PORTUGAL ESTÁ FORA DA GRANDE FINAL DO FESTIVAL EUROVISÃO 2019


PORTUGAL ESTÁ FORA DA GRANDE FINAL DO FESTIVAL EUROVISÃO 2019!


Conan Osíris e "Telemóveis", representantes de Portugal, estão fora da Grande Final do Festival Eurovisão 2019. A candidatura portuguesa ficou de fora dos dez escolhidos pelo júri e do televoto e foi eliminada na semifinal do concurso.

Aceda AQUI aos apurados.



Este e outros artigos também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte/Imagem/Vídeo: Eurovision.tv

156 comentários:

  1. Anónimo22:10

    Como assim a Islândia?

    ResponderEliminar
  2. Anónimo22:10

    Que INJUSTO Portugal e Hungria nao passaram

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. MUITO INJUSTO. Preferem passar San Marino e Bielorrússia!

      Eliminar
  3. Pumba grande Conan ai e agora não dizem nada.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Luis Andre Santos22:15

      Eu digo (na boa): o Conan foi o melhor desta semifinal !!

      Eliminar
    2. Anónimo22:32

      Nao, foi dos piores

      Eliminar
    3. Anónimo22:38

      Acho que milhões que virão não acharam isso. Cada um pode viver no seu mundo de fantasia.

      Eliminar
    4. Luis Andre Santos23:51

      cada um pode viver no seu mundo de opiniões e gostos pessoais ... há cantores e grupos que são apreciados por milhões e eu não aprecio ... não é por milhões de pessoas gostarem de uma coisa que eu também tenho de gostar e essa minha diferença de opinião não implica que eu viva num mundo de fantasia ... boa?!

      Eliminar
  4. Anónimo22:12

    Paciência

    ResponderEliminar
  5. Anónimo22:12

    Um grande balde de agua fria em cima de nos.e eu que acreditei ate ao fim...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo22:19

      Eu também acreditei até ao fim. Mas os planos de câmara foram muito maus e as expressões faciais do Conan demasiado agressivas, não sei porquê. É pena, porque tínhamos a melhor canção a concurso!

      Eliminar
    2. Anónimo07:23

      22:19 Eu olho para a republica checa, tinha uma cançao mediocre e foram inteligentes no staging, nos planos de camera, tudo funcionou, o que assegurou a sua passagem na final. Portugal ainda não chegou a esse ponto, infelizmente. RTP dá muito valor à musica e a performance/staging fica para segundo plano.

      Eliminar
    3. Anónimo07:55

      Claro que os planos foram maus, a RTP faz algumas coisas bem mas ha outras que deviam assumir os erros. Desleixam-se sempre com tudo, basta ver os vídeos no youtube que tinham sempre má qualidade, só começaram a ter qualidade disponivel quando o pessoal pediu e reclamou bastante. Enfim

      Eliminar
  6. Anónimo22:12

    Totalmente injusto, asserio que sao marino e a Bielorrússia passaram?? Tristeza

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo22:25

      São canções giras. A nossa você imagina-a cantada em polaco?...

      Eliminar
  7. Anónimo22:13

    Ja se estava à espera. Portugal não sabe fazer canções. Venham os brasileiros e americanos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo22:26

      Também não é bem assim... Não nos podemos esquecer da obra de arte composta pela Luísa Sobral e magistralmente interpretada pelo Salvador Sobral

      Eliminar
    2. Anónimo22:40

      Uma excessao e um acidente de percurso na ma carreira da rtp na Eurovisao. Venha a sic ou a tvi. Péssimo serviço público. O histórico da rtp na Eurovisao envergonha nos.

      Eliminar
    3. Anónimo23:05

      lol brasileiros e americanos? really? vergonha alheia

      Eliminar
  8. Anónimo22:15

    Fomos completamente boicotados pelo júri. O Conan esteve melhor que nunca. Estou muito orgulhoso da participação.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo22:29

      Se calhar fomos antes boicotados pelo televoto...

      Eliminar
    2. Anónimo23:40

      Boicote? Tenham dó. Desde quando a nossa música ia a algum lado para além da semi final?

      Eliminar
    3. Anónimo01:11

      23:40 Tenham do? Desde quando a Zana ia a algum lado para além da semi? Levemos a Barbara bandeira para o ano então? haja paciencia

      Eliminar
    4. Anónimo11:10

      Pode ser que o Conan fique agora um bocadinho mais humilde e perceba que a porcaria do fato verde e daquela máscara não funcionou.

      Eliminar
    5. Anónimo14:41

      11:10 SUBSCREVO...só fiquei "feliz" por isso mesmo...

      Eliminar
  9. Anónimo22:16

    Bem, para mim este ano acabou a eurovisão também

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo22:26

      Boa viagem!

      Eliminar
    2. Anónimo23:04

      22:26 Amigo, tu tás fora. A viagem também é tua.

      Eliminar
  10. Anónimo22:16

    Haja, pelo menos, o bom senso de não se culpar a realização, de não se culpar os supostos "haters" que não gostavam da canção e/ou que alertaram para nítidas falhas na conceção do "staging". E que se aprenda a não acreditar (e sobretudo fazer) em tudo que certos "peritos" do Youtube dizem. A vitória de Conan Osíris foi, primeiro que tudo, uma vitória resultante da influência de redes sociais. E a euforia fez com que se desleixasse a apresentação no ESC, como se a vitória fosse certa. E disso Osíris até nem foi o maior culpado.

    ResponderEliminar
  11. Anónimo22:17

    Adorei a prestação do Conan. Estiveram brutais e encheram me de orgulho. Temos que aceitar que os europeus não são fãs deste gênero de música e gostam de coisas mais genéricas como São Marino. Parabéns equipa portuguesa estiveram brutais e boa sorte para a carreira do Conan e do João. Irei seguir com atenção.

    TACV

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo22:28

      Gostei do seu comentário.

      Eliminar
    2. Faço das suas, as minhas palavras.
      Em frente!!!!!
      Obrigado

      Eliminar
    3. Faço das tuas as minhas palavras.
      E seguir em frente!!!!
      Obrigado

      Eliminar
    4. Anónimo22:53

      Já enchiam estádios antes, vão continuar a encher estádios depois.

