Os representantes da Holanda no Festival da Eurovisão 2009, De Toppers, foram alegadamente contactados para comprar votos a um "país de Leste" a troco de dois milhões de euros. A proposta, contudo, terá sido recusada.

Sete anos depois da competição em Moscovo, o manager do grupo Toppers, Benno de Leeuw, representante da Holanda na Eurovisão 2009, revelou que foi contactado para comprar votos a favor de um "país de Leste". A revelação foi feita no programa Brandpunt, na NPO 2, sendo que Benno garante que foi abordado por um homem em Hengelo para marcar uma reunião, onde, posteriormente, lhe apresentou uma proposta para "bombardear o sistema de votação com votos de SMS na Holanda" no respetivo país, em troca de dois milhões de euros. Contudo, a proposta foi recusada e Benno não voltou a ser contactado.

A notícia surge três anos depois de uma outra notícia que surgiu na imprensa lituana sobre uma eventual tentativa de compra de votos a favor do Azerbaijão na final de 2009, algo que nunca chegou a ser comprovado.

O grupo Toppers representou a Holanda no Festival da Eurovisão 2009, sendo escolhido internamente pela emissora holandesa, com o tema Shine, terminando a semifinal na 17.ª posição com apenas 11 pontos (10 da Albânia e 1 da Dinamarca). Recorde, de seguida, a sua participação em Moscovo:


Esta e outras notícias também no nosso Facebook e Twitter. Visite já!
Fonte: eurovoix / Imagem/Vídeo: eurovision.tv

11 comentário(s):

  1. Anónimo00:24

    cof cof Azerbaijão cof cof

    ResponderEliminar
  2. Este tipo de "iniciativas"com a entrada dos juris profissionais,tem-se tornado um risco maior.Mais facil e subornar membros de juris aqui e ali do que usar tecnicas digitais,que correm o alto risco de serem rapidamente detectadas.Acho eu...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo21:06

      Ainda para mais ao ser revelado publicamente que são os membros de cada juro, é quase um convite a quem vai comprar votos, assim ja vai diretamente a fonte

      Eliminar
    2. 21:06 - Nem mais! Acertaste em CHEIO no nucleo da questao!

      Eliminar
  3. Anónimo02:15

    Seja verdade ou mentira o culpado mesmo que seja inocente já foi encontrado...Azerbaijão

    ResponderEliminar
  4. Anónimo08:38

    Que o Azerbaijão ou até mesmo a Rússia andem numa corda viva em busca de votos da forma mais desesperada e falaciosa possível, já não surpreende ninguém ... mas eu não suporto ver uma Eurovisão em que, supostamente, as pessoas em casa votam não nas melhores canções mas sim nas maiores porcarias que entretêm qualquer bêbado como uma Ana Malhoa tentar entreter um estudante mais ressacado do que sóbrio numa Queima das Fitas. Se o objetivo é cair no ridículo ... então a Eurovisão pode morrer aqui e já. Com os Júris pelo menos a qualidade musical está muito mais presente ... o resto são tretas de bastidores que para já não passa disso mesmo e que ainda não deram vitória a ninguém.

    ResponderEliminar
  5. Anónimo12:30

    Estes nem com votos comprados passavam à final.

    ResponderEliminar
  6. Anónimo12:30

    Quantos votos terá o EManuel comprado para a Suji?

    ResponderEliminar
  7. 'Que o Azerbaijão ou até mesmo a Rússia andem numa corda viva em busca de votos da forma mais desesperada e falaciosa possível, já não surpreende ninguém ... mas eu não suporto ver uma Eurovisão em que, supostamente, as pessoas em casa votam não nas melhores canções mas sim nas maiores porcarias que entretêm qualquer bêbado como uma Ana Malhoa tentar entreter um estudante mais ressacado do que sóbrio numa Queima das Fitas. Se o objetivo é cair no ridículo ... então a Eurovisão pode morrer aqui e já. Com os Júris pelo menos a qualidade musical está muito mais presente ... o resto são tretas de bastidores que para já não passa disso mesmo e que ainda não deram vitória a ninguém.'

    Não podia estar mais de acordo com isto, não queiram o júri, não, ia ser bonito se voltássemos à época de tele-voting only de 2000 a 2008 em que era só pimbalhada, cheese-pop, dull ballads e joke acts, tirem o júri e posso-vos garantir que iriamos voltar à época em que um tema ganhava por causa de uma mudança de roupa ao vivo como foi em 2002 ou porque tinha todos os gimmicks possíveis numa só performance como foi em 2008, queixam-se do júri que faz muito mal a temas que muito gostam mas se não fosse por eles, este festival continuava a ser o laugh stock da Europa, é certo que o júri não é perfeito mas são necessários, isso não haja dúvida.
    Quanto ao suposto país de leste que estava a tentar comprar votos, deve ser de certeza o Azerbuyjan, é que já nem há dúvidas que é o país mais corrupto e fake dos últimos anos no festival.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Joao Teles,discordo quanto as garantias de qualidade dadas pelos juris,mencionando so as victorias de anos como 1984,1989,1994,em que televoto nao havia.A votaçao por vizinhança e outras razoes obscuras era obvia.Parabens pela genialidade criativa do termo AZERBUYJAN! (h)

      Eliminar
    2. Anónimo18:02

      Lá deve ser...não sabes. Ainda por cima isto foi em 2009...só passados quase 10 anos é que se lembras de dizer isto, que génios. Ainda por cima esta compra de votos seria menos comum, porque essas votos seriam para a Holanda...e ão para o suposto pais em questão, ou seja esse suposto pais estava-se a vender perante outro.

      Eliminar

Temas em Destaque

 
Top