"Para muitos dos compositores a Eurovisão não era o objetivo, mas antes ter esta oportunidade para mostrar mais da música portuguesa". É este o comentário que, nas redes sociais, está a gerar controvérsia junto dos fãs do Festival da Canção e do público em geral.


Logo após o final da 1ª semifinal do Festival da Canção, vários telespetadores fizeram sentir o seu desagrado na página oficial de Facebook do certame e também nas páginas pessoais dos artistas, sobre o nível musical apresentado  No entanto, uma das respostas da equipa das redes sociais da televisão pública causou polémica: "Para muitos dos compositores, a Eurovisão não era o objetivo, mas antes ter esta oportunidade para mostrar mais da música portuguesa."



De imediato, o comentário, que foi escrito por um dos responsáveis pela gestão da página de Facebook do certame português, foi alvo de críticas. "Tenham vergonha", "Só podem estar a brincar. Mas que conversa é esta?", "Se não têm a Eurovisão como objetivo, desistam do Festival da Canção" e "Esta resposta foi a maior das desilusões da noite" são algumas das opiniões que podem ser lidas em resposta ao polémico comentário.

Analisando as opiniões que se fizeram sentir, sobretudo, nas redes sociais, a primeira semifinal do Festival da Canção 2017 recebeu nota negativa dos telespectadores. São milhares os comentários que se mostraram contra as canções levadas a concurso. Ainda assim, há quem tenha gostado de assistir ao espetáculo musical como a jovem Catarina Gonçalves "As pessoas não deviam ser tão destrutivas nos seus comentários. Grandes vozes", ou Paulo Bastos que fez questão de deixar uma mensagem de apoio ao finalista Salvador Sobral. "Música muito bem construída. Grande arranjo de cordas, magistral interpretação, grande letra, melodia muito bem estruturada. Uma obra prima", escreveu.

Esta e outras notícias também no nosso Facebook e Twitter. Visite já!
Fonte; Facebook, aTelevisão / Imagem: RTP

60 comentário(s):

  1. Anónimo15:29

    Se o objetivo não é ir à Eurovisão mas sim ter reconhecimento lá fora, há muitas outras formas de o conseguir. Isto tirou o resto da minha esperança no Festival da Canção

    ResponderEliminar
  2. Interessante... será que quando a Charlotte Perrelli fez declarações semelhantes, a propósito da sua participação no Melodifestivalen deste ano, houve também tanto desagrado por parte dos fã(nático)s? Penso que não... Pois é, a selectiva sueca é o "Santo Graal" do ESC para muitos, verdadeiramente intocável... Enfim, 2 pesos 2 medidas...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Rui Ramos15:40

      A Charlotte foi muito criticada sim, ate por outros artistas que disseram que ela estava a tirar o lugar a quem queria mesmo ir à Eurovisão. Há artigos sobre isso

      Eliminar
    2. Anónimo16:49

      Querido, você querer colocar Melodifestivalen e Festival da Canção no mesmo patamar é a mesma coisa que colocar um leão ao lado de um ratinho. Em todos os sentidos. A questão não é colocar dois pesos, duas medidas mas sim que, ao contrário do Festival da Canção, o Melfest tem sim como objetivo levar uma boa música pra Europa. Se os artistas não usam para tal, problema de cada um. Tanto é que, a propria Perrelli foi eliminada por não ter uma canção a nível Eurovision.

      Eliminar
    3. Anónimo19:02

      @15:34, ai tanto recalque, ai tanto recalque!

      Eliminar
    4. Anónimo20:24

      A quem? Epá mas e quem é que em Portugal sabe quem é essa? Temos que olhar para o nosso umbigo!! O que me interessa é portugal não é a Charlotte não sei quantas...

      Eliminar
    5. Anónimo 16:49 - Não pretendi colocar o FdC e o Melfest no mesmo patamar, até porque são duas realidades completamente distintas - aquilo que o Melfest tem actualmente em produção televisiva, visibilidade no país e fora dele, coloca o FdC a um canto... mas não concordo com a postura - muito generalizada por estas bandas - que tudo ou só aquilo "made in Sweden" é que é bom! E atenção que há inúmeras canções suecas ao longo da história do ESC que são do meu agrado. Actualmente, julgo que falham pela falta de diversidade apresentada (e o famoso "schlager" sueco não é particularmente do meu agrado)

      Eliminar
  3. Anónimo15:36

    Isto é ridículo! A RTP já tinha informado, desde o ano passado, que os compositores convidados não tinham de escrever para o Eurofestival... basta voltar atrás e ler as notícias.
    Pessoalmente, gostei de todas as canções, com excepčão de "Nova Glória".

