A venda de bilhetes para o Festival Eurovisão 2017 foi adiada a pedido da Comissão Anti-Monopólio da Ucrânia. Jon Ola Sand garantiu "estar desapontado com o atraso".

A União Europeia de Radiodifusão (EBU/UER) revelou, esta manhã, que a venda dos bilhetes do Festival Eurovisão 2017 vai ser novamente adiada. Segundo revelado, o Comité Anti-Monopólio do país reprovou o processo de adjudicação da Concert.Ua para a venda dos bilhetes, depois de outros fornecedores alegarem que as regras não eram abertas e justas.

Pavlo Hrytsak, da emissora ucraniana, lamentou a situação, avançando que todo o processo será acompanhado pela EBU/UER: "Temos outras soluções e queremos começar a vender os bilhetes o mais rápido possível. Essa questão está a ser tratada com a EBU/UER e não tomaremos qualquer decisão sem a sua coordenação". Além disso, Pavlo garante que a emissora vai fazer todos os esforços para que os bilhetes fiquem disponíveis ainda em fevereiro.

Por sua vez, Jon Ola Sand, supervisor executivo do evento, lamentou a situação: "Confesso que estou desapontado com o atraso na venda dos bilhetes, mas estamos a trabalhar com a emissora para resolver a situação. (...) A EBU reconhece que qualquer processo tem de ser transparente e justo e esperamos que tal situação se resolva o mais rapidamente possível".

Esta e outras notícias também no nosso Facebook e Twitter. Visite já!
Fonte/Imagem: eurovision.tv

3 comentário(s):

  1. Anónimo19:45

    ESC Portugal, por acaso têm alguma informação sobre como se vai poder fazer para ir assistir ao Festival da Canção ao vivo (semis e final)?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ainda não temos informações sobre isso mas publicaremos assim que possível. Fique atento(a)!

      Eliminar
    2. Anónimo00:32

      Obrigado! :)
      Fico ansiosamente à espera!

      Eliminar

Temas em Destaque

 
Top