ESC2019: Suécia vence a primeira votação do 'Press Poll' do sexto dia de ensaios


A Suécia venceu o Press Poll dos ensaios dos semifinalistas de hoje. Grécia e Suíça seguiram-se nas preferências da imprensa acreditada no evento.



A imprensa acreditada no Festival Eurovisão 2019 já votou nos seus favoritos no sexto dia de ensaios. Com 11 comitivas semifinalistas a subirem ao palco eurovisivo para realizar o seu segundo ensaio, a Suécia dominou a votação com 100 pontos, sendo seguida pela Grécia (60) e Suíça (59). Por outro lado, Letónia (9), Irlanda (4), Arménia (3) e Moldávia (0) ficaram nas últimas posições das preferências.

Press Poll - 10 de maio
1.º Suécia - 100 pontos
2.º Grécia - 60 pontos
3.º Suíça - 59 pontos
4.º Áustria - 32 pontos
5.º São Marino - 18 pontos
6.º Roménia - 11 pontos
7.º Dinamarca - 10 pontos
8.º Letónia - 9 pontos
9.º Irlanda - 4 pontos
10.º Arménia - 3 pontos
11.º Moldávia - 0 pontos



Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: ESCXtra / Imagem e Vídeo: Eurovision.tv

15 comentários:

  1. Anónimo17:41

    Não é nada normal isto acontecer ano após ano...

    ResponderEliminar
  2. Anónimo17:41

    Moldávia 00 ihih.....

    ResponderEliminar
  3. Anónimo17:57

    Parabéns à Áustria. Um exemplo de quem fez o trabalho de casa nestes 2 últimos meses.

    ResponderEliminar
  4. Anónimo17:58

    credo...italia desiludiu muito

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo18:23

      Desiludiu só para alguns,pois os fãs nos comentários adoraram o ensaio.

      Eliminar
    2. Anónimo20:22

      18:23 tambem adoraram o nosso primeiro ensaio nos comentário e foi dos piores.

      Eliminar
  5. Anónimo18:09

    A maioria dos stagings estão prejudicados este ano.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo19:19

      Curiosamente ao ver os ensaios da Suécia, ninguém fala de problemas de luzes, câmaras, etc.
      Teoria da conspiração: o Sr todo poderoso da Suécia, que também é produtor do ESC, como tem sido tão criticado pelos suecos pelo mau caminho que o Melodifestivalen está a seguir, quer a todo o custo arrancar mais uma vitória para a Suécia e por isso é que recusam melhorias às atuações, incluindo as favoritas.

      Eliminar
    2. A Suécia tem sempre tudo á sua medida. A produção sueca, aproveitando que as músicas este ano (incluindo a deles) não são grande coisa, está a fazer tudo para que a Suécia ganhe. É uma oportunidade de ouro para eles. Principalmente depois do desaire do ano passado com o televoto.
      É claro que a Suécia vai ganhar ou ser top 3 na votação do júri. Espero que o televoto faça justiça, como no ano passado.

      Eliminar
  6. São Marino está um terror. Muito pior que a Romênia, Irlanda, Moldávia e Armênia.

    ResponderEliminar
  7. Este ano, depois de dois ensaios não se consegue perceber quem vai ganhar o ESC.
    Não há nenhuma música realmente forte e a maioria dos stagings são maus. Já para não falar na má realização e no problema com a venda dos bilhetes.
    Se a produção não atender as exigências das várias delegações, podemos dizer que este vai ser o pior ESC dos últimos anos. A EBU deve estar ansiosa para que este ESC acabe.
    Quanto a Portugal, espero que consiga corrigir os problemas no próximo ensaio, que é já o último antes da atuação para o júri. O canção vale por si, o Conan e o João esbanjam profissionalismo e carisma. Não gosto do outfit verde, mas respeito a sua decisão, e não há-de ser por isso que as pessoas não vão votar na música.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo19:51

      Relativamente ao fato só pergunto uma coisa: César Sampson estava bem vestido?

      Relativamente ao resto não sei se as alterações vão chegar, a magia e o exotismo que os leds e a máscara dava à performance perderam-se completamente, a decisão de mudar a máscara para mim foi fatal, para mim comparável à Conchita Wurst chegar aos ensaios em 2015 sem barba, a máscara dourada era icónica e tornou-se na sua imagem de marca

      Eliminar
  8. Anónimo21:16

    pois, isto é uma opinião muito pessoal... mas de tudo o que já vi (se viu) efectivamente a produção em termos de stagging é de gosto muito duvidoso para todos os países, excepto um que foi muito inteligente e elevou a noção de 'palco'.... Austrália! a potencialíssima vencedora. Não sou detractor de nenhum país, todos têm valor, todos acrescentam algo diferente e novo, mas a Austrália tem tudo 'on point'. é uma canção que cresce, e cresce e cresce sempre que a ouço.... então nos ensaios, WOW! acho que vai BRILHAR no dia D! Quanto a Portugal... nada a dizer, apenas referir que provavelmente Conan assim como apareceu, poderá deixar de se tornar relevante. Não tem nada que ver com a sua música, estilo, apenas é uma 'moda'... faz-me dançar, diverte-me sem dúvida... mas nao vai ficar para história da eurovisão.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. De facto não deverá ficar na história da Eurovisao. Também penso que apenas beneficiou por ser bastante diferente e disruptiva! E nunca expectável (pelos outros países como algo vindo de Portugal, país de baladas cantadas a solo). Passada a surpresa inicial, e depois de tantos visionamentos e pasmos com a final do fdc, não havendo agora nada de substancialmente diferente (além da roupa e acessórios) o que é que resta? Fica a moda que rapidamente passará. Infelizmente!

      Eliminar
    2. Anónimo23:05

      Tambem acho que o Conan vai sofrer uma queda e desinteresse por parte de portugueses em Portugal, sair do spotlight..

      Eliminar