ESC2019: França venceu a Press Poll da primeira ronda de ensaios dos finalistas


A França venceu o Press Poll da primeira ronda de ensaios dos países finalistas. Itália e Espanha seguiram-se nas preferências, com a Alemanha na última posição.

A imprensa acreditada no Festival Eurovisão 2019 já votou nos seus ensaios favoritos da primeira ronda dos seis países automaticamente qualificados para a Grande Final. França, com 111 pontos, liderou a votação, seguido por Itália (68) e Espanha (50). O país anfitrião Israel (37) seguiu-se, com o Reino Unido (32) e Alemanha (17) a ocuparem as últimas posições.

Press Poll - 10 de maio
1.º França - 111 pontos
2.º Itália - 68 pontos
3.º Espanha - 50 pontos
4.º Israel - 37 pontos
5.º Reino Unido - 32 pontos
6.º Alemanha - 17 pontos



Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: ESCXtra / Imagem e Vídeo: Eurovision.tv

7 comentários:

  1. José Luís20:16

    Adorei Itália, penso que dos favoritos pode ter realmente canção para ganhar!

    ResponderEliminar
  2. Anónimo20:20

    acho justo mas nao sei como espanha ficou em 3º se é das piores actuaçoes??? O miudo nao afina um segundo e o Michael ficou mais abaixo...wtf

    ResponderEliminar
  3. Acho que a música da França um completo horror. Cada vez percebo menos disto.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo21:38

      Já somos dois, lacrymea! Concordo a 100%

      Eliminar
  4. Anónimo21:11

    Billa = INTELIGÊNCIA
    Parabéns! Musicalmente e vocalmente não desaponta.

    ResponderEliminar
  5. Anónimo22:26

    Não sei exatamente qual o critério que origina estas votações (embora compreenda perfeitamente que existam). Muitas vezes um bom ensaio não corresponde à melhor canção, mas a quem se mostra mais seguro em palco e, sobretudo nos últimos anos, à consecução mais exata do que se pretendia apresentar, nomeadamente na transmissão televisiva. Não há comparação, por exemplo, entre o ensaio da Suécia e o de Chipre. A canção da Geórgia sempre me pareceu (parece) demasiado gritada, mas o ensaio, com um cantor extremamente seguro e um envolvimento cénico bem pensado, esteve muitos pontos acima do da Bélgica. O intérprete francês (longe de ser um dos melhores neste ESC e longe de trazer uma das melhores canções) ao que parece pouco terá de alterar para a atuação final. Já a atuação da Itália (com uma canção mais reputada) terá ainda de ser bastante polida.

    ResponderEliminar
  6. Um aparato completamente ridículo. O que esta gente faz para chamar a atenção.

    ResponderEliminar