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo15:59

      Lol, gostos são gostos, mas como é que gostaste das Golden Slumbers e não dos Viva la Diva...

      Eliminar
    2. Anónimo20:25

      Viva la diva? Gritaria? Prefiro o salvador.

      Eliminar
    3. Anónimo06:56

      Gritaria? Mas agora uma pessoa que tem uma VOZ poderosa é gritaria para si? Falta-lhe cultura musical. O salvador tem uma voz limitada, a Kika nao gritou. Bolas, voce assiste a eurovisao todos os anos? Acha mesmo que aquele tom triste, monocórdico do Salvador vai chamar a atençao dos eurofans. PFF. Só enviamos musicas tristes!!!

      Eliminar
  4. Pedro Lamas15:36

    Lembrar SanRemo por favor. Existe por si, sem pensar no ESC e produz bons resultados porque primam pela diferença. Apoio a RTP no seu comentário. (h)

    ResponderEliminar
  5. Anónimo15:56

    A mania das pessoas que so o melodifestivalen é que é bom...aquilo é a suecia e sejamos francos, cheio de musicas electronicas que ja estamos fartos de ouvir na eurovisao.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo16:54

      Nossa! Isso tudo é recalque? Ainda bem que músicas eletrônicas ou imagina só 26 músicas a la Golden Slumbers. Seria o Festival da Depressão.

      Eliminar
    2. Anónimo18:02

      E baladas chatas que parecem que saíram do festival de 1980 não estamos cansados de ouvir, não? lol

      Eliminar
    3. Anónimo18:47

      Que mania de quererem musicas mexidas. Vao ver os vencedores da eurovisao e vejam a variedade. Ja levamos mexidas e nada tambem. É o que temos. A holanda com uma balada em 2014 fez um estrondoso sucesso embora nao fosse de todo essas as previsoes. Chipre em 2015 tambem resultou.

      Eliminar
    4. Anónimo19:01

      ai tanto recalque, @15:56, ai tanto recalque

      Eliminar
  6. Anónimo15:57

    Mas, se o objetivo não era compor para o ESC, por que razão se convidaram estes compositores em vez de se dar a mesma oportunidade de participação no FC a quem quisesse tomar parte? Praticamente todos estes são conhecidos, pelo que, não tendo por objetivo entrarem no ESC, não precisam do FC para divulgarem as suas músicas. Por que não ter-se feito uma seleção entre temas enviados por quem quisesse participar, independentemente de ser mais conhecido ou menos conhecido? No que respeita a San Remo, mencionado por um comentador como um festival que não visa de imediato o ESC (e realmente não visa), a RAI não escolhe compositores, aceitando apenas os trabalhos dos escolhidos... À partida eu tinha ficado com a ideia de que a RTP havia contactado estes compositores (e não outros) para assegurar que a representação portuguesa no ESC seria de qualidade. Duas coisas afinal parecem poder concluir-se: o ESC não era o objetivo e outros que concorressem poderiam, na opinião dos organizadores, não mostrar a mesma qualidade. Mas não será que alguns mostrariam até mais qulaidade?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo, a RTP está absoleta, os juris idem, deviam saber que cada coisa tem hora de saída, e os compositores deveriam ser livres e não convidados, o que safa são os que dão voz, são diamantes mal empregues nas músicas. Principalmente Fernando Daniel, Sobral, Pedro Gonçalves, e restantes idem , contudo o foco é Eurovisão, quando não se tem como objetivo lugares de topo , então ja estamos derrotados. Aprendam, modernizem, conheçam gostos e o que é tendencial, conhecer concorrência, só assim o objetivo é conquistado. Gostos importam mas no meio deles perceber o que tem mais hipóteses. Para mim dizem Sobral ser monocórdico, não confundam música calma e musicalidade com monocórdico.. Sobral é música, transpira música , expressa música , enche a plateia vejam o todo , aposto conquistar além fronteiras sua grande música... Se falarmos no mais consensual, atual, e eletrônico que é a onda, então o Pedro Gonçalves, gostei igualmente..
      Somos gente bestial, mas as primaveras não nos inovam,viva lá diva é música, mas no todo ,mais do mesmo ... Enfadonho é o nosso festival. Gosto de ti Fernando Daniel , vais longe, mas força Pedro e força Sobral ...

