ESC2020: TRM não assume despesas de preparação para o Festival Eurovisão 2020


Os representantes da Moldávia no Festival Eurovisão 2020 serão escolhidos exclusivamente pelo júri e a emissora TRM não assegurará os custos de preparação para a atuação em Roterdão.

Depois de ter sido o último país participante em Telavive a confirmar a participação em Roterdão, a Moldávia abriu, recentemente, as inscrições para o O Melodi Pentru Europa 2020. As inscrições decorrem até 17 de janeiro, sendo que as canções validadas serão apresentadas perante um júri numa ronda de audições que será transmitida pela TRM2.

Depois de todas as atuações, os membros do júri avaliarão as canções de 0 a 12, sendo que a canção mais votada será a escolhida para representar a Moldávia no Festival Eurovisão 2020. Em caso de empate, o primeiro critério de desempate é o número de pontuações máximas (12) recebidas, seguindo sucessivamente até à pontuação mais baixa. Caso o empate continue, o membro mais jovem do júri será o responsável por desempatar.

Além disso, a TRM revelou que, tal como nos últimos anos, não assegurará os custos de preparação e participação em Roterdão. Custos relacionados com a produção de um videoclip, participação em festas promocionais e com a atuação terão de ser assegurados pelo artista escolhido.

Participante desde 2005, a Moldávia participou no certame europeu em 15 ocasiões. Com dez apuramentos para a Grande Final, a melhor classificação do país aconteceu em 2017 com o grupo Sunstroke Project a conquistar a 3.ª posição, tendo sido a candidatura mais votada do televoto português. Em Telavive, Anna Odobescu representou o país com "Stay", terminando em 12.º lugar com 85 pontos na semifinal.


 Este e outros artigos também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: TRM / Imagem e Vídeo: Eurovision.tv

Sem comentários