A final nacional da Hungria para o Festival Eurovisão apresenta os piores resultados audiométricos da sua existência: a terceira semifinal foi acompanhada por cerca de 500 mil pessoas, metade do que da edição de 2013.

A emissora húngara MTVA utiliza, pelo quinto ano consecutivo, o A Dal como processo de seleção para o Festival Eurovisão. Contudo, a edição deste ano está a ficar marcada pelo decréscimo dos resultados audiométricos, confirmando a sucessiva descida após a criação do concurso.

A segunda semifinal, transmitida na semana passada, foi acompanhada por 486 117 telespectadores (10,7% de share), sendo o 19.º programa mais visto da semana, o que demonstrou um decréscimo comparativamente aos anos anteriores: em 2013, a segunda semifinal foi acompanhada por 873 027 pessoas (18,9% de share).

A terceira semifinal, transmitida no passado sábado, confirmou esta tendência: o programa foi acompanhado por 489 551 espectadores (11,3%), quase metade do valor registado na estreia, em 2013, quando 911 104 pessoas (19,7%) acompanharam o programa.

Aceda, de seguida, aos resultados audiométricos da 2.ª e 3.ª semifinal desde 2013:


Estreante em 1994, a Hungria participou por 13 ocasiões no Eurovision Song Contest, tendo alcançado a quarta posição na sua estreia, sendo ainda o melhor resultado do país. Desde 2011, o país tem marcado presença na Grande Final do evento. Em Estocolmo, Freddie representou o país com Pionner tendo alcançado a 19.ª posição com 108 pontos, podendo recordar a sua atuação de seguida:


Esta e outras notícias também no nosso Facebook e Twitter. Visite já!
Fonte: eurovoix / Imagem: ADal/ESCPortugal /Vídeo: eurovision.tv

0 comentário(s):

Enviar um comentário

Temas em Destaque

 
Top