A imprensa italiana avança que a emissora estatal de São Marino está a pedir 500 mil euros aos cantores interessados para representar o país no Festival Eurovisão 2017.

O cantor italiano Tony Maiello (AQUI) terá sido contacto por um representante da emissora estatal de São Marino para representar o país na próxima edição do Festival Eurovisão. Contudo, o convite exigia que o cantor apresentasse um financiamento de 500 mil euros para fazer face a despesas relacionadas com "a promoção, viagens e outros custos". 

O convite terá acontecido nas redes sociais, sendo que a veracidade do mesmo não foi confirmada. No entanto, a imprensa italiana revelou a conversa entre o perfil pessoal do cantor e do representante da SMRTV:



Até ao momento, a emissora de São Marino SMRTV ainda não reagiu aos boatos, contudo tal prática não é desconhecida do mundo eurovisivo: a emissora búlgara BNT está a exigir um pagamento parcial para a participação no próximo ano, enquanto que a Moldávia mantém um sistema em que o radiodifusor paga diferentes montantes dos custos consoante o desempenho do representante no evento.

Estreante em 2008, São Marino participou por sete ocasiões no Festival da Eurovisão. Valentina Monetta, representante do país entre 2012 e 2014, conseguiu, na última participação, o inédito apuramento para a Grande Final, onde terminou na 24.ª posição. Em Estocolmo, o cantor turco Serhat e o tema I Didn't Know foram os representantes do pequeno país, conquistando a 12.ª posição com 68 pontos. Recorde a atuação de seguida:


Esta e outras notícias também no nosso Facebook e Twitter. Visite já!
Fonte: eurovoix / Imagem: ESCPortugal /Vídeo: eurovision.tv

1 comentário(s):

Temas em Destaque

 
Top