      Eliminar
    5. Anónimo23:01

      Tal qual.

      Eliminar
  12. Não me surpreende..Gostava que estivessemos na final e acreditava nisso pq a cação tinha muita aceitação. Mas não me surpreende que tenha sido eliminado.
    Achei melhor no Festival da Canção

    ResponderEliminar
  13. Anónimo22:18

    Foi justo. A actuação estava muito abaixo do que vimos na final nacional. Não vejo qulquer injustiça no NÃO apuramento de Portugal. RTP vai mas é trabalhar, que só fazes m*rd*. Esse nojo de lema de simplicidade já dá fastio aos portugueses que estamos fora deste país. Estava fora e não votei, pois o que vi não me cativou nada. A rtp só sabe fazer isto?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo22:41

      Apoiado.

      Eliminar
    2. Anónimo02:01

      Nem mais, que a tvi ou a sic peguem nisto!

      Eliminar
  14. Anónimo22:18

    São Marino? Bielorússia? Estónia? Já para não falar do fiasco do espetáculo em si....! Apresentadores completamente alheios ao espetáculo.... uns planos de câmara amadores... o momento da Dana International foi confrangedor....

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo22:29

      Apresentadores alheios ao espetáculo?! Não sei se em Portugal cortaram a emissão na ligação à green room, mas os apresentadores foram de enorme simpatia para com os concorrentes (incluindo o português). Falam todos um inglês excelente, têm empatia - que mais se espera? Uma coisa é estarmos compreensivelmente tristes com o(s) resultado(s), outra é não reconhecermos nada de positivo.

      Eliminar
    2. Anónimo01:05

      Os apresentadores são melhores que os ucranianos de 2017 e dão de 20-0 ou 30-0 às Donas de Casa Desesperadas do ano passado. São todos bonitos, elegantes, simpáticos e falam inglês corretamente. Por fim, retribuíram à arrogância do Salvador para com a canção da Netta com um muito obrigado em português.

      Eliminar
    3. o típico portuguesinho....Principal objectivo de vida: Cuspir em tudo o que esteja relacionado com Portugal

      Eliminar
  15. Anónimo22:20

    Como aceitar termos uma melhor apresentação no FDC que na Eurovisão!? Quem falhou?

    ResponderEliminar
  16. Anónimo22:22

    Espero que a RTP aprenda...
    Não me importava que nunca mais participassem.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo23:09

      Que comecem movimentos para a sic ou a tvi aderirem a Eurovisao . Depois que a rtp abdique de participar para uma delas. Serviço público assim nao.

      Eliminar
    2. Anónimo01:12

      Concordo, a TVI era capaz de esforçar-se mais na produçao e staging, efeitos de palco, etc

      Eliminar
  17. Anónimo22:23

    Preparem-se porque a RTP vai começar a arranjar desculpas para se retirar da Eurovisão

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E devia fazê-lo! Sinceramente! Já chega de sermos todos os anos tratados assim. É natural nuns anos ficar mais abaixo e noutros mais acima. Mas no caso de Portugal, tirando o ano de 2017, curiosamente com uma quase unanimidade de aprovação, o resto é quase sempre mais do mesmo. Como é que se compreende que o ano passado, sendo anfitriões, conseguimos o honroso último lugar! E este ano nem dq semi passámos! Não vale a pena estar estar sempre numa de pobre coitado. Nunca gostam, não vale irmos para ser o bombo da festa! Como é possível canções como a de São Marino, Sérvia e Bielorrússia passarem? A desafina ao de Chipre, o sadomaso da Islândia... e por aí fora?! O que é que a nossa representação tinha de inferior?

      Eliminar
    2. Anónimo23:07

      Concordo totalmente. Não é normal este tratamento com Portugal.

      Eliminar
    3. Anónimo23:50

      @ Anónimo das 22:52. Todas as canções que critica são de longe melhores do que a proposta nacional. A maioria desta noite assim decidiu.

      Eliminar
    4. Anónimo01:13

      23:50 Não escreveste isso sóbrio pois não? tem dó.

      Eliminar
    5. A RTP já deu mostras que não tem capacidade para este tipo de coisas. Sempre que há críticas, dizem sempre "Salvador Sobral", mas cada vez mais se verifica que a RTP teve um golpe de sorte, que não vai voltar tão cedo (e não estou a falar da música em si, mas na questão da promoção das nossas participações).

      Eliminar
  18. Foi bem fraquinho e consegui ver logo que não íamos passar! Para mim devia ter sido o mesmo staging do Festival cá! O próprio Conan parecia perdido e os planos super mal escolhidos, enfim para o ano há mais!

    ResponderEliminar
  19. Anónimo22:24

    Como sempre a RTP não consegue surpreender no "staging" da Eurovisão e tudo que foi de supresa no Festival da Canção foi repetido ou tornou-se pior (o cor do fato, a barba de metal, a movimento do fato)...e então durante os rehearsals não houve grande conversa sobre Portugal e só falaram que tudo estava pior que no Festival...claro que os juris começam a ouvir isto e sabem quais são as canções mais popular... e depois não ajuda com quem vota nas musicas diferentes tenham a Islândia e a Australia para votar

    ResponderEliminar
  20. Marta Branco22:26

    Esqueçam o palco e o fato! Viram as musicas que passaram!! A Europa não está ainda preparada para isto...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo23:05

      Exatamente. Só não é " a Europa", é o conceito da Eurovisão e o público eurovisivo, e não há mal nenhum nisso, há lugar para tudo.

      Eliminar
    2. Anónimo23:12

      Venham os suecos, americanos, australianos fazer músicas para o nosso fdc.

      Eliminar
  21. Já repararam que quase todos os países da 2ª parte passaram, menos Portugal? O meu receio inicial que o júri confundisse a nossa música com uma "joke entry" acho que se concretizou.
    Cheira-me que nos aconteceu o mesmo que a Susy, devemos ter feito um bom televoto, mas o júri matou-nos as hipóteses. Naquele ano foi San Marino quem nos tirou a qualificação, e se calhar este ano voltou a acontecer.
    Agora vou torcer pela Islândia e Holanda na final.
    E lá vamos voltar ás baladinhas no próximo FDC, isso se algum compositor quiser participar.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo22:37

      Esse é o meu medo, que RTP e os portugueses voltem ao na na naaa de sempre. Temos que elevar o nosso jogo, o que eu sinto é que qualquer país da Europa produz melhor que nós, sobretudo a nível Eurovisão somos péssimos a vender o nosso peixe. E jamais pode acontecer querer mudar um fato e não se poder por motivos contratuais.

