Momentos depois de escolher os seus candidatos para o Festival Eurovisão 2017, a Finlândia tornou-se o primeiro país a confirmar a participação no Eurovision Song Contest 2018. Uuden Musiikin Kilpailu continuará a ser utilizado como final nacional.

A cerca de 4 meses da edição de 2017, o Festival Eurovisão da Canção de 2018 já tem um país confirmado: a Finlândia. A emissora finlandesa YLE anunciou a participação momentos depois da eleição de Norma John para o Festival Eurovisão 2017 (AQUI), tendo sido revelados os planos da escolha dos candidatos para a competição de 2018.

O Uuden Musiikin Kilpailu será utilizado como final nacional pela sétima vez consecutiva, composto por dois períodos de submissão distintos, sendo que o primeiro já estão aberto. Ao contrário dos anos anteriores, a submissão de candidaturas neste período poderá ser feita em três modalidades: cantores com um tema, cantores sem qualquer candidatura e compositores com um tema mas sem qualquer cantor associado. Todos os interessados a participar neste primeiro período de candidaturas deverão enviar as suas propostas até 28 de fevereiro.

Os cantores inscritos deverão ter mais de 16 anos a 10 de maio de 2018 e deverão ser cidadãos finlandeses e/ou residentes permanentes no país. Cada intérprete apenas poderá submeter uma música, que não pode ser apresentada publicamente antes de 1 de setembro de 2017, sendo que a mesma deverá ser entregue em formato digital.

Recorde, de seguida, o tema vencedor do UMK 2017:


O país nórdico estreou-se no certame em 1961, mas só ao fim de quarenta e cinco anos conseguiu vencer o concurso, representada pela banda Lordi e o tema 'Hard Rock Hallelujah'. Em Estocolmo, a Finlândia foi representada por Sandhja e Sing It Away, terminando na 15.ª posição com 51 pontos, e cuja prestação pode recordar de seguida:



Esta e outras notícias também no nosso Facebook e Twitter. Visite já!
Fonte: Eurovoix/ Imagem: ESCPortugal /Vídeo: eurovision.tv

1 comentário(s):

  1. Anónimo00:56

    Isto e que e trabalhar cedo.. diria ate cedo demais.. ainda n foi o ESC2017 ja pensam no de 2018

    ResponderEliminar

Temas em Destaque

 
Top