ESC2020: Presidente da Câmara de Amesterdão "não quer disputar" o direito pela realização do evento


Femke Halsema, presidente da Câmara de Amesterdão, garante que a cidade não fará um esforço adicional para a realização do Festival Eurovisão 2020.

Apesar de ter sido a primeira cidade a manifestar interesse em acolher o Festival Eurovisão 2020, ainda antes da vitória de Duncan Laurence, a cidade de Amesterdão poderá estar de fora da corrida para receber o concurso. Femke Halsema, presidente da Câmara de Amesterdão, garantiu que "não quer disputar" o direito para receber a competição.

A autarca referiu ainda que a cidade não fará nenhum esforço adicional para a candidatura, visto que já organiza uma série de eventos de alto nível em 2020, como o Sail 2020 e jogos do Campeonato da Europa de Futebol. Além disso, Femke Halsema garante que "não é ilógico" que o evento decorra em Amesterdão, mas desde "que não atrapalhe as outras cidades interessadas". De realçar que vários partidos políticos pressionaram o município a avançar com uma candidaturas, enquanto outros movimentos apelaram à realização do certame fora de Amesterdão.

Amesterdão e Roterdão lideram as preferências para organizar o Festival Eurovisão 2020, sendo que as cidades de Arnhem, Enschede, 's-Hertogenbosch, Leeuwarden, Maastricht, Haia e Utrecht também já confirmaram que apresentarão candidaturas para receber o evento. Por sua vez, Zwolle retirou a intenção de concorrer à organização do certame.


Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: Eurovisiontv/ Imagem: Google/ Vìdeo: Youtube


1 comentário:

  1. Anónimo19:29

    A cada dia q passa tenho mais a certeza q a Eurovisão 2020 vai ser na Ahoy em Roterdão. Já é para aí a segunda ou terceira pessoa ligada a Amesterdão que demonstra uma euforia ou entusiasmo quase nulo ou nenhum por Amesterdão vir a ser a sede da próxima edição. Até o turismo da Holanda disse queria a Eurovisão em qualquer cidade... Menos em Amesterdão. Só não vê quem não quer. Vai ser Roterdão 2020. Quase de certeza.

    ResponderEliminar