      Eliminar
    2. Anónimo22:39

      Acho que o maior problema é mesmo esse. O FdC vai estar cheio de baladas aborrecidas para o ano. Já perdi a fé para 2020 antes de acabar o ESC 2019

      Eliminar
    3. Anónimo07:26

      22:39 Podes ter a certeza que vai estar. Espero que a RTP considere fazer uma semi sem convites, o desinteresse por parte dos compositores vai aumentar mas no publico vai ter um efeito maior

      Eliminar
  22. Netta Sobral22:27

    Tinhamos o impacte que a Eurovisao queria mas mm assim musicas como aquele pimbo de San Marino passam. Belgica Portugal Hungria com boas canções aquela bielorussia tinha o pior staging. Nao fazia sentido nenhum. Portugal pode ter desiludido e pro ano era bom que fosse selecção interna mas acreditar no nosso pais sempre

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Comentário acertadíssimo!

      Eliminar
    2. Bielorussia esteve mt bem palco. Canção fraca, mas cantora com presença. mereceu

      Eliminar
  23. Anónimo22:29

    Escrevam o que vos digo, aconteceu hoje o mesmo que aconteceu à Suzy. Tendo já em conta as visualizações no YouTube e a reação na arena, tudo leva a crer que o televoto esteve connosco. No entanto acho que o júri deve nos ter posto muito mal classificados.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Foi o que eu já escrevi acima. Desde o início que desconfiava que o júri nos ia tramar.
      Não me admirava nada que em 11º lugar tenha ficado Portugal.

      Eliminar
    2. Anónimo07:27

      No ano da suzy não passámos por 1 ponto por culpa dos espanhois

      Eliminar
  24. Anónimo22:30

    Infelizmente uma canção mediana, tem lá seus pontos bons.

    Que venham os brasileiros ou americanos que são mestres nos instrumentais e no lobby

    ResponderEliminar
  25. Anónimo22:33

    Acabou, nunca mais vejo Eurovisao. Israel a boicotar 👏🏻

    ResponderEliminar
  26. Anónimo22:33

    Para o ano, ninguém vai querer participar, e lá cêm as baladonas sem graça. Todos vão fugir do modelo Conan e tentar reproduzir o modelo Salvador.

    ResponderEliminar
  27. Para a RTP aprender mais uma vez a ser profissional e a preparar as coisas como um país de frente de linha no ESC, já ganhador. Inacreditável que a nossa atuação na final nacional esteve léguas à frente desta atuação no ESC.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo01:27

      Nem mais. É mais que notório que estamos a anos luz de outros em termos de produção eurovisiva.

      Eliminar
    2. Anónimo02:00

      Nem mais. Infelizmente não me parece que as pessoas percebam a significância do que está a dizer. Estamos a falar de um palco do FDC em portugal versus provavelmente o palco mais caro que há anualmente no mundo. Como é possível termos feito melhor aqui em PT!? Era isto que eu queria obter uma resposta, quem falhou!?

      Eliminar
    3. Anónimo07:30

      01:27 Mas há dúvidas?? Andaram no desleixo este tempo todo enquanto os outros trabalhavam no seu staging e tinham mais ou menos uma ideia do que queriam fazer em tel aviv. Os nossos estavam focados em criar roupinhas exuberantes e mascaras. Republica checa soube dar a volta
      e salvar-se...eu sei que a RTP faz algumas coisas bem, mas também ha que assumir quando fazem as coisas mal e atualmente não me parece que queiram assumir e trabalhar os erros. Orgulho e ego subiram depois de termos ganho...Portugal para o ano tem de estar focado no staging que é tao ou mais importante que a cançao

      Eliminar
  28. Anónimo22:38

    Uma suíça depois de ver a actuação do Conan no FdC escreveu-me: "adoro!". Depois de ver a eurovisão perguntou-me: "o que é aquilo? Iguana?"

    A suíça não votava nesta semi mas a RTP Internacional é captada no país... Por aqui se vê que pode ter sido o televoto a deixar cair o Conan...

    ResponderEliminar
  29. Anónimo22:42

    Pessoal tivemos um mau televoto segundo consta ficamos quase em ultimo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Como é que sabes?

      Eliminar
    2. segundo consta ahahahhahaha boatos
      Mas que ficamos mal ficamos...mal filmavam Portugal durante o anuncio dos finalistas
      Portugal foi o flop do ano

      Eliminar
    3. Anónimo01:45

      Agora que já são conhecidos os finalistas e também porque já não nos podem desclassificar, uma vez que fomos eliminados, ficámos em 4 lugar no juri e 16 no televoto. Trabalho numa das auditoras que fiscalizam a votação

      Eliminar
  30. Anónimo22:46

    Fogo realmente Portugal é bue irrealista, quando corre mal metemos as culpas nos outros. Já reparam que a nossa atuação foi horrível?? metam-se de fora, votavam naquilo que viram em palco se fosse outro país?? A RTP não consegue fazer stagings de jeito, metam isso na cabeça.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo01:35

      De acordo em relação ao staging. Acrescento o fato louva a deus que ninguém gostou. E não darem ouvidos ao que o público diz. Chegaram a dizer muito indignados que os portugueses não gostavam e não davam apoio a eles por causa do fato. A RTP tem de ter alguém a alertar para estas coisas, quando dizemos que algo está mal é para que corra bem, não para mandar abaixo.

      Eliminar
    2. Anónimo07:35

      01:35 Mas é essa atitude que só nos prejudica. Depois do Sobral ganhar houve uma mudança na atitude, criou-se uma barreira entre fãs e a RTP, mas está mais que visto que eles sabem tanto ou menos que os fãs. Isto precisa de uma mudança radical, assumir os erros e trabalhar à séria. Basta de simplicidade e feeling, abram a mente e olhem para as outras produçoes. Infelizmente estas queixas todas embora necessárias não ajudam no sentido de que a RTP não vai mudar, vao achar que foram alvos de uma injustiça e que deram o seu melhor.

