Portugal: Conselho de Opinião da RTP registou "um grande desvio" nas contas de 2018


O Conselho de Opinião da RTP referiu, num parecer relacionado com o relatório e contas do ano de 2018, que registou um desvio de sete milhões de euros que terão sido gastos a mais na cobertura do Festival Eurovisão ou do Mundial.



Há uma nova polémica em torno das contas da RTP referentes a 2018: desta vez, está em causa um desvio de sete milhões de euros que terão sido gastos a mais, no ano passado, no momento da cobertura do Festival Eurovisão ou do Mundial. O Conselho de Opinião da RTP, órgão que fiscaliza a gestão do plano estratégico e orçamental da estação pública, referiu, num parecer relacionado com o relatório e contas do ano de 2018, que se registou "um grande desvio entre o orçamentado e realizado nos gastos e perdas, comprovando-se o cepticismo quanto à concretização das medidas de contenção que se encontravam previstas e, muito provavelmente, a desvios ao nível de grandes eventos" que deverão estar relacionados com o Festival Eurovisão ou o Mundial de Futebol que teve lugar na Rússia.


O Conselho de Opinião divulgou ainda no mesmo documento ao qual o jornal Correio da Manhã teve acesso que a administração estaria consciente de que o orçamento não iria ser respeitado e pediu à estação televisiva que adote futuramente uma nova metodologia contabilística e uma postura de maior rigor face a situações como esta.

Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: ATelevisao/CM /Imagem: JN

19 comentários:

  1. Anónimo17:46

    VERGONHOSO! Tirem o festival da RTP...nimguém organiza um protesto contra a RTP? O que fizeram este ano foi vergonhoso no festival...quero ver as contas do que gastaram com aquela actuação deprimente.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo18:39

      Isto é de 2018.

      Eliminar
    2. Anónimo19:42

      Concordo. Há alguma hipotese de outros canais estarem envolvidos nisto? Como acontece na Suiça, por exemplo. Infelizmente o pessoal da RTP ainda é muito orgulho, agora que ganharam não vao largar mao daquilo...

      Eliminar
    3. Anónimo23:25

      Na Suíça, têm 3 televisões públicas...

      Eliminar
  2. Anónimo19:09

    Como o dinheiro é dos contribuintes, é tudo uma festa! XD

    ResponderEliminar
  3. Anónimo19:45

    Gostava que outros canais tambem pudessem participar e estarem envolvidos na escolha do representante para o ESC, como acontece na suíça, e presumo que em outros países tambem. Seria possível? Não sei bem quais sao as regras por cá, mas duvido que a RTP ceda...

    ResponderEliminar
  4. Anónimo20:16

    A RTP rouba 7 milhões e não se faz nada?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo21:19

      A transmitir o MUNDIAL porque não deixa as privadas transmitirem. Venham agora dizer que é da Eurovisão...

      Eliminar
    2. Anónimo21:27

      Rouba? Houve um desvio de 7 milhões do inicialmente orçamentado, significa que gastou mais 7 milhões do que inicialmente previu... para mim mais do que óbvio, quando a rtp teve q pagar quase sozinha um evento destes... não ouvi falar que o estado tivesse tranferido alguma verba para financiar o evento... a câmara de Lisboa pagou o eurovillage, o turismo de Portugal os postcards e os custos de produção dos 3 eventos, palco, aluguer do altice arena, etc.?

      Eliminar
    3. Anónimo11:30

      se bem me lembro do aluguer da arena foi pago pela Camara de Lisboa...
      Nao esquecer que os patrocinadores nao estao ali sem dar algo em troca...

      Eliminar
  5. Anónimo21:12

    Cambada de ladrões...

    ResponderEliminar
  6. Anónimo21:38

    Mas sera que esta gente aqui nao percebe nada disto de Eurovisao?? Comecaram a ver a Eurovisao ha 1 ano foi?? Nao sabem que so emissoras publicas podem participar??? E esta muito bem na RTP... Vao meter na tvi para mandarmos Marias Leais e aqueles morcoes do domingo a tarde

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo23:53

      Eu acho que devias aprofundar um bocadinho mais o teu 'conhecimento' sobre a eurovisão, que claramente desconheces. Espreita o que é feito no outros países. E olha bebe, ja que te queixas tanto da maria leal, deixa-me relembrar-te que o Quim Barreiros atuou num programa da RTP ainda ha uns dias atrás, ja para nao falar que tambem existem morcoes ao fim de semana. beijinho no ombro.

      Eliminar
    2. Anónimo23:55

      Eu acho que devias aprofundar um bocadinho mais o teu 'conhecimento' sobre a eurovisão, que claramente desconheces. Espreita o que é feito no outros países. E olha bebe, ja que te queixas tanto da maria leal, deixa-me relembrar-te que o Quim Barreiros atuou num programa da RTP ainda ha uns dias atrás, ja para nao falar dos morcoes que aparecem ao fim de semana e no programa da Taniazinha. Pelo menos a produçao e diversidade musical da TVI seria 1000x vezes melhor. beijinho no ombro.

      Eliminar
    3. Anónimo00:11

      Por exemplo na Ucrânia, a seleção nacional é feita em parceria com uma emissora privada, apesar da transmissão estar a cargo da pública.

      Eliminar
    4. No ano em que a Lena Meyer-Landrut ganhou, a seleção alemã foi feita em parceria entre a ARD, pública, e a ProSieben, privada, com programas partilhados entre ambas as estações.

      Eliminar
    5. Anónimo21:48

      @00:11/ fabio barbosa, gosto disso. Era uma ideia a aplicar por cá, mas o orgulho da RTP nunca deixaria que isso acontecesse :) tenho a certeza que os outros canais já deram alguma ideia desse genero e mostraram interesse, especialmente depois de termos ganho. Era uma boa opção, nem que fosse para experimentar. Andarmos na mesma é que não.

      Eliminar
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar