[VÍDEO] Rússia: Inis Neziri venceu o 'New Wave Festival 2019'


A cantora albanesa Inis Nezeri, terceira classificada no Festivali i Këngës 56, venceu o New Wave Festival 2019. Aisel, representante azeri em Lisboa, ficou em 8.º lugar.

Depois do terceiro lugar na final nacional da Albânia para o Festival Eurovisão 2018 e da vitória no Golden Stag Festival, um dos mais importantes concursos musicais da Roménia, a cantora albanesa Inis Nezeri conquistou, a noite passada, o primeiro lugar no New Wave, festival de música que teve lugar em Sochi. No somatório das galas, onde defendeu "Piedestal", canção com que tentou representar o país em Lisboa, a cantora recolheu 281 pontos, superando Davinchi e Iliana Sanchez, representantes da Rússia e de Cuba, respetivamente.

Aisel, representante do Azerbaijão em Lisboa, esteve também a concurso, terminando em 8.º lugar com 234 pontos, bem como Anna Maria, sexta classificada na final ucraniana deste ano, e Tyom, participante no Depi Evratesil 2018.
Aceda, de seguida, aos resultados finais:

Inis Neziri (Albânia) – 281 pontos
Davinchi (Rússia) – 269 pontos
Iliana Sanchez (Cuba) – 259 pontos
Buranov (Rússia) – 247 pontos
Anna Maria (Ucrânia) – 243 pontos
Sandro Nicolas (EUA) – 243 pontos
Radio Trio (Letónia) – 241 pontos
Aisel (Azerbaijão) – 234 pontos
Tyom (Arménia) – 230 pontos
Taras (Ucrânia) – 230 pontos
Thomas Grazioso (Itália) – 229 pontos
Victor Balan (Moldávia) – 224 pontos
Juan Ricondo (Espanha) – 223 pontos

Este e outros artigos também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: Wiwibloggs/Imagem/Vídeo: Eurovision.tv

2 comentários:

  1. Anónimo17:50

    A Albânia fez tão mal não a ter escolhido em 2018...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo19:00

      Tendo em conta que em 2018 obtiverem uma das melhores classificações dos últimos anos e que já tinham levado recentemente baladas interpretadas por excelentes intérpretes femininas que não se classificaram (não estou a dizer que isto iria acontecer à Inis, nunca saberemos), não me parece que tenha sido uma escolha assim tão errada. De qualquer das formas, o Eugent foi um excelente representante e a Inis, se tivesse sido a selecionada, também o seria e certamente terá uma excelente carreira pela frente pois talento não lhe falta.

      Eliminar