      Eliminar
    3. Anónimo11:24

      Na minha opinião, a grande culpada é sem dúvida a RTP. E não me canso de escrever isso. Mas também não me parece que a RTP queria mudar alguma coisa. É só "especialistas" na televisão pública, mas a coisa nunca corre bem.

      Eliminar
  31. Anónimo22:52

    Gostei da prestação do Conan, mas o fato horroso verde, Conaninho, podes agora guardá-lo de recordação. Por mim, queimava-o numa fogueira de São João. Nuno Galopim, ÉS o elo mais fraco, Adeus!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo01:36

      O Nuno Galopim tem o meu respeito, aposto que sem ele o Conan não passava no júri português. Se bem me recordo ele estava possesso com a votação de júri fraca que foi dada ao Conan.

      Eliminar
  32. Anónimo22:55

    Já tenho um vencedor, a França!
    E com muita pena do Conan, acho que merecia a final

    ResponderEliminar
  33. Anónimo23:04

    A Europa está cada vez mais xenofoba racista. Não passa a hungria nem Portugal...estranho

    ResponderEliminar
  34. Anónimo23:06

    Enfim. As actuações/acessórios/roupa no FDC foram muito, mais muito melhores; não percebi porque mudaram isso (para pior). Os planos no ESC foram mal feitos; quando a música mudava pra batida o plano era mega aéreo, o que não causava impacto nenhum. O Conan e o João estiveram bem, mas, infelizmente, estavam a lutar contra uma maré de erros.

    ResponderEliminar
  35. Anónimo23:08

    Portugal devia retirar-se. Isto foi muito estranho e injusto, nao tem sentido. San marino ganhou votos por pena, so pode. Portugal teve das atuaçoes mais solidas da noite. SURREAL.

    ResponderEliminar
  36. Anónimo23:09

    Entendam isto, os eurofas e jurados querem que Portugal leve pop e musicas mexidas, como os outros. É pena mas é a vdd

    ResponderEliminar
  37. Eu sei porquê! Tivesse a RTP abraçado a canção com profissionalismo, seriedade e vontade de vencer e a história seria outra. Veja-se a Islândia,um país de 350.000 cidadãos, com um orçamento televisivo irrisório comparado com os 200 milhões da RTP. Eles os profissionais da televisão islandesa realizaram uma produção genial com os poucos meios económicos. Entretanto a televisão pública de Portugal nada faz para "enriquecer" a canção nacional Obrigado por nada. Tanta mediocridade deve ser banida.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sílvia P.01:09

      Yah, o que fizeram foi uma escada preta e uns LEDs horrendos tipo arabescos. Não gostei. Tínhamos grande Canção e foi isto! Culpo em parte a RTP.

      Eliminar
    2. Anónimo01:59

      Reparei que os nossos leds eram sempre os mesmos, não mudavam como nas atuações de outros países...até nisso tiveram preguiça

      Eliminar
  38. Anónimo23:51

    Quando o produto é de fraca qualidade não se pode esperar nada. NUNCA esta canção seria votada no ESC, seja no júri, seja no televoto. Imaginam alguém na Europa a votar nisto? Nem em Portugal foi consensual. E tudo o resto foi demasiado fraco.
    Em Portugal não se escreve música de jeito para este tipo de Festival e os compositores, mesmo depois da vitória do Salvador continuam a mandar para o FdC uma música menor e esquecida no baú. A juntar a isto está o amadorismo/incompetência da RTP. São mesmo pequeninos...
    2017 foi um acaso

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo01:21

      "Nem em Portugal foi consensual?" Conan ganhou o voto do juri e o do público facilmente. Coisa que o Salvador, por exemplo, não conseguiu.

      Eliminar
    2. Anónimo09:49

      A consensualidade em Portugal foi artificial, motivada pela pressão que foi colocada, sobretudo através das redes sociais, onde parece que só existia o Conan. Essa pressão, aliada ao facto de, convenhamos, o resto das canções do FdC ser medíocre, é que levou à vitória do Conan. Mas sejamos realistas, se há coisa que "Telemóveis" não é é consensual.

      Eliminar
    3. 12 pontos do juri e do televoto
      O que é ser consensual então!????????!??!

      Eliminar
  39. Anónimo23:52

    Isto não vai lá com este FdC nem com selecção interna. Abram os FdC a TODOS os compositores, nacionais, estrangeiros e extra-terrestres e que ganhe o melhor sem mania de nacionalismos. Não é a multiculturalidade que está a dar?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo01:08

      Melhor comentário que li neste site hoje

      Eliminar
    2. Anónimo02:12

      Apoiado!

      Eliminar
    3. Anónimo09:21

      Totalmente contra, quanto mais aberto for pior, menos produtores de qualidade a quererem participar.

      Eliminar
    4. Anónimo14:47

      09:21 Infelizmente é essa mentalidade que vai manter Portugal fora da semi final por muitos anos. Ainda nao perceberam que a musica em geral mudou e que nao é por serem famosos que têm qualidade. Quanto mais aberto melhor, mais diversidade, mais inovaçao, foi graças a esse sistema que apareceram os flor de lis. Percebam que o Sobral foi apenas sorte, nao vai voltar a acontecer. E grande parte dos portugueses continuam a olhar para o Fdc como um programazinho feito para elites e não para jovens.

      Eliminar
  40. Anónimo23:53

    Na próxima ele que se vista melhor ... o que estragou tudo foi esta roupa verde horrível

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo01:10

      Concordo.

      Eliminar
    2. Anónimo01:22

      Deixa lá, palpita-me que o segundo Barbara Dex Award já aí vem a caminho de Portugal!

