Portugal: Ramon Galarza acompanha Hélder Reis nos comentários ao ESC2015

O produtor musical Ramon Galarza juntar-se-à a Hélder Reis nos comentários em português ao Eurovision Song Contest 2015.


Hélder Reis terá a companhia de Ramon Galarza no acompanhamento do Festival Eurovisão da Canção de 2015. O produtor musical costuma estar envolvido nas seleções portuguesas e, já por diversas vezes, fez parte da delegação portuguesa na Eurovisão.

Este ano, foi o produtor responsável por metade dos temas que concorreram ao Festival da Canção de 2014. Foi ainda no seu estúdio Tchatchatcha, que foram gravados os arranjos da versão final da canção portuguesa, para além da versão karaoke e em inglês.


Esta e outras informações também no nosso Facebook. Visite já!
Fonte: RTP / Imagem: Ramon Galarza

29 comentários:

  1. Anónimo18:08

    culpa do festival da cançao ser mediocre é dele! PORQUE RTP CONTINUA A CONTRATAR ESTE SENHOR QUE ESTÁ PARADO NO TEMPO? pior, ele é que vai comentar também? isto é a gozar só pode.

    ResponderEliminar
  2. Anónimo18:09

    Hã?? Oh meu Deus...

    ResponderEliminar
  3. Anónimo18:19

    NAAAAOOOOOOO

    ResponderEliminar
  4. Anónimo18:19

    enfim, parabens RTP, sempre conseguem me surpreender pela negativa, este senhor irrita-me, aliás ele é sempre convidado pela RTP, não sei porque, existe só ele de produtor em Portugal?

    ResponderEliminar
  5. Anónimo18:24

    mas será que a RTP não faz nada de jeito? enfim.

    ResponderEliminar
  6. Tuuuudo crítica fácil, tudo a atirar pedras. Ramón Galarza é apenas produtor, não foi compositor, nem foi o organizador responsável pelo Festival, nem foi ele que introduziu as lamentáveis cláusulas do regulamento tardio que previa convites a compositores e júri por estes constituído. Quanto à versão final da canção deste ano, segundo consta coube ao Fernando Martins. Apenas contribuiu com o estúdio. Faz parte da prata da casa? Sim. A RTP usa os recursos que tem em termos de produção e experiência. Tem mais? Tem outros? Não sei, por isso não acuso.

    ResponderEliminar
  7. Anónimo18:53

    Pode ser que pela primeira vez ele oiça o tipo de músicas que concorrem e finalmente se aperceba que a Eurovisão não é bem o que ele pensa que é...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo19:08

      era bom, mas ele todos os anos vai com a delegação e nunca aprende nada.

      Eliminar
  8. Anónimo19:01

    falta-lhe simpatia,,

    ResponderEliminar
  9. Anónimo19:20

    Hoje não é 1 de ABRIL pois não?????

    ResponderEliminar
  10. Anónimo19:40

    Sais mais uma tachada na Marechal Gomes da Costa...

    ResponderEliminar
  11. Lamento,por multiplas razoes.Teve o seu tempo na estructura do FC,mas actualmente,nomeadamente como productor musical,pouco entende do que e o ESC,idem,idem .FMartins.Basta ver as produçoes deles no FC,os formatos em que enfiam as cançoes.Para comentador,acho que tambem nao.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Discordo, sobretudo quando mete Fernando Martins ao barulho. Acho que fez um bom trabalho com a nova versão, milagres não existem, e os Tambor são um excelente exemplo das suas capacidades. Quanto ao que diz ser o ESC, como se houvesse uma fórmula mágica que nenhum dos dois produtores foi capaz de captar, gostaria que me explicasse qual é.

      Eliminar
    2. DF,formulas certas a 100% para o ESC ainda bem que nao as ha.Ha antes formulas,q com muita a probabilidade nao funcionam.Pessoalmente considero q a maioria das cançoes no FC tem boa materia prima,mas os arranjos e formatos sao frequentemente maus.Tambor?So para consumo interno,acho eu.

      Eliminar
    3. DF,esta ano as cançoes da Filipa B. e do Filipe G. de por ex.Rihanna e Pharrell Williams teriam resultado,na minha opiniao,estrondosamente bem.Em vez disso deram-lhes ritmo anemico,sonoridade antiquada.Parece q ha um mundo de sonoridades,q estes senhores nao dominam,nao conhecem.

      Eliminar
    4. Peço desculpa pelo texto confuso das 00:19.Queria dizer" se tivessem buscado um pouco de inspiraçao nas sonoridades de por ex.Rihanna e Pharrell Williams,teriam resultado estrondosamente bem". Felizmente,considero a perfeiçao algo de patologico :-))

      Eliminar
    5. Hip-Hop, funk, R&B e soul ... com os dois exemplos que deu. Estes estilos já se fazem ouvir no ESC, mas não dominam e a meu ver, ainda bem. Pessoalmente, as influências norteamericanas e caribeñas não devem ser importadas só porque são e garantem sucesso nos States. Agora, posso concordar que nos casos das canções que referiu do FC os resultados de produção foram infelizes. A mim, como me encantam Tambor e Goldfrapp, e dadas as características de raíz da canção do Gameiro, acho que o resultado final de produção da canção da Leonor está bastante aceitável. Afinal não há mesmo fórmula... Há opiniões.

