ESC2019: Assi Azar doou salário do Festival Eurovisão 2019 a associação LGTBI


Assi Azar, um dos apresentadores do Festival Eurovisão 2019, doou os cerca de 26 mil euros recebidos na apresentação do certame à organização Israel Gay Youth.

O apresentador do Festival Eurovisão 2019 Assi Azar anunciou, recentemente, que doou todo o salário recebido da apresentação do certame a uma associação LGBTI. A Israel Gay Youth, organização não governamental que presta ajuda a jovens em Israel, foi a associação escolhida pelo apresentador para receber cerca de 26 mil euros. "Apresentar o Festival Eurovisão por dinheiro era algo que jamais faria. Fiz pela minha alma e representar o meu país com o maior respeito" afirmou o apresentador que é um dos maiores ícones da comunidade LGTBI em Israel


Este e outros artigos também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: 20minutes /Imagem/Vídeo: Eurovision.tv

14 comentários:

  1. Anónimo10:41

    ¡Bien por Assi! Al principio lo veía un poco arrogante y me caía mal, pero luego en Eurovision me encantó. Él sólo podía haber presentado Eurovision este año. Assi fue simpático y alegre. No tenía complejos. Se notaba que se llevaba bien con los concursantes y que los quería. Tenía mucha complicidad con ellos. Lo único que no me pareció bien fue la encerrona que le hizo a Miki sacándole en público sus fotos desnudo que el propio Miki ya había borrado de su cuenta de Instagram antes de entrar a Operación Triunfo. Eso fue un golpe bajo por parte de Assi. El pobre Miki estaba avergonzado.

    Assi fue mucho más dinámico y moderno que las 4 presentadoras portuguesas del año pasado. Ellas estaban más preocupadas por ser el centro de atención que por atender a los concursantes. La única buena fue Daniela Ruah. Filomena Cautela me pareció una charlatana. Se pensaba muy simpática y lo único que hizo fue robarles protagonismo a los cantantes.

    La entrevista que Assi le hizo a Madonna fue de 10.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo12:51

      Existem pomadas para a dor de cotovelo... Basta aplicar 3 vezes ao dia.... Se a dor persistir aplicar também na língua...

      Eliminar
    2. Anónimo13:42

      Eu adorava ver a Nievez a apresentar uma Eurovisão em Madrid com seu inglês "perfeito"

      Eliminar
    3. Anónimo13:47

      Olha lá oh espanhol anónimo: e se fosses dizer mal da vossa miserável operação triunfo para os sites espanhóis??? É de má educação e falta de valores estar num site português a fazer comentários depreciativos e nada construtivos!

      Eliminar
    4. Anónimo14:05

      Oí espaniol, viamo lá callar la boca

      Eliminar
    5. Anónimo06:16

      Portugueses deviam ignorar aquele senhor, que é totalmente irrelevante, assim como a sua opiniaozeca que não percebi, uma vez que não entendo castelhano. E o ESC Portugal não deveria permitir comentários que não estivessem escritos em português, afinal, estamos num site português.

      Eliminar
    6. Anónimo06:27

      10:41 Lol, ler comentarios em castelhano de manhã faz-me doer os olhos, mas vou tentar ser grosso e curto: o Assi estava preocupado em ser o centro das atençoes desde que a eurovisão começou e era muito intrometido com os cantores masculinos, deu vergonha alheia. Vejo que em Espanha assedio é algo normal, aqui em Portugal não. Estatisticas mostram que espanhois sao maus a ingles (ao contrário dos portugueses, aqui não dobramos tudo o que aparece na TV) e a tua opiniao confirma isso. A entrevista do Assi com a Madonna foi péssima. O inglês dele é fraco e tem um sotaque parecido ao vosso, nada natural. A filomena não roubou protagonismo, é genuínamente engraçada e talentosa, mas por essa ordem de ideias o Mans e a Petra tambem fizeram o mesmo. Se tivesse roubado protagonismo seria porque os 'cantantes' não tinham carisma suficiente para destacarem ao seu lado.

      Ja agora, parabéns pelo bottom 5 este ano. Foi merecido, talvez aprendam a não andarem tao confiantes e arrogantes o tempo todo.

      @ESCPortugal, comecem por não aprovar comentários em espanhol, principalmente destes trolls, estamos aqui para debater em português construtivamente. obrigado.

      Eliminar
  2. Não dá para qualificar um ato destes segundo a minha maneira de ser. Se eu recebesse uma fortuna que não me fizesse falta iria aplicá-la a ajudar da melhor forma que pudesse todos aqueles que ficaram na miséria por causa da intromissão da troika e do governo beija-mão da altura.

    ResponderEliminar
  3. Joåo Van Der Dick14:04

    Este Assi é bom como o milho! Que homem! Yummy!

    ResponderEliminar
  4. Grande atitude deste senhor!!Parabéns!!

    Em relação ao espanhol lá de cima:preocupa-te mais em não ficar nos ultimos lugares como tem acontecido nos ultimos anos...quando ganhares e tiveres espanhóis a apresentar depois falamos!!!

    ResponderEliminar
  5. Anónimo16:20

    A questão aqui é apenas uma: 26 mil euros?
    Isso é mesmo muito dinheiro para o trabalho que é...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo00:53

      Não tenho a mesma opinião. Estamos a falar de um dos maiores eventos televisivos há escala global. Acho mais escandaloso um eurodeputado ganhar 15mil euros todos os meses, sobretudo tendo em conta que parte deles são anti europa.

      Eliminar
    2. Anónimo07:05

      Israelitas ganham mais, é normal

      Eliminar
  6. Anónimo06:18

    Foi dos piores apresentadores este ano. Sotaque carregado, ingles péssimo e não gostei da maneira como interagia com certos concorrentes masculinos que tinham um bom físico.

    ResponderEliminar