      Eliminar
  41. Anónimo23:54

    Se chegasse um dia em que os Portugueses tivessem de parar de arranjar culpados e de dizer mal de tudo e de todos sempre que alguma coisa não acontece como queriam, morriam todos ao mesmo tempo. Adoro o meu país, Portugal, mas detesto isto nos Portugueses. Parabéns, Conan, eu gostei do que vi, se ficava mais feliz se tivéssemos passado? Claro, como é óbvio, mas, depois, isto é só um festival de canções. Para o ano haverá mais, e, se tudo correr bem, cá estaremos todos outra vez, se correr menos bem, a cascar na RTP, se correr bem, ah e tal, a RTP aprendeu com o ano passado ;)
    Obrigada pelo vosso excelente trabalho Esc Portugal.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo01:45

      Também destesto os portugueses quando são conformados como tu. Temos no país pessoas com qualidade para avaliar o que é o ESC e obter razoáveis resultados de forma consistente. Ano passado último e este ano por lá andamos.

      Eliminar
  42. Anónimo23:56

    Realmente, se tivesse sido Chipre a apresentar a canção de Portugal podem ter a certeza ABSOLUTA que eu NUNCA votaria naquilo.

    ResponderEliminar
  43. Anónimo00:03

    Estive a ler alguns comentários nas redes sociais de emigrantes que poderiam ter votado nesta semi final,mas que entretanto não foi facultado número para o qual ligar...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo01:46

      Isso não é grave, é gravíssimo!

      Eliminar
  44. Anónimo00:18

    Honestamente, acho que o júri deve ter-lhe mal pontuado. No televoto devemos ter tido boa pontuação

    ResponderEliminar
  45. Anónimo00:19

    Concordo: Portugal é exageradamente fraco a fazer canções. Infelizmente no geral os arranjos são péssimos... é sempre o mesmo tlintimm, tlintim..tlintim. A performance do Conan no FC, foi sublime. No ESC parecia que estava num "saco de encomenda", além do mais os ângulos de nada ajudaram e não sei se repararam: um som sem detalhe, abusivos nuns graves contidos sem definição. Além do mais, e apesar da indumentária nada o favorecer, colocou expressões agressivas, algo colérico que não beneficiou a sua prestação. Antes tivesse a mastigar uma pastilha elástica, como o fez infelizmente durante as entrevistas, aquando da abertura oficial do ESC na passadeira laranja. Já saíu do carro a mastigar gama. A delegação portuguesa estava presente.. e gostou. Vergonha.

    ResponderEliminar
  46. Anónimo00:31

    Só os países que participaram é que podiam votar por isso eram poucos e além disso as comunidades portuguesas também são poucas nestes países não poderam ajudar muito.

    ResponderEliminar
  47. Anónimo01:29

    A imagem era demasiado AGRESSIVA, porque?? Expressão de mau?! Vivo em Barcelona e não tive vontade de votar...

    ResponderEliminar
  48. Anónimo01:37

    Às horas que escrevo este comentário Portugal e o Conan é o quinto vídeo com mais visualizações no Youtube dos participantes na Semi, inclusive um pouco mais do que a Australia e pouco menos do que Espanha, que também ficou disponível tal como mais dois vídeos dos certos na final. A atuação de Portugal é também a que tem mais comentários, e não são só de portugueses. Não percebo como não passámos! Mesmo que tenhamos ficado em 11° não me consola, mas infelizmente temos de aceitar. Força Conan! Força RTP (mas peço-te mais intervenção na preparação da atuação no Festival da Eurovisão... com o que tiver de ser e que tenha lógica na música que se leve, sejam fumos, ventos, boa animaçao led e até mesmo fireworks. Afinal, quem não gosta de fireworks de vez em quando na vida?!)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo04:20

      E no Insta do ESC a esta hora a foto do Conan tem mais likes do que a Austrália e do cada um dos outros! O que é isto? Se calhar não faltou assim tanto staging e o fato verde não foi tão mau! A verdade é que quase ninguém percebe Portugal não ter passado à final.

      Eliminar
    2. Anónimo11:32

      Não é assim tão mau, foi mesmo mau, caso contrário teria passado.

      Eliminar
  49. Anónimo01:44

    Ora bem!! Se Conan Osíris tivesse um bom resultado, metade das pessoas que estão por aqui a colocar em causa o trabalho da RTP e do artista iam estar daqui a uns dias no aeroporto a celebrar a vitória como se fosse sua. Também em 2017, na visão de muitos, a nossa canção e representante não tinham qualidade, a RTP não sabia o que andava a fazer, todo um conjunto de entendidos a vaticinar o pior e a criticar, muitas vezes com argumentos bacocos. Depois de Portugal vencer, saíram à rua a rejubilar... Acho que a maior lição de 2017 devia ter sido aprendida pelo público... Mas não foi!

    Mais: a RTP tem, nos últimos três anos feito um excelente trabalho com o Festival da Canção. Deixou de ser um evento esquecido para passar a ser acompanhado também lá fora sendo, este ano, designado por muitos como uma das melhores finais nacionais em qualidade musical e em termos técnicos.

    Israel desilude nesta organização e produção. Não tem sido só Portugal a queixar-se e são notórias várias falhas no desenho de luz, na conceção dos planos de câmara e mesmo no som de várias atuações. Independentemente do resultado do Conan Osíris e de eu gostar ou não: esta é uma das piores edições do ESC dos últimos anos. Justifica resultado de Portugal? Não sei. Provavelmente não. Mas ao menos levámos algo diferente. As críticas à RTP... São um hábito português; há que culpar alguém... Li por aqui que a SIC ou a TVI deviam pegar nisto... Sem dúvida! E se for da mesma forma que pegam nos programas de entretenimento de domingo à tarde, então vamos ficávamos bem melhores!...