      Eliminar
  7. Anónimo16:01

    Vergonhoso! A música do Fernando deixa-me no mínimo estupefacto! Mas cortaram bocados de musicas aleatórias e misturaram tudo numa à espera que (por milagre) ficasse no ouvido!? A RTP e no mínimo delinquente por não ter aprendido NADA ao fim destes 50 anos! Por amor de deus deixem se de apresentar secas de musicas portuguesas e comecem masé a produzir musicas inglesas dignas de vencerem a ESC!!! Ninguem quer saber dos poemas nas musicas (muito menos em português!). O que querem e que fiquem no ouvido e soem BEM!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo17:33

      Antes de mais estou completamente contra a RTP e o que aconteceu ontem porque que foi uma desgraça, um dos piores FdC de sempre MAS daí a dizer que português não soa bem! Onde chegámos.

      Eliminar
    2. Anónimo17:56

      Grande comentário tiraste me as palavras da boca

      Eliminar
    3. Anónimo19:17

      Português soa belíssimo na música! Se uma música for feita de raiz de propósito para ser cantada em Português soará melhor do que uma feita para o Inglês. Nem se pode comparar a riqueza de recursos estilísticos que o Português tem, Inglês nem pode competir nesse campo. Português tem uma musicalidade fora de série, quem conhece a língua sabe disso! O problema é que Inglês é cool, é in, está bem, claro que é, claro que oferece as posições cimeiras na Eurovision, mas se a música tiver qualidade, a língua não é o problema! Por exemplo, a Itália com «Grande Amore», que ficou em 2º lugar em 2015, julgo. Apesar de preferir o Português, não me oporia a uma entrada em Inglês, desde de que qualidade...

      Eliminar
    4. Anónimo18:38

      Verdade. Não é a língua que interessa. É a música. Independentemente de ser em português, inglês ou chinês tem é de ter qualidade. E já agora... a Itália ficou em 3º, a Rússia é que ficou em 2º. E ainda por cima Portugal deu 12 pontos aos italianos nesse ano.... (f) ganda comentário 19:17 concordo. Mas temos de ter calma... ainda falta a 2ª semi e esta não é de baladas é mais de pop... logo veremos, esperemos que não seja uma desgraça... :-s

      Eliminar
  8. Anónimo16:49

    Para criar mais polémica, a RTP poderia, para prestar serviço público, divulgar as chamadas telefónicas para cada canção, por extenso, nada de percentagens (exemplo de "por extenso": "Canção nº X: 138655436 chamadas". Idem para as votações individuais do juri.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo18:39

      Looooool a sério??! E que proveito teria isso? Achas que alguém tinha pachorra para ouvir esses nºs de telefone todos? A emissão acabaria prai às 5h da madrugada, não?

      Eliminar
    2. Anónimo21:22

      "Ouvir esses nºs de telefone todos"??? Estamos em meados do século XXI, pá! Existem contadores de chamadas, não é preciso estar a colocar tracinhos numa folha por cada chamada!

      Eliminar
  9. Anónimo16:53

    Nunca percebi essa noção de canção festivaleira. O que é ser festivaleira ? Ao longo das décadas as canções que foram vencedoras percorrem todo o espectro musical. desde o hard rock ao pop, passando pelo folk, etc... e então baladas a ganhar têm sido bastantes.A canção da jamala em 2016 ganhou e não teria os ditos predicados de festivaleira. a eurovisão não é de modas mas sim de canções.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo18:41

      A Jamala não ganhou pelo estilo de música, mas sim pela mensagem política que a canção levava.

      Eliminar
    2. Anónimo21:20

      portugal tambem já apostou em canções com mensagem politica e nunca ganhou nada

      Eliminar
    3. Anónimo18:40

      :)) pois, incluindo a de 2011 ... logo no ano da crise... foi uma vergonha... parecia música para crianças de 4 anos.

      Eliminar
    4. Anónimo19:17

      anónimo 18:41, eu por acaso adorei a música da Jamala a letra para mim é secundário. Foi a canção que eu achei melhor do ano 2016, mesmo sem saber que viria a ganhar. Amei mesmo a mistura das batidas modernas com o étnico e o modo lógico da mistura dois idiomas da canção. Não me identificava com a letra mas como gostei tanto da música decidi interpretar a letra à minha maneira.

      Eliminar
  10. Paula Correia17:16

    Não compreendo como não se evolui ao longo dos anos. Acompanho sempre a Eurovisão e já não se ouvem músicas como as com que Portugal quer à força fazer-se representar. A aposta é na música POP, em inglês...estou a recordar-me da Suécia, no ano passado, com uma música moderna, que passava nas rádios portuguesas! Continuamos a apostar em músicas que apenas fazem os cantores gritar, com finais dramáticos...o Fernando Daniel: enorme voz, mas super prejudicado com a música muito alta para o timbre dele.Além de que a canção mais parecia tirada dum musical de La Feria! Não me admira que os artistas não se queiram "queimar" com este concurso. Temos tão boas vozes, mas compositores tão fracos. Salvou-se o Salvador (passo a redundância), com uma música linda, poema fantástico, mas com uma forma de interpretar, por muito sui generis que seja, distrai-nos do que realmente importa!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo18:40

      "Salvou-se o Salvador (passo a redundância), com uma música linda, poema fantástico, mas com uma forma de interpretar, por muito sui generis que seja, distrai-nos do que realmente importa!"

