Carlos do Carmo premiado com o 'Prémio Vasco Graça Moura - Cidadania Cultural 2020'


O Prémio Vasco Graça Moura - Cidadania Cultural 2020 foi atribuído a Carlos do Carmo, "individualidade exemplar numa área que Vasco Graça Moura muito prezava e para a qual contribuiu com numerosos poemas".


Instituído pela Estoril Sol, em homenagem à memória de Vasco Graça Moura, e com periodicidade anual, o Prémio Vasco Graça Moura-Cidadania Cultural 2020 foi atribuído ao fadista Carlos do Carmo, sucedendo a Eduardo Lourenço, José Carlos Vasconcelos, Vitor Aguiar e Silva e Maria do Céu Guerra. O júri que atribuiu o prémio foi presidido por Guilherme D'Oliveira Martins e constituído por Maria Alzira Seixo, José Manuel Mendes, Manuel Frias Martins, Maria Carlos Gil Loureiro, Liberto Cruz, José Carlos de Vasconcelos e Dinis de Abreu.

"Os prémios nacionais e internacionais que obteve pela qualidade das suas edições discográficas, onde surge como um dos maiores intérpretes de um Fado que ele soube renovar, dão conta de uma das mais exemplares carreiras do panorama artístico português. Desde cedo que a sua voz soube quebrar fronteiras, atravessar gerações, tornando o Fado uma manifestação artística de expressão universal. Essa expressão universal foi determinante para a Candidatura do Fado a Património Imaterial da Humanidade, de que Carlos do Carmo foi um dos embaixadores" escreveu o júri em comunicado, referindo que a atribuição decorrerá a 3 de janeiro, coincidindo com a data natalícia de Vasco Graça Moura (1942-2014).


Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte:RTP/ Imagem: Google/ Vìdeo: Youtube

Sem comentários