[ZONA DE DISCOS #93] PÆNDA ‎– "Evolution II"


Todas as semanas no ESCPORTUGAL, a crítica aos álbuns editados por artistas que participaram no concurso Eurovisão da Canção e/ou seleções nacionais ao longo dos anos. 
Esta semana, a análise recai no segundo álbum de PÆNDA, "Evolution II".
O responsável da rubrica é Carlos Carvalho.
Lançamento: 26 de abril de 2019
Nota: 4/10

 “Limits” arrisca-se, com o tempo, a ser convertida num enorme fan favorite e elevada ao confortável estatuto de “injustiça do ano”. A verdade é que atmosfera do tema defendido por PÆNDA, numa criação 100% da sua autoria, não só foi dos momentos mais intimistas do lote das 41 canções a concurso, como também uma das belas propostas - com todo o peso da subjectividade que um juízo desta natureza acarreta.
PÆNDA chega à Eurovisão já depois do lançamento de um álbum, “Evolution I”, lançado em 2018, e a viagem a Telavive revelou-se o momento perfeito para o segundo ato, compreensivelmente intitulado de “Evolution II”. Confessamos que a singularidade do tema eurovisivo lançou altas expectativas que rapidamente foram defraudadas pela ausência de outros momentos artisticamente ricos e pelo carregamento exagerado de lugares comuns de um universo musical que se encontra sobrepovoado.
“Evolution II” vive sobretudo de uma indumentária electro pop desenvolvida em mid tempo e apresentado num invólucro assumidamente contemporâneo. Uma produção, no mínimo, decente, que não envergonha, que transparece talento, mas que corre o risco de passar completamente ao lado por faltar um cunho melódico que se torne memorável. E é precisamente este o erro fatal de “Evolution II”, a ausência de linhas melódicas pujantes.
Há, contudo, alguns momentos que apresentam o perfil para lançamento em single ou até mesmo para a inclusão em colectâneas ou lista de airplays em rádios da especialidade, mas tudo sem consequências retumbantes. Esta característica aplica-se praticamente à totalidade deste segundo álbum de PÆNDA, desde o tema de abertura “I like the way you hate me”, passando pelo single atual, “Like a domino” (#2), ou até mesmo “Love myself” (#4) e ainda “Stay for the night” (#10).
Atualmente, PÆNDA encontra-se em digressão e o facto de ser a própria artista a comandar o seu ímpeto criativo, penso que será legítimo da nossa parte esperar por novos capítulos de “Evolution”, mas de preferência mais fortes, dando origem a um alinhamento mais coeso que desperte a atenção de um público mais geral e não apenas dos mais acérrimos admiradores da jovem promessa austríaca.

Vídeos e temas promocionais
Limits

Like a domino

Alinhamento
I like the way you hate me
Like a domino
Filler
Love myself
Limits
So loud
All the right things
Everything I’m not
Wavebreaker
Stay for the night
Outro

A ver: PÆNDA - Limits - Austria - LIVE - Second Semi-Final - Eurovision 2019



Pode ouvir o disco AQUI.

Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: OPINIÃO CARLOS CARVALHO / Imagem: GOOGLE / Vídeo: YOUTUBE

Sem comentários