      Verdade. Tirando o instrumental no inicio, se ha coisa em que eu dei atenção foi na postura dele e os gestos e nao propriamente a canção, foi quase impossivel xD

      Eliminar
    2. Anónimo01:35

      Concordo inteiramente consigo .. o Salvador destacou se de longe e pode marcar diferença la fora.. mas vai contrariar a sua aposta no pop da Suécia.. que nem passou .. ganhou a Ucrânia!! Nada de pop

      Eliminar
  11. Anónimo17:56

    Senhores da RTP, senhores compositores, vejam os vídeos das 10 primeiras classificadas dos anos mais recentes e qualquer semelhança com o que se viu ontem ou nos últimos anos no FC é pura coincidência.
    FC renovado? Um ano de paragem para saber o que queriam? Depois apresentam isto? Mais do mesmo...
    Por mais que queiram dizer que isto tem qualidade, as pessoas que assistem e acompanham a eurovisão por essa Europa fora não gostam deste tipo de músicas.

    ResponderEliminar
  12. Anónimo18:05

    Que pena não terem gostado. Talvez eu não perceba nada de música, eu ADOREI.

    ResponderEliminar
  13. Anónimo18:15

    Sabem qnd vão ter os resultados das audiências da 1° semifinal do FC? Obg

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo18:44

      As audiencias foram perto dos 600 mil espectadores.

      Eliminar
  14. Anónimo18:45

    Até o Goucha acabou de gozar com o que se passou ontem na RTP, em direto no aniversário da TVI.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo19:13

      ai tanto recalque!

      Eliminar
    2. Anónimo20:01

      Pronto...está comprovado...Se até o goucha criticou...Lol. ..comentario fantástico

      Eliminar
    3. Anónimo21:18

      quanto mais os outros canais falarem do fc melhor, o goucha fazia melhor? que se olhe ao espelho!

      Eliminar
  15. Anónimo19:07

    começou tudo mal com os apresentadores, comunicaçao muito forçada e irreal que nao se calavam "ai que renovaçao, ai que mudança!", "dê os seus palpites, vote com a familia, discuta com a familia, escreva no papelinho!" (só faltou dizerem se for à sanita, vá com a familia, para continuarem a discutir os favoritos lol)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo21:04

      Concordo. A Sónia deixa que te diga que é uma péssima apresentadora e já me irritava com a falsidade. No entanto, propaganda pela RTP estava ótima! Gostei muito do visual do festival da canção. Nesse ponto foi inovador. Gostei do palco também. Não era por aí além (também era uma semi final e não final)
      Parte do som deixou muito a desejar infelizmente (desde técnicos do som até a banda).
      Já nem vou para as musicas pq acho que já está tudo dito. A RTP ainda tem muito para aprender.

      Eliminar
    2. Anónimo01:32

      Desculpe .. a Sónia é realmente simpática e nada de falsa .. se o teleponto e os textos uma merxxx .. ela no estúdio foi de uma simpatia e profissionalismo enorme

      Eliminar
  16. Anónimo19:57

    Mas isto é o regabofe total? Quem for hoje ao facebook do jurado Markl assiste a uma inusitada campanha a favor de um dos concorrentes. Vale tudo para levar ao colo a família sobral?Onde está a imparcialidade e o dever de isenção? Só neste país tudo é permitido aos iluminados escolhidos pela RTP para fazer parte do júri!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo21:36

      impressão minha ou o Markl está a querer que o destino dele seja o mesmo que o jurado espanhol? Não gosto nada disso de promoverem um e não outro, e mesmo que se tratasse do artista por quem estou a torcer diria o mesmo...

      Eliminar
    2. Anónimo21:39

      Ora nem mais

      Eliminar
    3. Anónimo14:52

      Era ser logo expulso! Estas coisas so são toleradas, ao que parece, apenas em Portugal!