    Para o ano há mais para Portugal e eu vou estar cá a apoiar porque não, não somos fracos a fazer canções. Pelo contrário! Ao contrário dos outros, não temos enviado para competição canções iguais às habituais fórmulas POP que entopem emissões de rádio. Prefiro perder mas deixar algo diferente e único, do que ganhar com um produto igual a tantos outros.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo02:54

      Estou em desacordo com algumas coisas que diz, desconstruindo, críticamos quando corre mal, que é só tipo SEMPRE e vamos ao aeroporto quando corre bem, que é só tipo uma vez a cada 50ANOS. Onde é que está o erro nisto diga-me lá? Depois diz que o FDC melhorou imenso nos últimos 3 anos e nesse ponto estou de acordo em alguns pontos, mas diga-me, ficar praticamente em último nos últimos 2 anos motivados por stagings de m*!?a, este último ao ponto de estar melhor no FDC que no ESC e quer que eu diga bem da RTP? Depois diz que Israel desilude, estou de acordo nalguns pontos, mas digo-lhe uma coisa, em termos de espectáculo em si, não sinto saudades de praticamente nada de Lisboa. Estão a conseguir fazer num pavilhão de 7mil pessoas um excelente espectáculo. Pelo menos não se vê ninguém a queixar que se devia tirar os LEDs ao contrário do ano passado cuja ausência foi muito criticada. Diz que é um dos piores ESC dos últimos anos, pois basta ir a 2017 para encontrar espetáculo e músicas piores. Depois diz que Portugal não é fraco a fazer canções e aí quase que parti o telemóvel de tanto rir. Portugal nem para consumo interno faz pop de jeito, nem para uma música clichê do tipo na na naaaaaa sabemos fazer quanto mais. Portugal é quase sempre baladas, e geralmente tristes, este ano escapamos por um triz a outra. Dou-lhe razão que a perder que seja para algo único e diferente, foi por isso que votei Conan, em detrimento de Matay e não estou arrependido, a Sérvia dava 15 a zero ao Matay num piscar de olhos.

      Eliminar
    2. Anónimo04:45

      Deixe-me esclarecer algumas coisas: no meu comentário não digo que não se pode ou deve criticar e apontar defeitos. O que eu acho é que assumimos uma postura demasiado derrotista e avançamos para a crucificação em vez da crítica fundamentada e, se possível, construtiva.

      Sobre os staggings: devemos perguntar-nos qual é a responsabilidade da RTP e dos artistas nesta matéria. Nem a RTP, nem os artistas fazem planos sozinhos. Trabalham em conjunto para "entregarem" o seu produto ao público. O que quero dizer é que acho que não podemos apontar o dedo apenas à RTP.

      A edição deste ano tem coisas bastantes interessantes, mesmo na conceção do espetáculo, sim! A minha crítica prende-se sobretudo com questões técnicas que não são comuns no ESC. Há momentos das atuações que se perdem completamente porque há mau desenho de luz e maus planos, por exemplo. Há momentos em que talvez estejam mais preocupados em mostrar o LED Wall com melhor definição de sempre, em vez de darem destaque à performance dos artistas em palco. Não julgue que sou contra LEDs, nada disso! Acho é que devem ser bem usados e surgir em momentos chave e a maioria das delegações não é inteligente na forma como utiliza a tecnologia - provavelmente a nossa delegação será até exemplo disso.

      Portugal tem artistas de grande qualidade e que fazem muito boa música, só que não passa nas rádios nem nas TVs porque, infelizmente, a Taylor Swift e o senhor que canta "O Pincel do João" é que têm tempo de antena. Há muita gente a compor e a produzir - uns melhores, outros piores - mas as rádios passam as mesmas 40 músicas em loop todo o dia e nós, consumidores, também temos responsabilidade porque nem sempre damos oportunidade a algo que não nos seja familiar. É culpa de quem produz ou é culpa de quem consome? Mais uma vez, acho que não é uma questão que se possa abordar de uma forma tão linear.

      Eliminar
    3. Anónimo07:38

      Ai pronto, tinham que vir os defensores da RTP, aconteça o que acontecer. Quanta negação e ilusão. Não podem ver criticas. Não há paciencia.

      Eliminar
    4. Anónimo09:43

      O principal erro da RTP é não fazer uma seleção aberta a todos. Chega de escolher compositores, a maioria esta-se nas tintas para o FdC e ESC (aliás até se orgulham em apregoar que "nunca viram", ou "não me interessa a classificação, quero e gostas da minha música"). Outro erro da RTP é na escolha dos júris, pouco variados, pouco diversificados e sobretudo pouco conhecedores da Eurovisão.
      O resto? O resto é culpa da canção (que era muito discutível) e de quem fez toda a força para a sua escolha. Parem de culpar a RTP de tudo! Escolheu a canção que um conjunto de fãs que se julgam de supremo gosto musical, quis!

      Eliminar
    5. Anónimo14:52

      Anonimo das 9:43...Não diria melhor. O Sobral foi caso isolado, uma sorte. Vendo o que escolhem na Antena 1/3, também teriam de mudar essa equipa pois so escolhem baladas e musiquinhas para dormir. Conjunto de fas que se julgam de supremo gosto musical? A RTP ja conhecia o trabalho do Conan, foi ela que o chamou e foi o juri que também garantiu que ganhasse. Parem de defender a RTP quando têm tanta ou mais culpa no cartorio que os fas, que sao SEMPRE ignorados, e depois acontece isto.

      Eliminar
  50. Anónimo02:48

    A Alesia no seu direto no Youtube notou-se bem como ficou perplexa com a lista de finalistas... no fim, não disse mais nada nem comentou e terminou o vídeo. Nos comentários desse vídeo dela só se vê lástima por Portugal não ter passado. Além disso, informação de estrangeiros que não conseguiram votar em Portugal no país porque a linha dava ocupada ou inacessível. Um pouco por todo o lado tenho lido isso. Porque não a RTP e o Madaíl pedirem esclarecimentos sobre isto à EBU? Deviam, antes de arrumarem as malas.

    ResponderEliminar
  51. Anónimo03:03

    2017: Vencedor
    2018: Último lugar da final
    2019: Nem chega à final

    Ainda bem que renovaram o FC, está a correr mesmo bem, RTP! Ainda não perceberam que 2017 foi um acidente de percurso, que foi a EBU que quis que o Salvador ganhasse pela historia triste dele e pela canção diferente e fofa (coisa que o Jardim e os Telemóveis estão longe de ser)?!?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo08:25

      E se acrescentares o historio pAra trás não seria mto diferente entre não qualificações ou últimos lugares.

      Eliminar
    2. cala.te pa....a EBU queria que Portugal ganhasse ha mt tempo. Não queria ter la um incompetente ha 50anos sem nunca ter estado sequer perto de ganhar. Assim que houve hipotese de Portugal ganhar a EBU fez tudo o que era possível para que isso acontecesse.

