A Suécia escolhe, amanhã, os seus representantes para o Festival Eurovisão 2017 com a realização do Melodifestivalen 2017! Quem será o favorito do painel de comentadores do Olhares?

Baseado no sucesso dos Olhares sobre o Festival Eurovisão, iniciativa criada em 2009, o ESCPortugal estreou, no passado mês de dezembro, uma nova edição da iniciativa, totalmente dedicada aos processos de seleção para o certame europeu.

Amanhã, a Suécia escolhe os seus representantes para o Festival Eurovisão 2017 com a realização da Final do Melodifestivalen! 12 candidatos estão na corrida, sendo que o público e o júri internacional serão os responsáveis pela escolha.

Conheça, de seguida, as previsões do painel de comentadores:

Ana Miguel aposta em Mariette e "A Million Years"
Na minha opinião, apesar de todos os imprevistos, a final do Melodifestivalen 2017 acaba por ser bastante variada e cativante! Embora haja uma ou outra que ache mais desadequada, saliento as canções da Mariette e do Robin que já se vêm a destacar desde as semi-finais, sendo a primeira a que mais facilmente associo à vitória! Gosto bastante do ritmo da música,  boa presença em palco e apresentação muito eurovisiva, com energia e extremamente viciante. Lisa Ajax e Ace Wilder a desiludir, lamento. Faltava aqui a Loreen, mas isso é outra história... 




André Pereira aposta em Benjamin Ingrosso e "Good Lovin'"
Eis chegado ao fim de mais uma edição do Melodifestivalen. Depois de uma edição marcada pelas boas canções, a melhor ficou de fora da Final: "Statements" de Loreen. No entanto, entre as finalistas, facilmente escolho as minhas favoritas: porém, desejava imenso ver "Good Lovin'" de Benjamin Ingrosso em Kiev. Ele tem uma voz fantástica! Desejo a maior sorte à Suécia... apesar de saber que não vencem este ano, mas para o ano há mais!

Filipe Batista aposta em Mariette e "A Million Years"
Para mim, esta é das finais do Melodifestivalen com menos brilho dos últimos anos. Só gosto verdadeiramente de 3 finalistas – Mariette, Wiktoria e Jon Henrik Fjällgren. “A Million Years” é desde a primeira vez que a ouvi a minha grande favorita, “As I Lay Me Down” acabou por me conquistar nas últimas semanas, embora ainda a considere um produto mediano e “En värld full av strider” é uma lufada de ar fresco numa final com uma tremenda falta de inspiração. Também simpatizo com as propostas da Ace, da Lisa, do Anton e do Boris, mas estão todas muito longe de me encher as medidas. Os restantes não gosto, embora considere a performance do Robin uma das mais marcantes deste ano. Acredito que no final, a vitória sorria mesmo à Wiktoria! O Nano e o Jon Henrik são os outros fortes candidatos ao troféu.




Hugo Sepúlveda aposta em Wiktoria e "As I Lay Me Down"
Apesar de não serem as minhas preferidas enquanto canções, penso que as propostas de Wiktoria e Nano são as que mais potencial têm como conjunto. Wiktoria tem vindo a arrecadar algum do favoritismo, a canção é bastante catchy e a própria actuação resulta muito bem: foi o que me chamou mais à atenção primeiramente. Contudo, como este ano eurovisivo tem trazido várias surpresas, quem sabe se Robin, Jon Henrik & Aninia e Mariette (ou até outros, mas estes são os que mais gosto dos restantes) não conseguem surpreender!

João Diogo aposta em Mariette e "A Million Years"
Esta foi claramente uma das edições mais fracas do Melodifestivalen mas, ainda assim, consigo gostar bastante de três temas desta final: A Million Years, Hold On, e o meu guilty pleasure Gotta Thing About You. A minha favorita é a canção da Mariette, que voltou melhor que no passado, mas que terá dificuldades para vencer. Não consigo deixar de pensar que falta a Loreen, nesta final. 




Luis Nepomuceno aposta em Mariette e "A Million Years"
Mais um ano de Melodifestivalen a terminar. Por sinal, um ano bastante bom. E como já vem sendo hábito, não há um vencedor à partida (como se pôde ver pela queda da Loreen a semana passada...). Para acabar já com o suspense... a minha favorita para representar a Suécia no ESC2017 é Mariette com "A Million Years". Considero esta como 'a canção' do Melodifestivalen deste ano, completa a todos os níveis: seja a música que me conquistou desde o início, a letra (alguns podem-na considerar "fraca", mas acho que se encaixa perfeitamente na música que é) e todo o backstage - simplesmente adoro. Se vence? Talvez. Diria que a Wiktoria e o Robin também são sérios candidatos a vencer. Mas sem dúvida que a Mariette estará entre as primeiras da noite.




