Vencedora do Festival Eurovisão 2012, a cantora Loreen regressou ao Melodifestivalen 2017 com 'Statements', cuja participação ficou marcada por uma arrojada interpretação. Contudo, a participação falhou o acesso direto à Grande Final.

Loreen participou, na noite passada, na quarta semifinal do Melodifestivalen 2017, sendo a primeira participação depois da vitória no Festival Eurovisão 2012. Líder das casas de apostas e uma das grandes sensações da edição, a cantora defendeu 'Statements', um tema que fala sobre auto-afirmação, independência e o excesso de poder. A arrojada atuação fez furor nas redes sociais, mas a cantora falhou o acesso direto à Grande Final...

Contudo, a atuação esconde mais que uma mensagem...

5 Loreens

Ao contrário de Euphoria, a atuação de Statements contou com quatro bailarinas praticamente sempre presentes. Elas representam as várias fases de Loreen ou a evolução de uma mulher e o seu comportamento desde a adolescência até à velhice. "Todo o número é uma espécie de túnel do tempo na forma como ela se imaginou em várias idades... até mesmo a mais velha" afirmou Martin Renck, diretor da apresentação, "Todas as meninas entram na imagem de Loreen em vários aspetos. Como pode ser como uma mulher? Pode ser uma rebelde, uma vítima, uma senhora ou uma senhora de idade que pode revoltar-se... Espero que essas imagens levem as pessoas a levantar-se e a começar-se a olhar de forma diferente. Ou seja, encontrar a sua força interior, a esperança na vida e ter o apoio da sua feminilidade como pessoa".

Haters

Durante a atuação, a Loreen adolescente entra em pânico, gritando em palco. O diretor explica que essa imagem representam a geração de jovens que são afetados pelos comentários efetuados na Internet pelos haters: "Ela tem uma maquilhagem que mostra que chorou... ela representa alguém que tenha sido odiada. Um pouco infeliz e de coração partido" afirma.

Divindade

A utilização das bandeiras durante a performance tem como objetivo a glorificação da cantora. O facto de Loreen carregar uma bandeira branca, ao contrário das bailarinas, representa uma espécie de "rainha, princesa, todo-poderoso ou algo parecido" que procura encabeçar algo maior, seguindo das bailarinas que utilizam "bandeiras cinzas para glorificar Loreen".


A inspiração em fatos históricos
"Eu sabia o que queria dizer e o que queria passar... mas queria conteúdo na minha história. Então chamei o Martin, um grande amigo e perguntei como poderia dizer isso tudo. Então ele pediu-me um X número de imagens históricas que são icónes da nossa vida, especialmente pessoas e lutas entre o bem e o mal. (...) Fizemos essa atuação em conjunto com o Joakim Stephensson, reunindo diversas imagens que podem chegar a todo o Mundo" revelou, confirmando que a pose inicial se inspirou na Revolução Francesa, "é uma pose que remete à revolta contra a aristocracia e as potências".



Contudo, o grande destaque é a referência de um dos ícones suecos: Danuta Danielsson, mais conhecida como "a mulher com a mala". Danuta ficou conhecida após uma fotografia onde mostra ela a atacar um participante de uma marcha neonazista em Växjö. "Há uma forte lembrança histórica no envolvimento das pessoas. Danuta é uma ativista e devemos ousar tomar a sua posição. Devemos fazê-lo já! Eu escolhi esta imagem porque ela fez uma 'statement'".

Recorde, de seguida, à atuação de Loreen: 


 Esta e outras notícias também no nosso Facebook e Twitter. Visite já!
Fonte: ESCBrasil /Imagem/Vídeo: SVT

11 comentário(s):

  1. Anónimo15:27

    Quatro elementos em palco sem microfone + Loreen = 5 Ouvem-se, pelo menos, duas vozes em "off". Talvez no festival sueco não haja essa regra, mas no ESC cada tema não pode ter mais de 6 pessoas a interpretá-lo...

    ResponderEliminar
  2. Anónimo15:30

    mais do mesmo

    ResponderEliminar
  3. Anónimo16:03

    A Danuta é a Padeira de Aljubarrota sueca

    ResponderEliminar
  4. Anónimo17:10

    A Jamala ganhou o ESC com uma canção, não foi com uma peça de teatro que, ao que parece, é o que a Loreen tem no Melodifestivalen 2017. Com muita pena minha, espero que não passe. Ela que tente festivais de teatro, que aí sim terá melhores hipóteses de vencer.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo19:55

      A estupidez...

      Eliminar
    2. Anónimo06:55

      19:55 não tem argumentos e preferiu recorrer a insultos?

      Eliminar
  5. a outra inspiração foi o filme "the ring"... ainda assim, grande música e grande performance!!

    ResponderEliminar
  6. Anónimo18:56

    Entendo tudo apesar de por acaso nao ter interpretado asdim mas como uma crueldade e a parte selvagem de varias fases da historia. No entanto a apresentacao nao resulta. Ela tem de mudar. A unica parte que gosto e a das bandeiras e o inicio com a rapariga a dancar. O resto e muito confuso principalmente a ultima parte ou mau como aquepa parte que elas estao a correr

    ResponderEliminar
  7. Anónimo20:16

    Loreen sempre a frente do ESC, tudo enviado parece medíocre perto da excelente canção e performance espetacular.

    ResponderEliminar
  8. Revolução de música rebelde sueca... Típico da Loreen :-)

    ResponderEliminar
  9. Anónimo06:56

    Demasiado creepy...

    ResponderEliminar

Temas em Destaque

 
Top