Alemanha: Roger Cicero morre aos 45 anos de idade

Roger Cicero, que representou a Alemanha no Festival Eurovisão 2007, morreu vítima de um AVC. O cantor tinha 45 anos de idade.


A última aparição pública de Roger Cicero ocorreu no passado dia 18 de março, numa entrevista à Rádio da Baviera, para promover o seu último álbum, que foi lançado a 27 de novembro de 2015. Logo após essa entrevista, e em data incerta, o cantor sofreu um Acidente Vascular Cerebral, tendo sido hospitalizado e falecido a 24 de março. A notícia, contudo, ficou reservada à família e tornada pública apenas esta manhã. Deixa viúva e um filho menor.

Roger Cicero estava a trabalhar na sua próxima digressão. O primeiro concerto estava agendado para o próximo dia 7 de abril, um tributo a Frank Sinatra, tema aliás do seu mais recente álbum.

Roger Cicero nasceu a 6 de julho de 1970. O seu primeiro álbum foi lançado em 2003. Quatro anos depois, representa a Alemanha no Festival Eurovisão com a canção "Frauen regier’n die Welt" em Helsínquia, Finlândia. Desenvolveu toda a sua formação académica e profissional na área do jazz. Era voluntário da associação "Save the childreen".





As sentidas condolências da equipa do ESCPORTUGAL à família, amigos e fãs do artista.
 

Esta e outras informações também no nosso Facebook. Visite já! 
Fonte: ESCTODAY / Imagem: GOOGLE / Vídeo: YOUTUBE

6 comentários:

  1. Pedro Carvalho13:02

    Uma grande perda :-( DEP

    ResponderEliminar
  2. Shevek13:42

    Tenho vários CDs do cantor, que aprecio muito. Obrigado pela canções. Que descanse em paz.

    P.S. - a sua participação em 2007 foi a melhor desse ano, na minha opinião.

    ResponderEliminar
  3. Rita Martins14:20

    Qe tristeza. Tão novo!! RIP :-(

    ResponderEliminar
  4. Anónimo20:01

    Ainda estou em choque. Por questões pessoais e profissionais estava na Alemanha na época da "explosão" da sua carreira, de que fez parte a participação no ESC 2007. Pugnou sempre pelo uso da língua alemã nas suas canções, bem como pela presença de músicos tocando ao vivo (embora as regras do ESC à época já o impedissem, em palco estiveram alguns dos músicos com que habitualmente atuava). Foi também um competente ator de cinema. Cantou sobre o poder das mulheres, mas também sobre a solidão dos homens, em textos de grande sensibilidade. Paz à sua alma! Muitas vezes esta é uma frase feita, mas neste caso realmente verdadeira: deixa um lugar difícil de preencher na música de expressão alemã.

    ResponderEliminar
  5. Anónimo20:39

    Gostava muito das musica dele por terem sempre um ar de jazz que é o meu genero de musica preferido ,tinha muito ainda para dar à musica alemã, gostava de acreditar que quem morre está em algum lugar.

    ResponderEliminar