Nortenho a viver no Alentejo, Nuno Figueiredo consegue conciliar a vida profissional na área da Cultura com a vida na música. Filho da colheita de 1974, o músico compõe desde os 18 anos de idade e tem já muitos quilómetros de estrada, sobretudo como mentor e músico dos Virgem Suta. A entrevista com o ESCPORTUGAL sobre "o novo desafio", que é compor para o Festival da Canção.


Tendo vivido na infância e na adolescência entre o Porto e a Póvoa de Varzim, Nuno Figueiredo mudou-se de malas e bagagens para o Alentejo aos 18 anos de idade para estudar... e nunca mais de lá saiu! A viver em Évora, a trabalhar na área da Cultura em Beja e como mentor e membro de duas bandas – Virgem Suta e Ultraleve – ainda tem tempo para compor uma canção original para o Festival da Canção, convite que aceitou por considerar “um desafio”. “Foi algo inusitado, não estava nada à espera”, confessa o músico, que recorda que “dois dias depois de receber o convite, já estava a trabalhar na canção”. Por isso, já tem tudo quase pronto, a precisar de apenas uns arranjos e retoques finais. “Fui contactado pela RTP, que me explicou as linhas gerais do projeto. Achei interessante, antes de mais achei divertido (risos), arrojado e desafiante!”

Sobre as regras do concurso, Figueiredo sublinha que "a RTP deu-me total liberdade… não tenho que pensar que estou a participar num concurso, tenho apenas de me dedicar à canção, até porque estamos perante o festival DA canção”, faz questão de sublinhar. “E isso foi o mais desafiante: fazer uma canção sem pensar no lado competitivo”. Numa entrevista feita no meio das viagens entre Évora e Beja, Figueiredo confessa que nunca tinha pensado em participar no Festival da Canção, daí esta ser "uma experiência sem histórico". 

A revelação do intérprete, ou da intérprete, ficará reservada para a RTP, contudo, garante que nenhuma das suas duas bandas subirão ao palco. “Esta é uma aventura diferente”, faz questão de frisar. “Não posso dizer quem vai cantar… só posso dizer que aprecio muito, tem boa voz, perfeita para aquela canção”.

Questionado sobre se estamos perante um novo talento, Figueiredo avança tratar-se de intérprete com “alguma carreira na área da música”, (risos) sendo que tanto a letra como a música têm a sua assinatura.

A RTP abre este ano a porta a canções interpretadas em qualquer língua. Nuno Figueiredo concorda com a ideia, contudo, “nunca escrevi em inglês, adoro brincar com as palavras em português (risos)” A canção para o Festival irá seguir a linha daquilo que tem escrito para as suas bandas. “A minha música é pop, cantada em português, com ritmo fixe, com energia. Pretendo levar boa disposição, com uma letra que vai buscar elementos do quotidiano e falar sobre isso. Gosto de apreciar pequenos pormenores e de brincar com coisas sérias, sem esquecer uma mensagem com alguma ironia”. Concluiu dizendo: “Vou dar o meu melhor e esperar que o público sinta a nossa onda.”

Do seu reportório, Nuno Figueiredo escolheu dois temas, a nossa pedido, que traduzem o trabalho que tem feito e que podem nos fazer viajar pelo tema do Festival da Canção:

Virgem Suta – Linhas cruzadas 


 Ultraleve – A chata

  


Esta e outras notícias também no nosso Facebook e Twitter. Visite já!
Fonte: ESCPORTUGAL, NUNO FIGUEIREDO / Imagem: NUNO FIGUEIREDO / Vídeo: YOUTUBE

12 comentário(s):

  1. Anónimo23:42

    So tenho a dizer que, até agora, é o mais giro de todos. E eu que pensava que o Nuno Figueiredo era o vocalista dos Virgem Suta. Ignorancia a minha :-)

    ResponderEliminar
  2. Rui Ramos00:03

    Gosto muito dos Virgem Suta e estou expectante. tenho receio que seja uma cançao muito nacional e pouco europeia. A ver vamos

    ResponderEliminar
  3. Anónimo00:11

    Boa entrevista, que seja uma cancao alegre e nos faça sonhar

    ResponderEliminar
  4. Anónimo09:07

    Curioso quando ouvi "chata" pela primeira vez achei logo que seria uma cançao intetessante para o Esc

    ResponderEliminar
  5. Anónimo10:56

    "Chata" é uma canção que passaria facilmente pelo Melfest por exemplo, tem qq "eurovisiva"
    Gostei desta entrevista se pelo menos 5/6 compositores fizerem canções ao seu nível podemos ter um FC com boa qualidade

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo14:02

      a sério? eurovisiva?? lolol uma música prai com 6 acordes??? lolol
      https://www.youtube.com/watch?v=J--Tgi_iZQ8 :D
      O Melodifestivalen é por si só um ESc dentro do ESC...

      Eliminar
  6. Anónimo14:03

    Relembrem me: quando é que é divulgada a lista dos intérpretes?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo15:53

      Se não me engano será no final deste mês

      Eliminar
  7. Anónimo14:48

    2 em portugues e 2 em ingles... parece me bem.. variedade

    ResponderEliminar
  8. Mais uma canção pop, gosto... Só não percebo o receio desta gente em arriscar no inglês... Um tema em inglês é meio caminho andado para fazer sucesso na Eurovisão.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo00:19

      Eles (compositores) não veem a atual EUROSION ( circo de horrores que destrui a essência da magia das linguas de cada país) nem sabem como funciona na actualidade... Só preconceitos... Vamos lá so para mostrar a nossa cultura... Não vejo ninguem com vontade de ganhar a eurovison. So de ganharem o CHATO festival da canção... se Deus quiser.. pensam na Eurovision só como uma viajem extra...

      Eliminar
  9. Anónimo21:47

    " Figueiredo avança tratar-se de intérprete com “alguma carreira na área da música”, (risos) sendo que tanto a letra como a música têm a sua assinatura. "

    a letra e música tem a assinatura de quem? do compositor ou do intérprete?

    ResponderEliminar

Temas em Destaque

 
Top