A emissora francesa France2 garantiu que o tema «Requiem» cumpre as regras do Festival Eurovisão 2017, apesar de ter sido revelada em janeiro de 2016.

Depois da polémica em torno da precoce revelação de «Requiem» (AQUI), a emissora francesa garantiu que a candidatura para o Festival Eurovisão 2017 cumpre as regras da União Europeia de Radiodifusão (EBU/UER). Segundo um comunicado enviado para as redações de alguns tablóides franceses, a France2 garante que "Tudo foi feito dentro das regras. Este vídeo provou também que a música não era para a Eurovisão porque foi lançada quando Alma não tinha uma discográfica".

Segundo as regras do Festival Eurovisão, "a composição não deve ser lançada comercialmente antes de 1 de setembro de 2016. Em caso da mesma ter sido disponibilizada ao público (plataforma de vídeo, rede social,...) a emissora deve informar o supervisor executivo do concurso, que decidirá se a candidatura é elegível para participar no evento". Em particular, "O Supervisor avaliará se a divulgação prévia é susceptível de conferir vantagem à candidatura no concurso (...) autorizando ou negando a sua participação, com a aprovação prévia do Grupo de Referência".

Contudo, até ao momento, a União Europeia de Radiodifusão (EBU/UER) ainda não reagiu, publicamente, à polémica, sendo que, tendo em conta que o vídeo contava com menos de 200 visualizações até ter sido eliminado, é provável que a candidatura tenha sido previamente aprovada pelo organismo máximo do evento musical. 


Esta e outras notícias também no nosso Facebook e Twitter. Visite já!
Fonte: eurovoix /Imagem/Vídeo: eurovision.tv

3 comentário(s):

  1. Anónimo18:54

    A sério, se a música já tinha sido revelada anteriormente, pqeq ainda assim sujeitam-se a participar no ESC se sabem que mais tarde ou mais cedo vão ser apanhados? A sorte é que há sempre alguém (France 2) que diga que cumpre as regras... oh sim, claro, se a música tem de "nascer" a partir do dia 1/09/2016 e foi cantada ao vivo em 2015 cumpre as regras, nem vamos contestar!! E atenção que eu não gostei nem desgostei da canção, até se ouve, apesar de ser dificil para mim esquecer a "J'ai cherché" para esta.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo22:17

      "A composição não deve ser lançada comercialmente antes de 1 de setembro de 2016" não quer dizer que as músicas têm que ser criadas a partir daí. E a canção francesa cumpre essa regra, visto que só foi lançada comercialmente em janeiro deste ano.
      Regras são regras, e nenhuma foi quebrada.

      Eliminar
  2. Anónimo09:49

    Se fosse Portugal txau mas como é a "mighty" França tudo passa. Isso é como aquilo da política, a França falhou em atingir metas como Portugal e Espanha mas ficava livre de sanções enquanto que os outros dois teriam que sofrê-las... é de rir.

    ResponderEliminar

Temas em Destaque

 
Top