      Eliminar
    6. DF,eu nem sou muito"american minded",considero os 2 exemplos que dei como casos de sucesso mundial,dos quais gosto bastante.Tambem acho bastante aceitavel o resultado final da nossa cançao,se bem que algo ao estilo Noruega 2013 fosse o meu ideal.Aprecio MUITO e respeito as suas opinioes.

      Eliminar
  12. Pedro Carvalho22:52

    Quantos sucessos musicais produz este senhor? Quantos já produziu? Desculpem mas não sei mesmo e gostava de aumentar a minha enciclopédia musical

    ResponderEliminar
  13. Anónimo23:11

    Uii não sei se quero ouvir comentários de tal senhor...o que virá por aí?Não prevejo nada de bom.

    ResponderEliminar
  14. Anónimo02:49

    Eu acho q o Hélder Reis vai ser um ótimo comentador, já o Ramón Galarza, não sei.

    ResponderEliminar
  15. Anónimo11:42

    Queriam à força toda levar o Ramon à Eurovisão às custas do contribuinte, e conseguiram! Meus Deus, quanta falta de respeito pelos Portugueses que trabalham duro para pagar férias de borla a esta gente sem vergonha na cara!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ah, isto sim. Concordo. Qual a necessidade que temos de ter este senhor como comentador? Tanto mais que já tínhamos outro designado para esse efeito. Deve ser a compensação de algo, da utilização do seu estúdio pessoal? Ou isso foi pago à parte e a ida a Viena é um bónus extra pago pelo contribuinte? RTP no seu melhor.

      Eliminar
    2. Concordo.Mas parece-me,creio que esta nao e a primeira nem segunda vez que Ramon Galarza vai ao ESC integrado na comitiva da RTP(alem de 1980,integrado no coro que apoiou Jose Cid,era o Ramon novinho).Em 2006 ele produziu,para mim,o melhor do FC,"Nas minhas guitarras",cantado por Cuca Roseta.

      Eliminar
    3. Obrigado RG. Não conhecia. Realmente bonito mas demasiado plana. Faltou ali trabalho, até na voz da Cuca no final dos versos.

      Eliminar
  16. Anónimo14:23

    Péssimos comentadores! Estava tudo mal e nenhuma canção ou indumentária estava boa! Apeteceu-me carregar no mute cada vez que cada música acabava. Faziam comentários completamente absurdos , tendenciosos. Péssima escolha tanto da música para o festival, como dos comentadores. Que desgosto, Portugal. Não cometam os mesmos erros para o ano.

    ResponderEliminar
  17. Anónimo17:14

    Este Senhor, Ramon Galarza, pode possuir muitas qualidades profissionais no campo da música, acontece que ainda que seja bastante difícil, não é de todo impossível abster-se de conceitos próprios e tendenciosos e ele não cumpre com esse esforço. Ao longo do desfile de canções foi uma constante. Só gostava de saber qual o contributo real e efectivo do Ramon Galarza com vista a uma projecção da música portuguesa além fronteiras até hoje! Que provas e resultados práticos com sucesso já nos mostrou? Neste sentido, que moral (diga-se) tem o Ramon Galarza para poder opinar, criticar interpretações estrangeiras sejam elas de que tipo forem? Certamente, cada país representado não precisou da sua opinião para efeitos de júri! Obviamente (penso) que o Ramon estará de novo connosco até ao fim do evento. Assim foi decidido, mas vai ser um estado de nervos até ao fim..., só espero que a RTP para a próxima tenha a sensatez de designar alguém com outra postura, ou quiçá melhor ainda, não designar ninguém para esta função.

    ResponderEliminar
  18. Anónimo11:53

    Péssimos comentadores, sempre a opinar, cínicos, e com julgamentos pessoais. Creio que irei ver a segunda semi-final e final no stream oficial, pois não suporto aqueles comentários.

    ResponderEliminar
  19. Anónimo23:16

    Hoje, pela 2ª semi-final, pode-se dizer que o Mr. Galarza até foi mais soft, deve ter feito algum trabalho de casa (...), ou então foi mais condescendente talvez! O facto é que desta vez houveram poucos motivos para repetir a dose da 1ª semi-final, visto que o desfile de talentos foi no geral magnífico tanto na quantidade como na qualidade. Ainda assim, não se absteve de comentários um tanto pessoais e até pouco profissionais em alguns pontos. Uma boa oportunidade de estar calado foi quando se referiu à interpretação da Polónia; na minha opinião, foi um tema que mereceu estar entre os melhores, gostei imenso, para Ramon Galarza, a Polónia não teve uma boa prestação. Interessante que passou à final. Do meu ponto de vista, acho que mereceu!

    ResponderEliminar