      Eliminar
    4. Anónimo06:41

      Pois, por isso é que o salvador está nas tendencias. É muito triste, e a maioria das pessoas que vao votar sao jovens que nao assistem a eurovisao todos os anos. Espero que ganhe outro concorrente, porque isto nao devia ser tolerado. Se ele tivesse falado do Fernando já havia barraco...enfim

      Eliminar
  17. joao21:03

    as canções não são más, eu adorei. só não gostei da canção do feist, mas interpretação soberba do fernando. assim como a canção do samuel uria é fantastica, para uma pessima interpretação. muitas vezes menos é mais e nisso a luisa sobral esteve num belo momento de inspiração e fez mesmo uma bonita canção pa fc e o salvador com uma majestosa interpretação , sem duvida a melhor canção e na europa ninguem fica indiferente a tamanha beleza

    ResponderEliminar
  18. Anónimo12:00

    o objetivo não é ir à Eurovisão? ah... afinal não houve festival, era um programa de talentos novos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo19:54

      Verdade... b-( acho que então estes anos todos houve FC para depois humilhar Portugal e a sua "música portuguesa" na ESC .... mas depois andam o programa inteiro a dizer que este ano vamos ganhar.... logo veremos... ainda falta a 2 semifinal. Espero que esta não desiluda e que tenha pelo menos UMA, UMA música que seja com capacidades para GANHAR a ESC... eu sei que estamos numa semifinal dificil na ESC, mas muitos países estão a lançar musicas fracas e pode ser uma porta aberta para nós (o que vale é Espanha a votar na nossa semi) Tal como a gente fez no verão passado, temos de: PENSAR POSITIVO =p~

      Eliminar
  19. Mas como é que vocês ficam admirados com tudo isto? Estava-se mesmo a ver o que ia sair dali. Mais do mesmo e amesma falta de ambição, e sobretudo de conhecimento do que é o ESC.
    Se o FdC é a forma de selecção da múisica para o ESC então não me venham dizer que é para mostrar o que por cá se faz. Para isso há outros programas. Foi o assumir da falta de nível da RTP.
    Pararam um ano para voltar em grande...está à vista. E ainda se rodearam de entendidos. Tenham paciência e não nos insultem nem tomem por parvos.
    Foi tudo tão artificial, a começar pelos apresentadores. espero que na SM 2 a coisa melhore
    Tudo, mas tudo, demonstra o desperezo que todos tem pelo ESC...e claro está que ficar bem classificado está fora de causa
    O que me admira é que parece ninguém estar envergonhado do que foi mostrado nesta semifinal

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo14:54

      Acredita que as pessoas estão bem envergonhadas. Nunca tinha visto tanta indignação como neste ano. A segunda sem-final, nem sei se veja. Mas é um sentimento esquisito porque sabes que aquilo não vai correr bem mas mesmo assim tens de ver com os teus olhos o horror que vai acontecer.

      Eliminar
  20. Anónimo16:43

    Anónimo o que eu tenho para dizer sobre o festival da canção foi que não gostei foram as piores musicas que já ouvi não é com estas musicas que vamos para a euróvisão estes compositores tem de ser mais criativos e saber criar boas musicas é o que tem de ser senão não chegamos longe é por essas e por outras que nos não passamos ficamos sempre para trás por mais que custe admitir eu sei que tenho razão

    ResponderEliminar
  21. Anónimo19:54

    Para mim, se realmente querem competir no Festival da canção Euro-visão 2017 em Kiev, só há 1 ou 2 canções que se equiparam ao estilo de canções que se tem feito há mais de 20 anos no Euro-festival e que poderão ter algumas hipóteses, que são as canções de Pedro Gonçalves (Don´t walk away) em primeiro e em segundo os Viva la Diva (Nova glória), e até posso acrescentar o David Gomes (My paradise), os restantes fazem lembrar porque é que portugal é quase sempre eliminado, pois são músicas fora do contesto moderno, que fazem lembrar o passado, ou seja, 30 e 40 anos atrás, então maior parte júri que foi escolhido, não passam de fósseis que nada se actualizaram e continuam a viver como se fosse as décadas de 60 e 70, espero que este júri tenha visto a votação do público na segunda semifinal e vejam em quem realmente deve ir a Kiev, Pedro Gonçalves no top ou o Viva la Diva. E por favor, escolham compositores modernos e novos e não secas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo22:30

      Inteiramente de acordo.

      Eliminar
  22. Anónimo22:34

    Horrível horrível..Uma vergonha para Portugal, esse rapazinho coitado. Vai tudo adormecer. Ponham lá a Mariza, ou a Ana Moura a cantar Fado.isso é Portugal. E tem classe... Um homem deste com uma canção destas, para um festival Internacional visto por milhões de pessoas!!É uma vergonha

    ResponderEliminar

Temas em Destaque

 
Top