[VÍDEO] Como reagiu a imprensa à eliminação de Portugal no Festival Eurovisão 2019?


Portugal falhou o apuramento para a Grande Final do Festival Eurovisão 2019 e o ESCPORTUGAL quis saber a opinião de alguns dos acreditados no evento em Telavive.

Diretamente de Telavive, o enviado especial do ESCPORTUGAL no Festival Eurovisão 2019 questionou alguns dos acreditados no evento internacional sobre os resultados da primeira semifinal do concurso, com especial destaque para a eliminação de Portugal na gala.



Este e outros artigos também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: ESCPortugal /Imagem/Vídeo: Eurovision.tv 

15 comentários:

  1. Anónimo03:19

    A eurovisão mudou muito. Se a suzy tivesse participado este ano tinha passado.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo03:37

      Vade retro. Deixem a pimba em paz

      Eliminar
    2. Va de retro com esse comentario tb. Pequenino e preconceituoso
      A Suzy não é pimba, quanto mt era a canção.
      Os mesmos portuguses que rasgaram a participação da Suzy devem ser os mesmos que contavam com um grd resultado do Conan ahahhahaha embrulhem :)
      Portugal está de volta ao seu lugar marginal na eurovisão!

      Eliminar
    3. Anónimo19:22

      Volta Emanuel! Fazes falta.

      Eliminar
  2. Anónimo07:55

    Espanha ficou delirante com a nossa queda, espero que Portugal abra os olhos e vote noutros, principalmente porque sao melhores.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo08:24

      Ainda nao perceberam que os votos são manipulados mesmo que ninguém em Portugal vote na espanha. Vai sempre aparecer pontos de Portugal para Espanha
      A eurovisao e corrupta e tem prejudicado muito Portugal nos últimos anos

      Eliminar
    2. Anónimo08:42

      Mas qual é o vosso problema com Espanha? Meu Deus...

      Eliminar
    3. Espanha ficou delirante? Sondaste os mais de 50 milhões de espanhois? Porque essa generalização patética???

      Eliminar
    4. Anónimo15:42

      Não tenho problema com Espanha, mas estão a insultar o conan pelo que ele fez no concerto da wiwi e ddepois dizem que portugueses são todos assim. Nunca nos apoiaram. É o que vejo

      Eliminar
    5. Anónimo19:25

      Estive no Altice Arena em 2018. Rodeado de espanhóis. E eram os espanhóis a cantar alto e bom som O Jardim em português. Não sei onde vai buscar essas opiniões mas se eles lerem a sua decerto pensarão mal de si, mas não dos portugueses todos!

      Eliminar
    6. Anónimo05:05

      19:25 engraçado, ouvi dizer precisamente o contrário...que foram mal educados e so gritavam por Espanha em várias ocasiões. La porque a sua experiência foi diferente não quer dizer que a dos outros tenha sido também

      Eliminar
  3. Eu tenho reparado que ao longo dos anos os espanhóis quando gostam votam em Portugal, mas eles não têm a culpa que os portugueses, principalmente o júri, se armem em parolos e votem incessantemente quer nos espanhóis quer nos italianos, gostem ou não. Os italianos, esses então muito raramente passam cartão à cantiga portuquesa.

    ResponderEliminar
  4. José Luís17:12

    Ainda bem que ficou pela semi, com aquele staging só fomos humilhados uma vez. Conan o árabe do futuro!

    ResponderEliminar
  5. Somos moitos os españois que,gostase ou non a canción portuguesa, queríamos que Portugal pasara á gran final, sempre será así!!! Non sei por qué tanto odio ós españois!!

    ResponderEliminar
  6. O problema da eurovisao não é a Espanha que é um país irmão e nós tem dado o seu apoio,como nós a eles. Este ano 12 pontos em par com a França e o Chipre no televoto. O problema são a casa das apostas manipuladoras das preferências pela antecipação dos resultados a mediocridade do gosto do público em geral, que transformou este evento numa pimbalhada de fórmulas repetitivas ano após ano, tipo a Suécia and só on, quem ouve uma música ouve quase todas e as diferenças de critérios. Por exemplo onde a música ridícula, sim ridícula de Israël do ano passado merecia a vitória mais que o conam que teve, a meu ver, uma representação irrepreensível, com a introdução da diferença com qualidade e uma mensagem interessante. De notar que Israel no ano em que venceu Portugal disse na votação que não concorria mais e no ano seguinte voltou e venceu... Marketing ? Depois, Portugal foi repetidamente humilhado, lembram-se da senhora do mar, entre outros? Isto não tem nada a ver com qualidade musical, ou músicas como a de Sara Tavares, Dulce pontes, tinham ganho. Isto é um festival de interesses, compadrio em que Portugal venceu uma vez, porque tinha que ser por algo que desconheço.Gostei da música, mas igualmente já tínhamos tido outras, sem sucesso. A eurovisao este ano foi a prova cabal que nem o juries de cada país que tem 50%do voto nas mãos sabem pouco de música. Se soubessem o euro festival tinha outra elevação. Aliás até a música de Israel este ano era muito melhor que a do ano anterior e ficou aquém Que o público goste de pimbalhada enfim, mas um jurie supostamente entendido em música? A canção que venceu este ano vulgar, igual a tantas outras, sem expressão o modo da fórmula mágica sueca. Outros repetem os sons do ano anterior é uma vergonha. Outros ainda desafiam, tipo S.Marino e passam a smi-final, deixando Portugal e a Hungria para trás? O que é isto? Depois o que faz a Australia ma eurovisao? Então venha também o Brasil, o Japão and so on. Há muitos interesses que passam ao lado dos mais desatentos. O que conta é show off. Muito triste. Enfim...

    ResponderEliminar