ESC2020: Governo da Hungria recusa comentar a retirada do Festival Eurovisão 2020


O Governo da Hungria recusou-se a comentar a retirada da MTVA do Festival Eurovisão 2020: "Nenhum membro do governo tem a possibilidade de controlar as decisões da emissora estatal".


Apesar da confirmação da EBU/UER sobre a retirada, a emissora estatal da Hungria recusou-se a revelar qualquer detalhe sobre a saída do Festival Eurovisão em 2020, atitude seguida pelo Governo do país. Péter Ungár, deputado do partido LMP, questionou o Governo sobre a saída do país, não tendo recebido nenhuma resposta.

"Nenhum membro do governo tem a possibilidade de reverter nem controlar as decisões da emissora pública" frisou o Secretário de Estado Parlamentar Bence Rétvári, recusando-se a envolver nos assuntos internos da MTVA.

Estreante em 1994, a Hungria participou em 16 edições do Festival Eurovisão, tendo como melhor resultado o 4.º lugar alcançado na sua estreia com Friderika Bayer. Depois de uma série de apuramentos consecutivos de 2011 a 2018, Joci Pápai e "Az én apám" não foram além do 12.º lugar na semifinal em Telavive com 97 pontos, tendo sido a quarta canção mais votada pelo júri português.


Este e outros artigos também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: Wiwibloggs/Imagem/Vídeo: Eurovisiontv

Sem comentários