      Eliminar
    3. Anónimo14:53

      08:25 Eu creio que seria diferente. Tivemos algumas que levaram Portugal à final. Flor de lis foi o melhor que o FDC nos deu.

      Eliminar
  52. Anónimo03:42

    A rtp falhou ! Maior parte dos países apostaram no stage já a rtp apenas investiu numa escada sem sentido nenhum ... se não passamos foi por culpa da RTP

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo08:26

      E daquela linda roupa de espinafre andante em palco.

      Eliminar
    2. Anónimo09:36

      Se a RTP falhou, foi no FdC quando por não abrir a seleção a todos, levou com um conjunto de músicas medíocres. E no meio de tanta mediocridade, escolheu-se a mediocridade mais alternativa. Sim é diferente, mas não deixa de ser medíocre! Deixem lá o staging e as roupas, que não foi isso que nos eliminou.

      Eliminar
    3. Anónimo08:20

      Espinafre andante é muito bom😂😂😂

      Eliminar
  53. Eu nunca vi na vida um resultado tão ultrajante em uma semi final do Eurovision, ficando atrás apenas do desastre da semi final de 2007. O problema não é simplesmente Portugal não ter passado, a final a competição é dura e alguém tem que perder. Mas a qualificação de Bielorrússia, Estônia e San Marino, que não tinham nem canções nem artistas de qualidade, é no mínimo suspeito e deve ser investigado. Há algo muito errado na organização do Festival, que claramente beneficia alguns países.

    Portugal não tem nada que se envergonhar. A apresentação foi sensacional, deixou as pessoas empolgadas de novo e chegou a ficar de novo no top 10 das apostas da semi final no último segundo. Não é culpa da RTP, que tem feito um trabalho sensacional, e muito menos do Conan que é um artista genial e ótimo performer. Eu acredito que o Eurovision precisa ser observado, investigado e indagado, pq algo não está indo bem e não se pode ignorar.

    ResponderEliminar
  54. Anónimo06:44

    Sempre vejo comentarios de espanhois a dizerem que apoiam a nossa candidatura mas de certeza que nao votaram assim tanto em nós, tal como em 2014, san marino passou à nossa frente por causa deles, por 1 ponto...este ano terá sido parecido, nuestros hermanos o caraças! Espanhois sempre preferiram cançoes mexidas e alegres, eurofas preferem antes a 'lenda' de san marino porque coitadinho, é de um país com poucos habitantas e já é conhecido no mundo eurovisivo...o velho que não canta nada passa por pena, que se lixe a musica. França deve ter sido o país que nos deu mais pontos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo15:01

      Nem sei se França nos deu muitos pontos porque sinceramente no Esc a Diáspora portuguesa é muito fraquinho. A Diáspora de leste vota sempre já os portugueses gostam muito de criticar!

      Eliminar
  55. Considero mais injusto a Hungria não ter passado à final do que Portugal. A canção e apresentação Portuguesa estiveram aquém do que foi apresentado no FDC e isso não podia ter acontecido.
    No meu ponto de vista, os comentários negativos e toda esta euforia em volta da eurovisao são muito positivos. A RTP tem de perceber que os fans portugueses do formato, nos quais me incluo, estão mais exigentes depois da vitória do Salvador. Temos de fazer mais e melhor! Já não pode ser como antigamente. Não pensem em andar para trás que os fans ficam furiosos. Também os compositores teem de fazer canções para a eurovisao. Teem de ter mais brio e fazer coisas que levem a nossa entidade Cultural mas que sejam feitas a sério. Não pode ser o "olha fiz está canção que tinha guardada há um tempo e mandei Para o FDC". A Vitória em 2017 marca uma viragem de Portugal na eurovisao. Temos de ser profissionais e ter brio no que apresentamos. Desculpem-me a expressão mas "temos de ser mais Suecos", no profisionalismo claro está!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo09:34

      Se está na moda a multiculturalidade então convidem também para o festival rtp suecos, brasileiros e americanos. Chega de baladas portuguesas a desfilar umas a seguir as outras no festival rtp da canção. Malato usa aí a tua influência.

      Eliminar
    2. Anónimo09:36

      Não mudava nada no seu comentário. Concordo com todas as afirmações. Time to get serious. Retiro como muito positivo este ano o crescimento da comunidade de fãs, 2017 fez-nos crescer imenso. Vamos á luta!

      Eliminar
    3. Anónimo21:10

      Está a falar dos compositores mas na minha opinião o Conan não se enquadra aqui! Foi fiel a ele próprio, ao estilo dele! O passo em falso foi a RTP (já em contexto eurovisivo) não ter fundos/disponibilidade para um staging superior e o Conan fez o melhor do que tinha à disposição!

      Eliminar
    4. Anónimo22:38

      21:10 chama-se desleixo...fundos e disponibilidade tinham, gastam é noutras coisas.

      Eliminar
  56. Anónimo09:32

    A canção era o que era, e só ganhou o FdC porque os fans histéricos que inundaram as redes sociais condicionaram o voto para eleger uma canção que não sei porquê, acham uma obra prima. Onde está a melodia? Que tem de especial a letra? Já agora que tem de especial o Conan?. Esta canção nunca iria a lado nenhum, não foi do fato verde, nem dos planos de câmara, nem da luz etc. O problema é que os "alternativos", que se julgam donos do bom gosto musical, parece que nunca viram o ESC ou desconhecem totalmente o que isto é. Se há culpas da RTP é persistir em não fazer seleções abertas a todos, e escolher júris que tenham pelo menos visto o ESC meia dúzia de vezes. Mas não foi a RTP que foi culpada desta canção, foram os fanáticos do costume.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo14:56

      fãs histericos? Portugal andava em 8º lugar nas apostas, porque nao perguntas aos estrangeiros que apostaram em nós e elogiavam a cançao? O que estragou foi a imcompetencia e ensaios. A RTP teve bem mais culpa nisto.

