ESC2020: Maastricht rejeitou assinar o acordo com a EBU/UER


Roterdão foi anunciada como cidade anfitriã do Festival Eurovisão 2020 a 30 de agosto... mas a decisão poderá ter sido tomada a 8 de agosto, data em que o Conselho da Cidade de Maastricht recusou o acordo com a EBU/UER.


Depois de várias cidades interessadas, Maastricht e Roterdão disputaram o direito de receber o Festival Eurovisão 2020, com a emissora NPO e a EBU/UER a optarem, a 30 de agosto, pela candidatura de Roterdão. Contudo, a decisão poderá ter sido tomada a 8 de agosto, data em que o Conselho da Cidade de Maastricht rejeitou assinar o acordo conceptual com a EBU/UER para a organização do evento.

A informação é avançada por vários jornais holandeses, depois de revelada a ata da reunião do Conselho da Cidade dessa data. Segundo John Aarts, vereador com o pelouro das Finanças, frisou que a "NPO apresentou um contrato de estrangulamento", criticando uma cláusula que frisava que o Município seria responsável por todos os riscos do evento e que, segundo o vereador, não estava no documento inicial. Os vereadores não concordaram também com os trabalhos de reforma no MECC Maastricht, local proposto para o evento, mas que não cumpria as normas da EBU/UER no que diz à resistência e altura do teto, tendo remetido uma nova versão do contrato à emissora holandesa NPO, com a qual não chegaram a acordo.

Babet Verstappen, membro da equipa organizadora, já reagiu à polémica, desmentindo a existência de um "acordo de estrangulamento": "era apenas um acordo de parceria, que tinha muitos requisitos" destacou, garantido que o falhanço no acordo entre Maastricht e a NPO não foi a razão pela escolha de Roterdão, "O Ahoy tem uma melhor arena e localização para o evento e foi isto que determinou a escolha". Por sua vez, Said Kasmi, vereador de Roterdão, garantiu que a cidade concordou com o acordo da EBU/UER, demarcando-se da polémica: "Assinámos um acordo para uma parceria baseada em relacionamentos normais entre cliente e contratado. Os interesses de Roterdão e dos seus parceiros estavam representados no documento" frisou, garantindo que o acordo foi assinado nos primeiros dias de agosto.





Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: DeMorgen / Imagem: Google / Vídeo: Eurovision.tv

Sem comentários