Nuno Carrilho aposta em Robin Bengtsson e "I Can't Go On"
Ao contrário da maioria, não sou da opinião que tivessemos assistido a uma "má" ou "fraca" edição do Melodifestivalen: simplesmente, as nossas expectativas estão sempre demasiado altas para esse país. Mesmo com a falta de Loreen na Grande Final, esta prima pela diversidade e torna difícil a tarefa de eleger uma favorita. Contudo, a muito custo, destaco Robin Bengtsson e «I Can't Go One»: no entanto, Mariette, Wiktoria, Jon Henrik Fjällgren e Ace Wilder estão prontos para uma emocionante votação. Desde que seja um desses cinco, fico bastante satisfeito.


Pedro Lopes aposta em Wiktoria e "As I Lay Me Down"
E eis chegados à grande final daquela que é a maior final nacional da Europa, que este ano se viu pautada por grandes surpresas (maioritariamente negativas). Apesar de gostar de grande parte das canções da final, é-me difícil apontar uma clara favorita à vitória. No entanto, destaco a aposta da Wiktoria e "As I Lay Me Down", uma música que joga muito bem a relação entre o instrumental, a própria voz da Wiktoria e o coro, peça chave deste tema. Realço ainda as propostas defendidas por Mariette e Jon Henrik Fjällgren feat. Aninia.



Ricardo Leal aposta em Jon Henrik Fjällgren feat. Aninia e "En värld full av strider"
O Melodifestivalen volta a ser a mais importante final nacional eurovisiva com as melhores canções e o melhor espectáculo. Fjällgren & Aninia ou Wiktoria deverão vencer o Melodifestivalen 2017. En värld full av strider (Eatneme gusnie jeenh dåaroeh) deverá ser o vencedor do televoto e Wiktoria do Júri Internacional. Mas Deverá cair para o lado de Fjällgren & Aninia. Mariette, Robin Bengtsson e Nano deverão fechar o TOP5 da seletiva sueca.




Tiago Ribeiro aposta em Ace Wilder e "Wild Child"
Costuma-se dizer que à terceira é de vez, e acho que é mesmo isso que vai acontecer. Na minha opinião, Ace Wilder traz-nos, este ano, a pior das três músicas que já nos apresentou no Melodifestivalen, no entanto, mantém-se sempre fiel ao seu estilo, que por sinal me agrada muito. Uma música dançante e atual que poderá ter sucesso no Eurovisão pois, até ao momento, os outros países apresentaram poucas músicas semelhantes a este estilo. Faço uma referência também a Mariette e ao Robin Bengtsson pelas boas músicas.


Aceda, de seguida, aos resultados das votações dos 10 comentadores:

1.º Mariette - A Million Years - 98 pontos
2.º Wiktoria - As I Lay Me Down - 79 pontos
3.º Robin Bengtsson - I Can't Go On - 74 pontos
4.º Ace Wilder - Wild Child - 55 pontos
5.º Nano - Hold On - 53 pontos
6.º Jon Henrik Fjällgren feat. Aninia - En värld full av strider - 52 pontos
7.º Benjamin Ingrosso - Good Lovin - 44 pontos
8.º Boris René - Her Kiss - 36 pontos
9.º FO&O - Gotta Thing About You - 30 pontos
10.º Lisa Ajax - I Don't Give A - 29 pontos
11.º Anton Hagman- Kiss You Goodbye - 26 pontos
12.º Owe Thörnqvist - Boogieman Blues - 4 pontos

Quer fazer parte do painel de comentadores das próximas edições do Olhares sobre as finais nacionais? Envie-nos os seus comentários (poderá enviar para todas as finais nacionais) AQUI.

Esta e outras notícias também no nosso Facebook e Twitter. Visite já!
Fonte/Imagem: ESCPORTUGAL / Vídeo: Youtube

7 comentário(s):

  1. Anónimo23:28

    Que medo...só se safa Jon Henrik Fjällgren feat. Aninia, de longe a melhor canção. De resto, vira o disco e toca o mesmo, tudo mau.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo23:49

      Concordo a 100%.

      Eliminar
  2. Anónimo23:53

    Concordo com o top 3 as melhores músicas.

    ResponderEliminar
  3. Anónimo00:26

    Seria muito bom ter a Suécia como nossa companheira na semifinal a cantar na língua nativa.

    ResponderEliminar
  4. Anónimo04:27

    Que vença a Mariette ou a Wiktoria!!!

    ResponderEliminar
  5. Anónimo19:09

    A minha preferência recai em "En värld full av strider" (Jon Henrik Fjällgren feat. Aninia), pela sonoridade e apresentação étnica e, em suma, por ser arrojado e marcar a diferença e celebrar a diversidade. Descobri que ele também participou no Melodifestivalen de 2015... E não ganhou (a cópia foi (sobre)valorizada). Para (re)ver esta actuação: https://www.youtube.com/watch?v=3tfvV-5Wq4w

    ResponderEliminar
  6. Anónimo19:20

    A Wiktoria soa-me muito a Bielorrússia. Até o "hey!" parece que foi cortado da dita música e colado na música sueca. Mas gosto do refrão (os vocais do coro são potentes).

    ResponderEliminar

Temas em Destaque

 
Top