A banda sueca que ganhou o Festival Eurovisão 1974 e terminou a carreira de forma precoce em 1982, continua a fazer furor com as suas diversas bandas tributo. Foi o que aconteceu esta semana em S. João da Madeira com cerca de 6000 avós a passarem uma tarde divertida com as canções dos ABBA, que são mesmo intemporais. 


O dia 26 de julho foi instituído, pela Assembleia da República em 2003, como o Dia Nacional dos Avós. Pretendeu-se, com esta data, chamar a atenção para a função dos avós enquanto educadores e referências de afeto, na transmissão de valores e cultura ao longo das gerações.

A Área Metropolitana do Porto organiza anualmente uma grande festa que, este ano, decorreu em S. João da Madeira. Tratou-se da 10.ª edição do Dia Metropolitano dos Avós, reunindo num mesmo espaço cerca de 6000 avós vindos de 14 concelhos dessa região. Todos eles tiveram a oportunidade de assistir a uma tarde de espetáculo de variedades, destacando-se as atuações da cantora Maria Lisboa, da banda Trocopasso (participante no Festival da Canção 2010) e dos ABBAkadabra, banda tributo dos ABBA.

ABBA foi um grupo sueco de música pop rock, integrado por Benny Andersson, Anni-Frid "Frida" Lyngstad, Björn Ulvaeus e Agnetha Fältskog, ativo em 1972-1982. Nos ABBAKadabra, os artistas são revisitados por Isabel Fontoura, Paula Gaio, Richard Tomes e Pedro Kulzer. Não faltaram os outfits próprios dos anos 70 e até as perucas para, assim, contextualizar um conjunto de canções que marcaram uma época, mas que se mantêm tão atuais.

ABBA formou-se em Estocolmo em 1972, mas só teve fama internacional depois de vencer a edição de 1974 do Festival Eurovisão da Canção com Waterloo. Desde então, ABBA ganhou popularidade empregando ritmos cativantes em suas canções, com letras simples e um som único, mesmo nos dias de hoje. Durante cerca de 45 minutos em S. João da Madeira, não faltaram alguns dos grandes êxitos que marcaram a carreira dos ABBA. A atuação teve o seu início com “Mamma Mia”, êxito lançado em 1975 que já deu origem a filme e a diversas versões de um teatro musicado. Temos um vídeo dessa performance, versão dos ABBAKadabra, especialmente para os nossos leitores:


O público ficou rendido a estas canções. Todos dançaram, sorriram e cantaram como se de um grande coro se tratasse. "Dancing Queen", o único sucesso do ABBA a atingir a primeira posição nos tops dos EUA, seguiu-se no alinhamento. Mas também não faltaram outros grandes êxitos, como “Super Trouper”, "The Winner Takes It All", “I have a dream”, “Chiquitita”, “Thank you for the music” e, a fechar, “Waterloo”,  já considerada a melhor canção de sempre do Festival Eurovisão da Canção.

As canções dos ABBA são intemporais. Que o diga toda esta multidão que não arredou pé e, no final, queria que a animação não acabasse!


Esta e outras notícias também no nosso Facebook e Twitter. Visite já!
Fonte: ESCPORTUGAL / imagem e vídeo:  MUNICÍPIO DE S. JOÃO DA MADEIRA PARA ESCPORTUGAL 

3 comentário(s):

  1. Rui Ramos07:15

    Curioso artigo. Foi uma pena os abba terem acabado tso cedo

    ResponderEliminar
  2. Anónimo08:48

    Gosto muito (h)

    ResponderEliminar
  3. Ricardo Alves11:55

    Muito bom a eurovisao estar presente em eventos que não têm directamente a ver com o mesmo.

    ResponderEliminar

Temas em Destaque

 
Top