Saiba quantas pessoas acompanharam a grande final do Eurovision Song Contest 2016 pela Europa e pelo mundo.


Teve lugar ontem a grande final do Festival Eurovisão da Canção de 2016. Jamala sagrou-se a grande vencedora com a música 1944. A sua vitória foi acompanhada por milhões de espectadores por toda a Europa e pelo mundo.

Em Espanha, mais de 4 milhões e 200 mil espectadores acompanharam o evento. O programa foi o mais visto da TVE mas registou uma queda de 10% de share em relação a 2015. Este valor é o mais baixo desde 2007.

Em França, a Eurovisão surpreendeu nas audiências. Nos últimos anos o evento tem ficado a milhões de espetadores do The Voice, emitido no mesmo horário, mas, este ano, encurtou essa distância para apenas 77 mil. A audiência média aumentou em 477 mil espectadores e, no momento em que Amir atuou, registou-se uma audiência de 6 milhões e 45 mil espectadores.

Na Alemanha foi batido um recorde. A Eurovisão foi vista por 9 milhões e 33 mil pessoas. Este é o valor mais alto desde 2011. Em Itália o número de espectadores aumentou ligeiramente, para 3,3 milhões, e registou um share de  16,94%. No Reino Unido a audiência também aumentou. Mais 600 mil espectadores acompanharam a Eurovisão, em relação ao ano passado, para uma média de 7,2 milhões. Na Holanda, o certame foi acompanhado por 4,254 milhões de pessoas, o que representa um share de 66%.

Em Portugal, o Festival Eurovisão da Canção foi acompanhado por mais de meio milhão de pessoas. Um valor semelhante ao do ano passado, em que Portugal participou mas não chegou à final. Pode encontrar todos os detalhes AQUI.

ATUALIZAÇÃO

Na Dinamarca, as duas eliminações seguidas do país têm custado caro à DR nas audiências. Na semifinal o número de espetadores caiu cerca de 250 mil, em relação ao ano passado, e na grande final o tombo foi de 100 mil, para cerca de 711 mil. Na Grécia, país que ficou fora da final pela primeira vez, as audiências também desceram. No caso dos gregos, o share desceu 9 %, para 30,9%. O que significa que a grande final foi vista por 1 milhão de pessoas.

Na Polónia o interesse na Eurovisão continua a crescer. Depois de mais um apuramento para a grande final, 5,1 milhões de espetadores viram a TVP. Isto significa um crescimento de 250 mil em relação a 2015. Na Suécia, país organizador do certame, mais 400 mil pessoas viram a final em relação ao ano passado, aumentando o número para 3,68 milhões de espetadores. Na Bélgica, 1,97 milhões de pessoas viram a final do ESC2016 (1,53 milhões na Flandres e 435 mil na Valónia).

Nos Estados Unidos da América as audiências foram dececionantes. Apenas 52 mil pessoas ligaram a LOGO TV para verem o Festival da Eurovisão no sábado à tarde. A transmissão americana foi fortemente criticada no país por causa do fraco trabalho dos comentadores e pela não transmissão da atuação de Justin Timberlake. O canal oficial da eurovision.tv, tanto no website como no YouTube, foram bloqueados nos EUA durante o espetáculo para evitar que os telespetadores optassem por outras formas de ver o certame. Estes canais estão ainda bloqueados no dia de hoje. No entanto, a transmissão que ocorreu no site da SVT não foi bloqueada nos Estados Unidos, tendo muitos optado por essa solução.

Esta e outras notícias também no nosso Facebook e Twitter. Visite já!
Fonte: eurovoix; escportugal; oikotimes / Imagem: eurovision.tv

15 comentário(s):

  1. Anónimo18:57

    E na austrália e nos EUA?

    ResponderEliminar
  2. Anónimo18:57

    A rtp vai fazer um festival da canção fantastico!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo20:05

      continue sonhando...

      Eliminar
    2. Anónimo20:39


      :))

      Eliminar
    3. Anónimo01:28

      Muito sinceramente também não acredito que a RTP consiga gerar um candidato à altura para a Eurovisão. Nem a RTP e acho até que nem qualquer outro canal em Portugal, enquanto houver por parte dos produtores a ideia e constatação de que ao participarem no neste evento não lhes irá acrescentar em nada ou até mesmo danificar a sua reputação, nenhum com real capacidade se prontificará para elaborar algum trabalho digno de nota. Mas existe uma questão pertinente, qual poderá ser o modelo a seguir de perto? Um tema com as características da Conchita, do Mans ou da Jamala? Já perceberam as diferenças?! Alguns países seguem modelos do ano anterior na esperança de conseguirem vencer, problema é que este modelo fantasma parece ser muito inconstante!

      Eliminar
    4. Anónimo19:00

      Tem razão, anónimo da 1:28. Aliás, vários foram os países que mudaram em relação aos seus próprios modelos anteriores, nuns casos com algum sucesso (Suécia, Bulgária), noutros com menos (Espanha, Chipre). No caso português, acho que só se se levar algo verdadeiramente diferente (a nível musical e de conceção cénica) se poderá ter alguma esperança. Para alguns "algo verdadeiramente diferente" é sinónimo de "algo verdadeiramente português" e lá vêm canções sobre a história de Portugal, o mar e as caravelas... Também é verdade que há quem receie participar, que um mau resultado lhe estrague a carreira. Também há, por vezes, a distribuição precipitada de títulos ("pimba" é um deles) e há intérpretes injustamente rotulados/as assim que até têm boas vozes, não hesitariam em participar e bem orientados/as poderiam proporcionar boas atuações). Receio que nos façamos representar por algo "moderno", como no ano passado, com o resultado que se viu...

      Eliminar
    5. Anónimo19:45

      O problema do ano passado foi sobretudo os coros, qual era o sentido mesmo? Acho que Portugal poderia ter tido melhor resultado se levasse a versão acústica (guitarra e violoncelos), e com uma apresentação diferente mas memorável em palco.

      Eliminar
  3. Anónimo19:32

    Quando é que os paises começam a comfirmar as suas participações na eurovisão 2017??

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo20:26

      Alguns já estão confirmados, até ao momento 7.

      Eliminar
    2. Anónimo20:54

      Portugal, Suécia, Hungria, Estónia, Alemanha e mais quem?

      Eliminar
    3. Anónimo21:03

      Ucrania e espanha

      Eliminar
    4. Anónimo21:06

      Finlandia e Ucrania tambem

      Eliminar
    5. Anónimo17:51

      Sao 12 ja

      Eliminar
    6. Anónimo20:28

      quem é o 12º ?

      Eliminar
  4. Anónimo13:43

    Tavam a dizer que a eurovisao tinha chegado a 50 milhões de casas nos Eua .. E afinal

    ResponderEliminar

Temas em Destaque

 
Top