      Eliminar
  57. Anónimo11:18

    Mas será que ainda ninguém se apercebeu que São Marino só passou porque o cantor é turco, e demonstrou-o variadíssimas vezes, só mesmo para apelar ao voto. Já que tudo o resto naquela actuação foi medonho.
    É verdade que a Turquia já não participa há alguns anos, mas não se esqueçam que aquele país pode levar uma sinfonia de buzinas desafinadas com um rabiló possuído a gemer, que passa sempre...
    Já Portugal não envergonhou ninguém. Prevaleceu a criatividade do artista. Quis fazer o que sentia que devia ser feito, e não se deixou aprisionar pelas opiniões externas. Infelizmente não passou, mas pelo menos manteve a sua identidade e originalidade. E é isso que lhe vai permitir ter uma carreira cheia de sucessos desconcertantes e ser um icon na Eurovisão durante muitos anos ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo11:53

      Se usasse o fato do FDC perdia criatividade, identidade ou originalidade? Parece-me que não. É consensual que a apresentação do FDC estava melhor, aprisionar foi o que se fez no ESC.

      Eliminar
    2. Anónimo23:10

      Perdia, a partir do momento que não era a roupa que ele queria usar.

      Eliminar
    3. Anónimo14:32

      Perdeu na mesma.

      Eliminar
  58. Anónimo13:18

    garantido que o juri meteu o Conan ultimo como tínhamos visto nos programas nos outro países quando votaram nas canções...para eles, era uma joke entry e não arte...e Conan/RTP nunca entenderão que algo tinha de ser mudado para ser melhor entendido no estrangeiro...a mesma coisa aconteceu o ano passado quando ninguém entendia porque é que a Isaura aprecia quase ao fin da canção e de repente era um duo...a Isaura nunca quis mudar o staging para se entender a letra da canção

    ResponderEliminar
  59. O erro que provocou esta frustração toda que para aqui vai foi esquecerem-se que o lema deste ano não era a diferença mas o sonho de acreditar que sim, é possível uma cantiga rasca, pindérica, atingir o maior objectivo que neste caso seria passar à final onde aí poderia discutir ou não o troféu. É por isso que quem quer continuar a ver este triste espetáculo vai ter que gramar resmas de músicas amorfas, sem qualquer piada, ver gente pendurada lá no alto como faziam em Roma com os crucificados e outras coisas aberrantes de que não vale a pena perder tempo a falar. Para o ano haverá mais nebulosas a pairar no ar.

    ResponderEliminar
  60. Anónimo16:14

    Enquanto a RTP e os seus defensores continuarem presos na nossa vitória, cheios de ego e complexo de superioridade em relaçao aos outros, enquanto existir preconceito musical com o espéctaculo e "pimbalhada" que aparece no ESC e acaba por ficar no top das apostas, enquanto continuarem a culpar os fãs que pouco ou nada têm de culpa nisto, não vamos passar da cepa torta. O Salvador foi um caso isolado que dependeu muito da Luísa, se estivessem so dependentes da RTP como o Conan esteve este ano, nem teríamos ganho. A RTP tem que assumir os erros, os fãs que levam sempre com criticas em cima estavam certos, aquelas criticas não foram negatividade e o resultado é o que é. Ha que ver o que fazem as outras delegaçoes, parem de fazer videos de youtube e comentarios a gozarem com a "pimbalhada"/ pop que aparece na Eurovisao e que acabam por dar-vos uma chapada de luva branca todos os anos. Não é por termos ganho que temos direito de andar armados em superiores e alternativos. Parem com o feeling e simplicidade! O pior disto tudo é que com esta indignação da não qualificação, vinda de fãs e certos concorrentes, a RTP vai continuar na mesma, vão continuar a achar que foram incompreendidos e alvos de injustiça. É pena. A equipa devia estar a levar com criticas e não com apoio. Nada vai mudar.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo10:35

      O grande problema da RTP e RDP é o mesmo que se passa em diversas instituições públicas portuguesas, ou seja, muitos dos profissionais que estão lá (incluindo chefias) não são escolhidos pelo mérito ou pela sua capacidade em determinado assunto. São escolhidos pelo "amiguismo", pela capacidade de dizer "sim a tudo" e pelo nosso muito próprio "nacional porreirismo". Os nossos portugueses "mais capazes" estão a fazer outras coisas (porque nunca tiveram a oportunidade de mostrar o seu valor) ou emigraram. Aliás, sintoma disso mesmo, são os júris escolhidos para as meias finais e finais da eurovisão. Tipo, que "currículo musical" ou experiência eurovisiva tem aquela malta?

      Eliminar
    2. Anónimo19:27

      10:35 Não diria melhor, é frustrante.

      Eliminar
  61. Anónimo16:20

    Enquanto a RTP e os seus defensores continuarem presos na nossa vitória, cheios de ego e complexo de superioridade em relaçao aos outros, enquanto existir preconceito musical com o espéctaculo e "pimbalhada" que aparece no ESC e acaba por ficar no top das apostas, enquanto continuarem a culpar os fãs que pouco ou nada têm de culpa nisto, não vamos passar da cepa torta. O Salvador foi um caso isolado que dependeu muito da Luísa, se estivessem so dependentes da RTP como o Conan esteve este ano, nem teríamos ganho. A RTP tem que assumir os erros, os fãs que levam sempre com criticas em cima estavam certos, aquelas criticas não foram negatividade e o resultado é o que é. Ha que ver o que fazem as outras delegaçoes, parem de fazer videos de youtube e comentarios a gozarem com a "pimbalhada"/ pop que aparece na Eurovisao e que acabam por dar-vos uma chapada de luva branca todos os anos. Não é por termos ganho que temos direito de andar armados em superiores e alternativos. Parem com o feeling e simplicidade! O pior disto tudo é que com esta indignação gigante da não qualificação, vinda de fãs e certos concorrentes, a RTP vai continuar na mesma, vão continuar a achar que foram incompreendidos e alvos de injustiça, que não ha (nem havia) nada para melhorar nem mudar. É pena. A equipa devia estar a levar com criticas e não com tanto apoio. Nada vai mudar.

    ResponderEliminar
  62. Anónimo19:30

    triste.

    ResponderEliminar
  63. Anónimo22:37

    Próximo ano ainda vai cheirar mais a mofo o nosso festival da canção.

    ResponderEliminar