que ambas estão muito acima de certos/as intérpretes que por aí pululam em espetáculos e programas de televisão, cantando desafinadamente e sem um mínimo de profissionalismo. Para tudo é preciso sorte, às vezes (tantas vezes!) mais sorte do que talento...

      Eliminar

Temas em Destaque

 
Top