ESC2014: Croácia diz NÃO à Eurovisão


A televisão pública da Croácia anunciou que não irá participar no próximo festival Eurovisão (ESC). A HRT foi obrigada a um ajustamento no seu orçamento, sentindo-se obrigada a eliminar a participação no ESC. Não é certo sequer se irá transmitir a final e as semifinais. De acordo com os responsáveis da estação, a paragem não é definitiva, ponderando poder voltar a participar numa próxima edição.

A Croácia participou 21 vezes no ESC, desde que nasceu como país independente. Antes desse ano, os seus artistas representavam a Jugoslávia, tendo a atual capital do país Zagreb recebido o festival Eurovisão de 1990 depois do grupo Riva ter ganho a edição de 1989 com a canção "Rock me".




Esta e outras notícias também no nosso Facebook. Visite já!
Fonte: HRT / Imagem: GOOGLE

10 comentários:

  1. Anónimo13:07

    oH PÁ QUE PENA. Um pais que sempre trouxe qualidade ao ESC. Perde-se um dos bons!

    ResponderEliminar
  2. Anónimo14:31

    A Croácia é dos paises que para mim depois de 1998 evaporou do mapa das minhas atenções ... por isso ficar de fora para o ano não me faz qualquer diferença e se a Bosnia e a Sérbia ficarem de fora como se tem vindo a especular então é menos uma votação bloquista que não terei de ver felizmente.

    ResponderEliminar
  3. Anónimo16:48

    Ao rever este video, recordei grandes canções levadas ao ESC pela Croácia. faltam aí as dezenas de músicas da Jugoslávia com artistas croatas. tenho pena.

    ResponderEliminar
  4. Anónimo18:02

    A Croácia (oficialmente República da Croácia, Hrvatska em croata) foi uma das grandes injustiçadas na Eurovisão 2013 por isso, percebesse perfeitamente que tenha dito CHEGA!

    ResponderEliminar
  5. Nuno18:49

    Uma Grande Tristeza. A Croácia foi muito injustiçada, com destaque para 2010 e 2013, anos que mereciam um TOP 5.
    Fala-se ainda da possível não participação da Sérvia.
    Até agora os países que têm ficado sempre de fora, já anunciaram que não voltavam. Esperemos que Portugal, Bósnia e a Turquia( dificilmente por birras) regressem. Das estreias, o Lietchstein já anunciou que não se estreia este ano. Será que o Kosovo e o Cazaquistão vão se estrear????
    Com tantas desistências, qual será o futuro da Eurovisão? Além da Crise económica, não será também o sistema de voto que está em causa? A UER tem de tomar medidas urgentes, senão será a morte do Festival.

    ResponderEliminar
  6. Anónimo19:37

    É sempre chato quando um país deixa de ir à Eurovisão.

    ResponderEliminar
  7. Anónimo20:27

    A minha opinião é clara como a água. Se houver dinheiro para participar e gente que queira ver tudo bem, caso contrário não vale a pena. Adoro a ESC mas gosto de decisões tomadas com "os pés bem acentes no chão".

    ResponderEliminar
  8. Anónimo22:33

    ÚLTIMA HORA: Novas regras amanhã

    https://twitter.com/jonolasand/status/380800445436157952

    ResponderEliminar
  9. Anónimo02:48

    A UER exagerou nos custos obrigatórios para cada estação de televisão. Deveria apostar mais nos patrocinios, como faz a UEFA

    ResponderEliminar
  10. Anónimo20:20

    A Croacia diz não e eu digo: obrigado! :)

    ResponderEliminar