República Checa: Revelados os 7 finalistas do 'Eurovision Song CZ 2020'


A emissora da República Checa revelou, esta manhã, os 7 finalistas do Eurovision Song CZ 2020. As canções serão reveladas a 20 de janeiro.
A emissora estatal da República Checa revelou, esta manhã, os sete participantes do Eurovision Song CZ 2020. Barbora Mochowa, uma das favoritas ao triunfo no ano passado, está de regresso à competição, bem como Pam Rabbit, cantora que competiu com um tema de Soundskillz, compositor português, na edição de 2019.

As canções serão reveladas no dia 20 de janeiro, data em que será aberta a votação online. O vencedor será determinado pela votação do público e por um painel de personalidades, sendo conhecidos os resultados a 3 de fevereiro.


Aceda, de seguida, aos 7 finalistas:

 Olga Lounová
Barbora Mochowa
Ben Cristovao
Pam Rabbit
Karelll
Elis Mraz & Čis T
We All Poop
Estreante em 2007, a República Checa conta com 8 participações no Festival Eurovisão, tendo conquistado três apuramentos para a Grande Final. Depois do apuramento em Lisboa, onde conquistou o melhor resultado de sempre (6.º), a República Checa disputou a Grande Final em Telavive, tendo sido representada por Lake Malawi e "Friend of a Friend". A candidatura ficou em 11.º lugar com 157 pontos, fruto do 8.º lugar do júri e do 24.º do televoto, tendo sido a segunda mais votada pelo júri português.


 Este e outros artigos também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: CT / Imagem/Vídeo: Eurovision.tv

9 comentários:

  1. Anónimo13:25

    E eu que pensava que o que ia sair eram as musicas

    ResponderEliminar
  2. Anónimo13:58

    tiveram uma musica fraquita em 2019 mas destacaram-se devido ao bom stage.. aprende RTP

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo14:45

      Tirando os leds, a RTP não é responsável pelo staging do artista a concurso, se o público aprender e perceber isso podemos evitar que em 2020 o/a representante português seja um/a artista com pouca experiência de palco e quase nenhuma de televisão

      Eliminar
    2. Anónimo20:08

      Desde 2017 se sabe que a RTP tem muito pouco que ver na escenografía do representante português (exceptuando os LEDs e as vezes dão umas quantas ideias mas não obrigam a nada), a unica maneira de ter uma super escenografia seria levar alguem com muito dinheiro que não tema gastar em props, bailarinos e coisas mais (mas isso implicaria ser outro São Marino da vida)

      Eliminar
    3. Anónimo10:52

      Acho que não é uma questão só de dinheiro, a Surma não é multimilionária e conseguiu chegar à final do concurso graças ao staging que criou para a música Pugna e o staging de San Marino em 2019 não deve ter sido muito mais caro que o português.
      Em 2020 temos alguns artistas que têm muita experiência de palco e carreiras com alguns anos que têm capacidade para investir na parte visual das suas candidaturas e os portugueses ao votar têm de pensar não só na melodia ou na letra, mas também a cenografia

      Eliminar
    4. Anónimo14:28

      Mas essa desculpa de que a RTP nao e responsavel e mentira. No regulamento do Festival ddiz que a RTP e a responsavel. E quem vence o festival aassina contrato com a RTP por isso sse a RTP acha que deve fazer uma melhor apresentação tem de intervir e fazer. E é muito capaz disso. Tem se visto uns bons LEDs...

      Eliminar
  3. Anónimo16:54

    We all poop!

    ResponderEliminar
  4. Anónimo18:14

    A última....

    ResponderEliminar
  5. Anónimo00:24

    Muito bons candidados, com destaque para os We all POOP LOLOL

    ResponderEliminar