Pela primeira vez na história do evento, o televoto não fará parte do Festival Eurovisão Júnior, sendo que o modelo a utilizar amanhã foi baseado no novo sistema de votação do Festival Eurovisão. 

Depois do anúncio da retirada do televoto e a implementação de um painel de especialistas, muitos eurofãs manifestaram a sua estranheza com o modelo de votação utilizado no Festival Eurovisão Júnior. Contudo, com a realização dos ensaios gerais para a gala de amanhã, todas as dúvidas foram esclarecidas e explicamos, de seguida, todo o processo de votação.

Primeiramente, os jovens escolhidos pelas 17 emissoras participantes revelarão a votação combinada dos jurados adultos dos seus países, sendo que apenas os 12 pontos serão revelados pelo porta-voz, enquanto que as restantes votações aparecerão automaticamente no ecrã.

Posteriormente, será a vez dos três jurados (Mads Grimstad, Christer Björkman e Jedward) apresentarem, individualmente a sua votação, sendo que cada um votará como um país extra, sendo esperado que fazem alguns comentários gerais às atuações dos jovens.

Finalmente, os resultados dos júris infantis dos dezassete países a concurso serão revelados em conjunto, da mesma forma como foram revelados os votos do televoto durante o Festival Eurovisão 2016: os votos serão revelados em somatório de forma ascendente.

Além disso, a EBU/UER confirmou que os habituais 12 pontos automáticos foram abolidos. De realçar que os mesmos foram instaurados em 2005 com o objetivo de retirar a ansiedade do processo de votação e evitar que algumas candidaturas ficassem sem qualquer pontuação.


Esta e outras notícias também no nosso Facebook e Twitter. Visite já!
Fonte: eurovoix/JuniorEurovision /Imagem: JuniorEurovision.tv

0 comentário(s):

Enviar um comentário

Temas em Destaque

 
Top